Soro caseiro é bom pra quê?

Você conhece os efeitos e benefícios do soro caseiro? Sabe para que ele serve e como tomar da forma correta? Neste post você encontrará a resposta para essas e outras dúvidas. Aqui você descobrirá também a função dessa mistura e seus efeitos em bebês e animais domésticos.

O soro caseiro é uma receita natural muito usada no Brasil e no mundo. É uma daquelas misturas que todo mundo deveria saber preparar para ajudar no combate a sintomas de doenças comuns no dia a dia.

Sua principal função no organismo é a hidratação, assim como repor perdas resultantes de doenças como diarreia e vômito. Sua receita é muito simples. E ainda que não fosse, também é possível encontrar o soro caseiro em farmácias e postos de saúde em forma de suco saborizado (para crianças) ou sachê.

Dessa forma, o soro caseiro é muito importante no tratamento de doenças que possuem sintomas como diarreia e vômito, e é a principal forma de prevenção da desidratação. Sendo assim, aprenda agora tudo sobre o uso, benefícios e consumo do soro caseiro.

Soro caseiro: Líquido é bom pra que?

O soro caseiro serve para repor a água, nutrientes e sais minerais que o organismo perde durante quadros de diarreia e/ou vômito. É o tratamento mais indicado para combater a desidratação e os seus sintomas. A Organização Mundial da Saúde (OMS) o considera indispensável no tratamento da diarreia.

O soro caseiro serve para repor a água, nutrientes e sais minerais que o organismo perde (Foto: depositphotos)

Como funciona o soro caseiro no organismo?

A mistura oferece ao organismo os nutrientes básicos para que o corpo não entre em estado de desidratação. Um corpo desidratado pode ser um problema de saúde grave, com sintomas sérios e danos severos ao organismo.

Dessa forma o soro caseiro é indicado para pessoas que estejam sofrendo de diarreia e vômitos, mas também é indicado para ser tomado aos poucos por pessoas que passaram por privação de líquidos/água por muito tempo. Também deve ser ingerido por pessoas que urinam constantemente devido infecções urinárias.

A OMS ainda indica que o soro caseiro e a ingestão de zinco são as principais formas de combate à diarreia, a desidratação e suas consequências. O soro caseiro, nesse caso, age como o remédio básico, que repõe as perdas e previne complicações. Já o zinco atua como solução para a desregulação dos processos gastrointestinais, encurtando a diarreia.

Contudo, é muito importante preparar a receita da forma correta. Muita gente acredita que basta misturar água e sal em um copo de água e pronto, mas esse é um erro grave. Se as medidas não estiverem certas, o soro pode prejudicar seriamente bebês, crianças pequenas, idosos e animais.

Qual a função desse líquido?

De acordo com a médica pediatra Ana Escobar, em vídeo publicado em seu canal profissional no Youtube, a diarreia causa a perda de água e sais minerais (sódio, potássio, cloro e zinco) que se perdem nas fezes que são eliminadas na forma mais líquida. O soro caseiro surge então, como a única forma eficaz de repor essa perda.

A solução é capaz de oferecer ao organismo a quantidade de água e nutrientes necessária para manter o corpo funcionando. Isso é de grande importância contra a doença ou agente que causa a diarreia ou vômito e evita que o organismo sofra com os danos causados pela eliminação de nutrientes e água.

O efeito do soro caseiro é rápido e serve para quadros de vômito tanto quanto para casos de diarreia. Além disso, também é capaz de aliviar mal-estar e tontura proveniente da falta de apetite e privação de líquidos.

Vale ressaltar, contudo, que em casos de diarreia aguda e quadros de vômito constante, um médico deve ser consultado. As consequências desses sintomas e doenças, assim como a desidratação, podem causar problemas graves e irreversíveis no organismo.

Veja também: Soro caseiro: como fazer, para que serve e como usar

Receita de soro caseiro

A receita é muito simples. Você precisará de 1 litro de água, 1 colher (de chá) de sal e 1 colher (de sopa) de açúcar. Misture até dissolver e beba em pequenos goles durante o dia. A receita tem validade de 24 horas. Após esse período, prepare um novo soro.

imagem11-07-2018-18-07-50

É muito importante ter certeza se a água usada está limpa e pura, fervida ou filtrada. O uso de água contaminada pode, inclusive, piorar os sintomas da diarreia, vômito e infecção urinária. Também não exceda as medidas de sal e açúcar, isso pode tirar os benefícios do soro.

Outra dúvida que pode surgir é sobre a quantidade do soro caseiro. Você pode achar muita coisa preparar 1 litro de soro, quando é comum ver as pessoas preparando somente um copo. Na verdade, o ideal é preparar muito soro e ir bebendo aos poucos durante o dia. E não preparar um copo e tomar todo de uma vez.

Como preparar soro caseiro para bebê de 6 meses?

Em primeiro lugar, se a criança ainda não foi introduzida a alimentação ainda e só ingere leite materno, o soro caseiro não é indicado. A amamentação é capaz de oferecer a criança mais benefícios do que o soro. Por isso o ideal é apenas continuar amamentando bem o bebê.

imagem11-07-2018-18-07-52

Já no caso de bebês com idade próxima a 6 meses (que já passaram por introdução alimentar) até crianças com 5 anos, estas podem tomar soro caseiro normalmente. Porém, é preciso ter atenção às medidas de sal de açúcar. O soro não deve ter mais do que 1 colher (de chá) de sal e 1 colher (de sopa) de açúcar para 1 litro de água.

Outra informação importante sobre o uso de soro caseiro por bebês e crianças é que a mistura não deve ser oferecida se a criança não apresentar sintomas de diarreia e/ou vômito. Isto pode causar excesso de minerais no organismo infantil e causar problemas de saúde.

Ainda de acordo com a pediatra Ana Escobar, a desidratação proveniente da diarreia pode levar crianças com menos de 5 anos à morte. Por isso, é muito importante consultar um médico em caso de diarreia aguda em bebês e crianças pequenas.

Veja como fazer um soro natural para cachorro?

Assim como os seres humanos, os cachorros também podem sofrer de problemas de saúde, como desidratação e diarreia. Isto porque as mesmas bactérias que prejudicam o funcionamento intestinal humano, também podem fazer mal aos cães.

imagem11-07-2018-18-07-55

Para combater esse problema e prevenir que o animal não sofra maiores problemas, você pode substituir a água do cachorro por soro caseiro. O preparo é o mesmo do soro para pessoas: 1 litro de água, 1 colher (de chá) de sal e 1 colher (de sopa) de açúcar.

A mistura é muito eficaz para aliviar os sintomas e a diarreia canina, principalmente quando ela resulta de alguma ‘besteira’ que o cachorro comeu. Contudo, deixe que o cachorro beba o soro sozinho. Só use uma seringa de aplicação oral se o animal se recusar a ingerir o soro.

Veja também: Receita com soro fisiológico promete cabelos mais brilhosos

Qual a fórmula para fazer soro caseiro para gato?

O soro caseiro para gatos funciona da mesma forma que para os cães. Alguns criadores de gatos, contudo, afirmam que os felinos se recusam mais a ingerir o soro caseiro por vontade própria, mas isso é uma afirmação superficial. Seja cão ou gato, cada animal pode ter ou não afinidade com a mistura.

imagem11-07-2018-18-07-56

O preparo segue a mesma receita do preparo para os cães e para os humanos: 1 litro de água, 1 colher (de chá) de sal e 1 colher (de sopa) de açúcar. Entretanto, lembre-se que o soro tem validade de 24 horas. Se o animal continuar com diarreia, prepare outro soro para continuar oferecendo nos próximos dias.

Qual a receita de soro caseiro para virose?

A receita de soro caseiro para viroses é a receita de soro caseiro comum: 1 litro de água, 1 colher (de chá) de sal e 1 colher (de sopa) de açúcar. Misture e beba em pequenos goles durante o dia. 

As viroses são doenças comuns no Brasil, devido a fatores geográficos, climáticos e etc. Durante quadros de virose, é muito comum a perda de apetite. Em alguns casos, as viroses também causam vômito e diarreia. É aí que o soro caseiro entra como peça fundamental do tratamento.

A maioria das viroses somem naturalmente com o reforço da imunidade do corpo. O soro caseiro atua como um bom remédio nesses casos pois assegura que o organismo se mantenha com água e nutrientes básicos para ficar forte e combater a virose.

Qual a função do soro caseiro para o organismo?

A mistura tem a função de reidratar o organismo e repor perdas causadas por quadros de diarreias, vômito, micção constante devido infecções urinárias e privação de líquidos por longo períodos de tempo. A bebida faz com que o corpo combata e previna danos causados pela perda de água e sais minerais.

Soro caseiro engorda ou emagrece?

O soro caseiro não engorda. As quantidades de sal e açúcar usadas no preparo do soro servem apenas para repor as perdas nutricionais e não são uma fonte a mais de calorias. Contudo, se o soro caseiro for tomado sem necessidade, o açúcar da bebida pode ser estocado no corpo, contribuindo para ganho de peso.

Quando devo começar a tomar o soro caseiro?

Neste artigo, você aprendeu para que serve o soro caseiro e tirou várias dúvidas sobre a função de hidratar e os benefícios da bebida para o corpo. Agora resta saber qual é o momento certo para começar a tomar o soro caseiro.

Veja também: Coco: o soro fisiológico natural. Conheça seus benefícios

A resposta é: logo quando a diarreia/vômito/micção constante começar. Assim que esses quadros sintomáticos surgem, eles já surgem levando muita da água e nutrientes do corpo. Por isso, quanto mais rápido você repor essa perda, melhor.

Resumindo, o soro caseiro é uma solução preparada com água pura, sal e açúcar. A união desses ingredientes resulta em uma bebida de sabor agridoce que é um potente remédio caseiro para a desidratação.

%d blogueiros gostam disto: