Iogurte caseiro: Como fazer e benefícios

Nesse artigo você vai aprender como fazer iogurte caseiro e ainda vai conferir seus benefícios para a saúde do organismo. Acompanhe isso e muito mais a seguir!

Na hora de fazer aquele lanchinho entre as refeições, certamente você já pensou no iogurte, certo?

Pois bem, na intenção de esclarecer não só algumas dúvidas, mas abrir seus olhos para muitas outras coisas em relação a esse alimento, o Remédio Caseiro preparou um material especial. Preste atenção em todos os detalhes e aprenda mais sobre o iogurte.

É importante ressaltar os benefícios que o iogurte pode trazer para a saúde, ainda mais quando ele é feito em casa. Só para adiantar, o alimento é ideal para regular o intestino, evitando problemas como a prisão de ventre.

Como é que faz iogurte caseiro?

Antes de conhecer todos os benefícios que são empregados a esse alimento, agora você vai ter oportunidade de conhecer o passo a passo para preparar o iogurte caseiro. Fique atento aos detalhes!

O alimento é ideal para regular o intestino (Foto: depositphotos)

Para preparar o iogurte caseiro, você vai precisar de 1 litro de leite e 100g de iogurte natural pronto. Quando for escolher o iogurte, preste atenção no rótulo, pois ele deve conter apenas leite e fermentos lácteos.

Com ajuda de uma panela, aqueça o leite até quase ferver. Desligue o fogo e deixe esfriar até a temperatura de 50°C. Chegando a essa temperatura, adicione o iogurte natural e misture. Coloque a mistura em potes separados ou em uma tigela grande.

Cubra tudo com papel filme e reserve. Ligue o forno e deixe ele aquecer um pouco. Desligue em seguida e coloque o iogurte caseiro para descansar de 5 a 8 horas, com o forno já desligado. Depois é só servir.

Uma dica bastante válida é guardar um pouquinho do iogurte caseiro para que não seja necessário comprar outro no supermercado quando for repetir a receita.

Veja também: Como o iogurte desnatado pode evitar a diabetes?

Quanto tempo o iogurte caseiro pode ficar na geladeira?

Uma pergunta bastante recorrente é o tempo que o iogurte caseiro pode ficar na geladeira, já que ele não tem nenhum conservante, do contrário daqueles que são encontrados no supermercado.

Pois bem, o mais recomendado é tomar como base a duração de sete dias, mas é preciso que ele esteja sempre na geladeira e em um recipiente com tampa. Porém, não custa nada ficar sempre de olho no produto, antes de consumi-lo.

Caso seja possível, tente calcular a quantidade na hora do preparo, evitando, assim, o desperdício. Já em relação ao valor gasto para fazer um litro de iogurte, este não chega nem a R$ 7. Para comprar a mesma quantidade do produto industrializado, o gasto chega a casa dos R$ 20.

Como é feito o iogurte?

Você sabia que o iogurte é concebido a partir de um processo metabólico realizado por bactérias? Mas antes que você se assuste, essas bactérias, conhecidas como lactobacilos, são fundamentais para o bom funcionamento do corpo.

Elas produzem energia a partir da conversão da lactose, substância presente no açúcar do leite, ácido lático. Esse mesmo ácido também é o grande responsável pelo sabor amargo do produto.

Por isso, para produzir o iogurte em casa, você precisa usar o produto já pronto. Isso acaba acarretando na multiplicação dos lactobacilos, estando eles em ambiente propício e com a lactose para ser transformada em ácido lático.

Benefícios do iogurte

Depois de ver como é fácil preparar o iogurte em casa, agora chegou uma das horas mais importantes: saber quais os benefícios que esse ingrediente pode trazer para a saúde.

Veja também: Os benefícios do iogurte para o organismo

“O iogurte natural caseiro tem uma grande vantagem comparado com os industrializados. Você sabe como foi feito e com que ingredientes, não corre o risco de consumir açúcar escondido”, diz a doutora da Universidade de São Paulo e Coach em Nutrição, Sophie Deram.

Preste atenção na lista!

  • Ajuda a emagrecer
  • Estimula a síntese de fibras musculares
  • Regula a flora intestinal
  • Combate infecções
  • Combate a candidíase
  • Regula a pressão arterial
  • Previne a osteoporose

Viu só como o consumo de iogurte pode ser vantajoso para a manutenção da sua saúde? Depois de conhecer todos os benefícios, agora chegou a hora de detalhar cada um deles.

Ajuda a emagrecer

Se for levado em consideração os iogurtes lights, esse alimento possui um valor calórico bem baixo. Dessa forma, ele aparece como uma boa alternativa para os lanches entre as refeições.

Além do mais, o iogurte também possui minerais como o cálcio, que diminui a liberação do cortisol no organismo. Esse hormônio, por sinal, é conhecido por favorecer o acúmulo de gordura no corpo.

Estimula a síntese de fibras musculares

Quando usado casado ao treino físico, principalmente quando o objetivo é a hipertrofia, o produto ajuda na reconstrução muscular, também conhecido por síntese de fibras musculares.

Todos os benefícios do iogurte no pós-treino são levados em consideração devido a quantidade de proteínas e carboidrato. Nesse sentido, é bom procurar aqueles iogurtes com pouco açúcar e que são mais condizentes com a dieta.

Regula a flora intestinal

Como já foi falado aqui mesmo nesse artigo, o iogurte é formado por bactérias que podem ajudar na regulação do intestino. Sendo ele um alimento probiótico, ele possui muitas vantagens quando o que está em jogo é a saúde do intestino.

Melhorar a absorção de vitaminas e minerais, evita prisão de ventre, trata diarreias, evita a formação de gases intestinais, previne doenças inflamatórias na região e previne a síndrome do intestino irritável, esses são alguns dos benefícios do produto.

Combate infecções

O iogurte é um alimento que ajuda no reforço do sistema imunológico, justamente pela quantidade de sais minerais e vitaminas que ele possui. Porém, levando em consideração aqueles com baixo índice calórico e pouca açúcar.

No que diz respeito ao tratamento de infecções, ele atua contra aquelas gastrointestinais e respiratórias. Além isso, ele também atua contra a bactéria associada a ocorrência de problemas como úlceras, gastrites e até câncer de estomago.

Combate a candidíase

Conhecida como uma doença infecciosa que atinge as mulheres, a candidíase pode ser tratada a partir da utilização do iogurte. Ele faz com que o pH vaginal seja diminuído, o que pode colaborar para a cura da doença.

Veja também: Iogurte com granola engorda ou emagrece? Descubra os benefícios

Regula a pressão arterial

O consumo de laticínios, o que inclui também o iogurte, pode ajudar na prevenção de problemas associados a pressão arterial nas pessoas.

Isso se deve ao fato desse tipo de alimento ser rico em potássio, o que ajuda a equilibrar os níveis de sódio no organismo. Vale ressaltar que, em excesso, o sódio contribui para o aumento da pressão arterial.

Previne a osteoporose

O cálcio é um dos minerais responsáveis por afastar o risco do desenvolvimento de doenças que provocam o enfraquecimento da massa óssea, no caso, a osteoporose. Esse mineral está presente no iogurte.

Mas é bom deixar bem claro que esse não é um benefício que pode ser generalizado em todos os tipos do produto. Para ter certeza que ele vai ter ação benéfica aos ossos, basta ficar de olho na quantidade de cálcio que vem especificada nos rótulos.

Qual a diferença entre iogurte comum e natural?

Mesmo com todos os benefícios do iogurte citados até agora, é bom levar em consideração que existe uma grande variedade do produto por aí. Dessa forma, existe sim uma diferença entre os produtos considerados naturais do restante deles.

Para início de conversa, o iogurte natural não possui adição de substâncias químicas. Na sua composição é possível encontrar proteínas, vitaminas, carboidratos e sais minerais, além das culturas microbianas.

Esse produto também possui consistência mais firme que o iogurte comum. Ele possui sabor mais suave e pode ser consumido puro ou no preparo de qualquer outra receita. Apesar de semelhantes, é bom ficar de olho nesses pontos.

O iogurte comum possui mais variedade de sabores e, dependendo do produto utilizado, tem gosto mais forte. Isso também é reflexo na quantidade de açúcar utilizado no preparo e no índice calórico.

Confira mais receitas de iogurte caseiro

Depois de conhecer muitos dos benefícios que o iogurte caseiro pode trazer para a saúde, agora chegou a hora de aprender a variar o cardápio com outras receitas dessa delícia. Fique atento às indicações e aos ingredientes utilizados:

Veja também: Receita de chá batido com frutas e iogurte para eliminar gordura

Iogurte caseiro com morango

Um dos tipos mais consumidos do iogurte caseiro é o de morango. Para prepará-lo, você vai precisar de 1 litro de leite, 180ml de iogurte natural integral, 1 caixinha de morangos bem lavados, adoçante a gosto.

O iogurte com sabor de morango é um dos mais requisitados (Foto: depositphotos)

Em um recipiente de vidro, misture o leite em temperatura ambiente, com o iogurte natural. Cubra o recipiente com um pano e guarde em um lugar fechado e morno por seis horas.

Passado esse tempo, coloque o iogurte no liquidificador com os morangos cortados. Acrescente o adoçante e bata bem até obter uma mistura bem homogênea. Coloque em um recipiente com tampa e leve à geladeira por duas horas, antes de servir.

Iogurte caseiro gelatina

Essa variação do iogurte é uma das mais fáceis de fazer. Veja o que vai precisar: 1 litro de leite, 180 ml de iogurte tradicional, 180 ml de água, 4 colheres (de sopa) de açúcar, 1 pacote de gelatina sabor morango.

Essa receita tem a consistência mais firme

Um pacote de gelatina sabor morango é o segredo dessa receita (Foto: depositphotos)

Esquente o leite até ficar um pouco mais que morno. Coloque-o em um recipiente, adicione o iogurte e misture bem. Cubra com um pano e deixe descansar durante oito horas. Pode fazer isso de um dia para o outro.

No dia seguinte, antes de seguir com o preparo, pegue uma panela e misture o açúcar e a água até formar uma calda rala. Desligue o fogo e acrescente a gelatina. Mexa bem até esfriar. Adicione à mistura do leite e bata tudo no liquidificador.

Iogurte caseiro grego

O iogurte grego é conhecido por ser um pouco mais grosso do que o convencional. Para prepará-lo, você vai precisar de 1 litro de leite, 100g de iogurte natural pronto e 2 colheres (de sopa) de leite em pó.

O iogurte grego é conhecido por ser um pouco mais grosso do que o convencional

O iogurte é um alimento com poucas calorias e que serve para lanches (Foto: depositphotos)

Com ajuda de uma panela, aqueça o leite até quase ferver. Desligue o fogo e deixe esfriar até a temperatura de 50°C. Chegando a essa temperatura, adicione o iogurte natural. Em uma vasilha separada, dilua o leite em pó com um pouco de leite, misturando com o primeiro passo da receita.

Cubra tudo com papel filme e reserve. Ligue o forno e deixe ele aquecer um pouco. Desligue em seguida e coloque o iogurte caseiro para descansar de 5 a 8 horas, com o forno já desligado.

Com o iogurte normal pronto, separe uma peneira e um recipiente que a encaixe bem. Cubra a peneira com um pano meio fino, na espessura de uma fralda. Coloque o iogurte sobre o pano. Cubra e deixe na geladeira por cerca de 4 horas. Depois é só mexer bem e servir.

Veja também: Simples e econômica: aprenda receita caseira de iogurte natural

O bem que o iogurte faz

Por tudo que foi levantado nesse artigo, deu para perceber o quanto que o iogurte caseiro pode ser vantajoso para a sua saúde, além de prevenir uma série de doenças, ele também pode ser muito fácil de ser preparado.

Qualquer dúvida em relação ao alimento, o mais aconselhável é que o médico seja consultado. No que se refere a alimentação, o nutricionista ou endocrinologista são os profissionais certos para esclarecer todas elas.

%d blogueiros gostam disto: