Como desencravar unha do pé

É possível desencravar a unha em casa, se não tiver inflamação e o problema ainda estiver recente. No geral, as unhas encravadas iniciam causando um pouco de dor e vermelhidão leve. Neste caso leia esse artigo e veja como tratar o problema antes que ele vire algo maior.

Conhecida pelos médicos como onicocriptose, a unha encravada é um problema muito comum. Ele ocorre quando a borda (o lado) da unha entra na pele do dedo, ao invés de crescer reta para a frente.

Isto pode causar dor, vermelhidão, inchaço ao redor da unha e, nos casos mais graves, inflamação no dedo. Quando o caso está avançado, é preciso tratar com um médico. Mas, se a unha acabou de encravar, é possível tratá-la em casa. Veja como:

Desencravar unha em casa: Veja o passo a passo

Para desencravar a unha em casa, siga as instruções abaixo:

Na imagem é possível ver uma unha sadia e outra encravada

  • Lave bem os pés com água e sabão, principalmente a região próxima a unha encravada.
  • Deixe os pés de molho em água morna ou quente por aproximadamente 20 minutos.
  • Massageie cuidadosamente a área encravada, sempre no sentido de tentar afastar um pouquinho a pele da unha.
  • Tente levantar o cantinho encravado da unha. Faça isso com muito cuidado para não machucar. Tente afastar a unha da pele do dedo.
  • Coloque um pedacinho pequeno de algodão, gaze ou fio dental entre a unha e dedo, para manter afastada. Isso vai elevar a unha e fazer com que a parte encravada vá se afastando do dedo conforme ela cresce.
  • Repita o processo todos os dias por 1 semana.

Você ainda pode usar alguma solução antisséptica e cicatrizante para adiantar todo o processo e prevenir outros problemas, como inflamação e infecção.

Caso você não seja muito resistente a dores e incômodo, você pode aplicar uma loção anestésica no dedo antes de tentar levantar a unha. A lidocaína é a mais indicada. Mas se o processo for muito doloroso para você, é melhor não tentar desencravar a unha só e procurar um médico especialista.

Lembre que esse tratamento caseiro é indicado apenas para quando a unha não está inflamada. Caso a unha esteja machucada, inflamada ou esteja produzindo alguma secreção, nunca manuseie por conta própria. Procure um médico podologista ou cirurgião-geral.

Veja também: Remédio caseiro para micose de unha

 

Nos casos mais graves, tentar desencravar sozinho pode acabar piorando a situação. Você pode se machucar mais ainda e abrir caminho para bactérias entrarem na ferida, o que pode causar problemas sérios.

Erros comuns e o que não fazer

Em caso de unha encravada, um dos erros mais comuns é tentar cortar a parte da unha que está em contato com o dedo. Tirar os lados das unhas só deve ser feito de forma cirúrgica. Caso você tente fazer em casa ou com alguém despreparado para o serviço, as chances de inflamar e infeccionar são enormes.

Além disso, fazer esse procedimento não impede que a unha encrave novamente ao crescer outra vez. Por isso, tente afastar a unha, mas nunca a corte. Isso pode virar um problema mais sério.

Não use curativos apertados, pois isso aumenta ainda mais o encravamento. E sempre que for recorrer a um profissional, procure um médico! Nunca acredite ou confie em manicures ou pessoas que dizem resolver o problema, mas não têm preparo para isso.

Lembre que unha encravada pode piorar e gerar doenças que podem, inclusive, necessitar da amputação do dedo. Sempre procure uma opinião médica.

Quando procurar um médico

Existem algumas situações de unha encravada onde é preciso procurar ajuda médica assim que o problema surge. Isso evita que outros problemas mais graves apareçam e ajuda a resolver tudo muito mais rápido. Veja quando procurar um especialista:

A unha encravada também é chamada de onicocriptose

Lesões e unhas quebradas podem desencadear o problema (Foto: depositphotos)

  • Se você tem diabetes (devido ao problema de cicatrização e circulação)
  • Se você estiver sentindo muita dor ao caminhar
  • Se você possui má circulação sanguínea nas pernas
  • Se houve infecção ou inflamação ao redor da unha
  • Se a unha estiver com mau odor
  • Se o dedo estiver avermelhado ou mesmo arroxeado
  • Se você possui algum dano aos nervos da perna ou pé
  • Se você apresentar febre
  • Se houver formigamento nos pés ou pernas

Nos casos mais simples, um(a) pedicure ou podólogo(a) especializados podem desencravar a unha. Eles geralmente usam bisturi, tesoura e alicate próprios para remover a parte encravada da unha, mas lembre-se que pedicures não tem autorização para usar anestesia.

Veja também:  Ivermectina: bula, preço, posologia e efeitos colaterais

Caso seja necessário procurar um médico para resolver o problema, busque um dos seguintes especialistas:

  • Cirurgião geral
  • Podologista/Podólogo
  • Ortopodologista
  • Dermatologista

Em alguns casos, a cirurgia será a melhor opção para a unha encravada. É indicada para quando o paciente sofre constantemente com esse problema. A cirurgia é feita com anestesia local e retira uma parte da unha ou a unha toda.

Há também casos em que o médico prefire aplicar ácido sobre a unha, como o nitrato de prata. Esses ácidos corroem a parte encravada da unha, resolvendo o problema.

 

O que causa o encravamento da unha?

São muito os fatores que podem provocar ou aumentar as chances de unha encravada. Há também questões genéticas, por isso algumas pessoas são mais suscetíveis ao problema. Contudo, separamos alguns dos principais motivos do problemas. Veja:

  • Usar sapatos apertados
  • Usar sapatos fechados o dia todo, todos os dias
  • Cortar unhas de forma errada ou muito curtas
  • Pancadas nas unhas
  • Praticar exercícios com sapatos apertados
  • Deformidade nos dedos ou pés (por exemplo quando um dedo fica por cima de outro, colocando pressão sobre a unha)
  • Unhas grossas
  • Limpar bordas das unhas com palitos de churrasco ou objetos pontudos
  • Unhas curvadas (problema de nascença)
  • Lesões e machucados nos dedos

Além das causas citadas, vale ressaltar que qualquer pessoa pode ter unhas encravadas. Não importa se é uma pessoa com hábitos saudáveis ou mesmo pessoas sedentárias. A unha encravada surge de uma questão física, na maioria das vezes. Isto indica que qualquer pessoa pode ter um encravamento.

Uma vez tratada, a unha pode encravar de novo?

Sim, mesmo após uma cirurgia para tratar o problema. Como antes citado, este é um problema físico e existem várias causas para uma unha encravada. Você pode ter um encravamento por um motivo e depois ter outro encravamento na mesma unha por outro motivo.

Contudo, existem tratamentos que visam prevenir esse problema. Geralmente quem procura essa alternativa são pessoas que sofrem constantemente com encravamentos. O especialista para esse procedimento é o dermatologista.

Em caso de unha encravada, o tratamento se baseia em controlar infecção e alívio da dor. O procedimento para desencravar a unha infeccionada vai variar dependendo da gravidade, seguindo o método que o especialista considerar melhor e mais seguro.

Vale ressaltar, mais uma vez, que se você tem diabetes ou problemas de má circulação nas pernas, é preciso procurar um médico logo quando a unha encravar. Pessoas com esses problemas tem o dobro de riscos de agravamento.

Dicas para evitar a unha encravada

Por fim, agora que você aprendeu a desencravar a unha em casa e várias outras informações sobre esse problema, vou te dar dicas sobre como evitar que isso aconteça com você. São truques que, apesar de simples, podem ajudar bastante.

Em caso de inflação extrema, vale a pena contactar um especialista

A unha encravada pode ser tratada em casa, desde que não esteja muito inflamada (Foto: depositphotos)

Use sapatos confortáveis

Em primeiro lugar, procure sempre usar sapatos confortáveis. Eles exercem menos pressão nas unhas e dedos, o que diminui muito as chances de desenvolver unha encravada. Evite os calçados apertados e que machuque os dedos.

Essa dica deve ser seguida especialmente por pessoas diabéticas e que sofreram danos nos nervos dos pés. Estas pessoas podem não sentir a unha encravando logo de início.

Não corte as unhas muito curtas

Esse é um erro bem comum. A unha ideal é aquela cortada de forma quadrada e que esteja próxima à ponta do dedo. Por isso, não corte as unhas muito curtas ou arredondadas. Isso é praticamente pedir para que a unha encrave, principalmente se você usa sapatos fechados.

Ande descalço em casa

Se você passa o dia usando sapatos ou tênis, fique descalço ao chegar em casa. Esta é a melhor maneira de aliviar a pressão dos calçados nos pés. Isso ajuda a unha a crescer naturalmente e livre, o que diminui as chances de ela encravar.

Não se limite a sapatos

Alguns trabalhos e profissões exigem o uso de sapatos fechados ou tênis, mas se esse não é o seu caso, não use apenas esses calçados. Alternar o uso de sapatos, tênis, sandálias, e chinelos faz muito bem para o nascimento das unhas.

Por isso, quanto mais você usar calçados abertos, melhor vai ser o desenvolvimento dos unhas. Também é uma técnica que diminui o risco de unha encravada.

 

Preste atenção nos seus pés

Durante o após o banho, preste atenção nos seus pés. Dessa maneira, você sempre vai perceber quando a unha estiver encravando. Lembre que a unha encravada é muito mais facilmente tratada se percebida no início.

Por fim, seguindo essas dicas, vai ser bem difícil que as suas unhas encravem devido a pressão dos calçados. Além disso, outra vantagem de usar essas dicas é que você vai perceber a unha encravada sempre imediatamente, o que possibilita desencravar a unha em casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: