Toxina botulínica e preenchimento podem ser aplicados juntos?

O dermatologista Daniel Coimbra tira as dúvidas sobre os dois principais tratamentos estéticos faciais da atualidade

Escolher qual procedimento estético vai fazer é um momento muito importante que paciente e médico compartilham. Dentre todas as técnicas que já existem, a toxina botulínica A (o popular Botox) e o preenchimento de ácido hialurônico ainda são os “queridinhos” das mulheres e, por isso, as dúvidas são muito frequentes. Entre as mais recorrentes está se toxina botulínica e preenchimento podem ser aplicados juntos.




A toxina botulínica A é direcionada para as rugas dinâmicas, ou seja, ocasionadas pela atividade muscular, como: linhas de expressão na testa, ao redor dos olhos e entre as sobrancelhas. Enquanto que o preenchimento facial de ácido hialurônico, trata as rugas estáticas, que são provocadas pelo envelhecimento natural da pele, o que também envolve a perda de estrutura óssea e gordura.

Afinal, Botox e preenchimento podem ser usados juntos?

O especialista acredita que as duas técnicas podem e devem ser usadas juntas a favor do paciente, mas tudo com a orientação do médico de confiança de cada um. Por serem tratamentos com funções específicas e muitas vezes complementares, pode ser que haja a indicação da aplicação em conjunto.

“Como em todo tratamento estético, o bom-senso do profissional quanto à quantidade de produto e sua procedência, aliado aos objetivos do paciente, é o que irá trazer sucesso, independentemente das técnicas e se serão usadas em conjunto ou não”.

Exemplo prático

Por exemplo, uma paciente que está infeliz com o “bigode chinês” e com o “pé de galinha”, pode utilizar os dois tratamentos e resolver isso em uma consulta única. Afinal, entre os benefícios dos procedimentos minimamente invasivos estão a ausência de internação e cirurgia. “A tendência das próximas gerações é cortar menos o rosto e se submeter menos a procedimentos dermatológicos mais agressivos, optando pelos menos invasivos”, completa o médico.




Contraindicações para os procedimentos

Tanto a toxina botulínica A, produto biológico, quanto o ácido hialurônico, substância já presente no corpo humano, são contraindicados para gestantes, lactantes, pessoas que forem alérgicas a qualquer dos componentes dos produtos ou que possuem uma infecção no local da aplicação.

Gostou do artigo? Complemente seu conhecimento com: Crioterapia Facial Estética: o que é Neve Carbônica?

Redação: Renata Fraia – farmacêutica e jornalista, atuando desde 2008 na atenção e assistência farmacêutica nos blogs Saúde da Mulher e Saúde com Ciência

%d bloggers like this: