Câncer de Testículo: Sintomas, Causas e Tratamentos

Câncer de testículo pode ser perigoso para a saúde do homem, por isso estar atento aos sintomas é importante.Os testículos fazem parte do órgão reprodutivo masculino. Você que é homem sabe que muitas vezes a saúde pessoal fica de lado, você não encontra tempo ou não vê a necessidade de visitar um médico. A menos que esteja mesmo doente. Muitos homens não realizam exames preventivos, e poucos sabem como prevenir o câncer de testículo.

Existem doenças que afetam somente aos homens; e muitas vezes eles só descobrem quando a doença já está avançada.

Entre essas doenças está o câncer de testículo.

 

A chamada que eu faço agora é: cuide da sua saúde, qualidade de vida, e ensine o seus filhos a se preocuparem com isso também.

Não deixe de ler e compartilhar!!

Câncer de Testículo: O Que É

Fique atento às mudanças em seu corpo e tenha por hábito se consultar com médicos especialistas. O câncer de testículo não costuma ter muita atenção nas mídias e nas propagandas de saúde, mas ela também merece atenção.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de testículo é o menos frequente, e oorre com uma maior incidência em homens em idade reprodutiva.

O câncer de testículo acontece quando as células presentes nos testículos se tornam anormais ou malignas (câncer) se formam nos tecidos de um dos testículos ou nos dois ao mesmo tempo.

Os testículos são duas glândulas em formato de ovos presentes dentro do escroto, que é um saco de pele solta que fica localizada abaixo do pênis.

Eles ficam dentro do escroto pelo cordão espermático (com vasos deferentes, vasos e nervos dos testículos). São glândulas sexuais masculinas que produzem testosterona (hormônio masculino) e esperma.

Quase todos os casos de cânceres testiculares iniciam-se nas células germinativas, que estão presentes dentro dos testículos e que produzem o esperma imaturo, que por sua vez viaja através de uma rede de túbulos.

Os túbulos são micro tubos e tubos maiores no epidídimo (um longo tubo enrolado ao lado dos testículos). Esse local é onde os espermatozoides são armazenados e se desenvolvem (1).

Esse tipo de câncer ocorre por volta dos 15 a 50 anos de idade e é considerado raro. Porém outras faixas etárias não são excluídas.

Essa doença também apresenta baixo índice de mortalidade em comparação com outros cânceres.

Tipos de Câncer de Testículo

Existem dois principais tipos de tumores testiculares de células germinativas, que são o seminoma e o não seminoma. Eles são tratados de forma diferente um do outro e são diagnosticados de forma diferente também. Além de crescerem e se espalharem de forma distinta um do outro.

Seminoma: esse tipo é mais sensível a radiação.

Não seminoma: ele se espalha e se desenvolve com mais facilidade e rapidez que o tipo seminoma. Quando um câncer possui células seminomas e não seminomas, ele é considerado como sendo não seminoma.

Sintomas

Alguns sintomas podem ser percebidos no início do estágio da doença.

Como:

  • O principal sintoma é um nódulo indolor em um testículo ou nos dois
  • O testículo pode aumentar de tamanho sem a presença do nódulo (isso dificulta o auto-exame, pois é comum que um dos testículos seja ligeiramente maior que o outro assim como ocorre com os seios da mulher)
  • Em alguns casos o homem pode sentir dores na área testicular
  • Sensação de peso ou dor ao pé da barriga, virilha, costas, ou no escroto
  • Crescimento ou dor das glândulas mamárias
  • Falta de libido ou diminuição dela

Em caso do câncer de testículo se desenvolver sem tratamento, outros sintomas mais sérios podem surgir.

Causas

Umas das causas para o surgimento do câncer de testículo pode ser quando ocorre a criptorquidia (quando o testículo não desce para a bolsa escrotal).

As causas ainda não são conhecidas, porém existem fatores de risco para aumentar as chances para o câncer de testículos.

Como:

  • Hereditariedade
  • Anormalidades congênitas (penianas ou renais)
  • Homem Caucasiano

Causas para a Metástase

Metástase ocorre quando o câncer se espalha para outras áreas do corpo do paciente.

Por exemplo, se o tumor de testículo se espalhar para outra área do corpo, fora na região da genitália masculina, como nos rins, as células desse tumor continuam sendo testicular e não células de câncer renal.

Ou seja: a doença se desenvolveu para um câncer de testículo metastático.

O tumor metastático é exatamente o mesmo tipo do câncer primário. E existem três motivos para que o câncer de testículo se espalhe.

São eles: Tecido, sistema linfático e através do sangue.

Sistema Linfático: ocorre quando o câncer entra no sistema linfático, consegue viajar através dos vasos linfáticos formando um tumor (tumor metastático), indo para outras áreas do corpo do paciente.

Sangue: Ocorre quando o câncer alcança o sangue, viajando através dos vasos sanguíneos formando uma metástase.

Tratamentos do Câncer de Testículo

O câncer pode ser diagnosticado através de exames físicos como ultra-som e exame de sangue, que medem os marcadores tumorais testiculares.

A biópsia do tecido testicular é solicitada pelo médico especialista, se necessário. Esse tipo de câncer possui quatro estágios, sendo o estágio três, o mais avançado entre eles.

O tratamento vai depender no estágio da doença, e pode incluir: cirurgia, terapia por radiação e/ou quimioterapia.

São realizados exames para determinar se o câncer espalhou para outras áreas do corpo, que é conhecido por estadiamento

Esse tipo de câncer pode causar infertilidade e o tratamento podem afetar as funções sexuais. Outros efeitos colaterais podem surgir devido a radiação e a quimioterapia.

Prevenção

É importante realizar o auto-exame testicular. Ele pode ser realizado durante o banho ou após ele. Isso é por que a pele que cobre o pênis precisa estar relaxada. Verifique um testículo de cada vez e com calma, segure-o entre os polegares e os dedos das mãos, e role-o suavemente entre os dedos.

Preste atenção em alterações na textura, tamanho, forma dos testículos. Mas sempre consulte o médico urologista, mesmo que não tenha suspeita de anomalias no seu corpo.

Cuidar da sua saúde envolve realizar a prevenção de doenças, consultas recorrentes ao médico, alimentação natural e de verdade, além de uma rotina saudável e ativa.

Veja Também: O que é impingem, causas, sintomas e melhores tratamentos

Cuide-se hoje para ter uma vida melhor amanhã.

Dr. Juliano Pimentel

%d blogueiros gostam disto: