Como Acabar com as Estrias? 5 formas Naturais de Tratamento

As estrias raramente causam problemas médicos significativos, mas para algumas pessoas elas podem ser angustiantes e causar constrangimento.

É mais comum as mulheres (55%) sofrerem as com as estrias, que os homens (25%); elas aparecem tipicamente na área do abdômen, os peitos, coxas, nádegas, coxas e braços (1).

Para se livrar ou prevenir o surgimento delas, é possível usar métodos naturais eficazes.

Não deixe de ler e compartilhar.

Estrias

A pele consiste em uma camada superior chamada epiderme, a camada média chamada derme e, em seguida, a hipoderme. Elas ocorrem quando a camada média da pele é “rasgada”.

Essencialmente, elas são causadas pela sobrecarga da pele, que ocorre em certas condições, como a gravidez, a obesidade e o crescimento rápido.

O tecido fica danificado devido ao alongamento, e este alongamento da pele, ou derme, provoca cicatrizes.

Pesquisas sugerem que elas podem ser causadas por níveis elevados de esteroides, e a diminuição do colágeno.

Também aparecem com frequência em pacientes com doença hepática crônica, HIV e anorexia nervosa (2).

Causas

Em alguns casos, as estrias são mais prováveis e comuns de acontecerem. Descubra quais são:

  1. Gravidez

estrias-dr-juliano-pimentel-2
Estrias e a gravidez. Imagem: (Divulgação)

Um estudo publicado pelo Journal of Family Medicine e Primary Care, afirma que a gravidez é um período em que mais de 90% das mulheres têm alterações cutâneas significativas e complexas, que podem ter grande impacto sobre a vida da mulher.

Acontece que quando a pele é esticada por longos períodos, pode causar estrias (3).

Outro estudo mostrou que o surgimento delas pode ser ainda mais grave, e ocorrem com mais frequência durante a gravidez de mulheres mais jovens (4).

  1. Ganho ou Perda de Peso

estrias-dr-juliano-pimentel-3
Estrias: Oscilações no peso. Imagem : (Divulgação)

É muito comum o aparecimento de estrias quando ocorre o ganho ou perda de peso; devido ao rápido desenvolvimento da pele esticada.

Isso pode ocorrer através de ganho de peso por meio da obesidade, bem como de levantamento de peso. Além disso, a perda de peso pode revelar as estrias.

Quando o corpo aumenta de tamanho muito rapidamente, a pele não pode esticar o suficiente e as marcações podem aparecer devido ao estresse colocado sobre a pele.

No entanto, se os músculos são desenvolvidos em um ritmo mais lento, as estrias são menos propensas a aparecer.

Por outro lado, quando o corpo passa pela perda de peso rápida, estrias podem se tornar mais evidentes. Isso ocorre porque a gordura excessiva ou aumento no músculo esticou a pele por muito tempo.

3. Crescimento Rápido

Um fator que pode contribuir para o desenvolvimento de estrias são as intensas alterações hormonais, que causam o aumento de hormônios chamados glicocorticóides, que são produzidos por glândulas adrenais.

Hormônios esteroides auxiliam o crescimento do corpo durante a puberdade, e aumenta os níveis de glicocorticóides na corrente sanguínea, impedindo a derme de produzir níveis suficientes de fibras de colágeno e elastina que promovem a elasticidade da pele (5).

As marcas de estrias durante a adolescência geralmente ocorrem em indivíduos saudáveis de peso normal, que passam pela puberdade e crescem muito rápido.

O desenvolvimento de marcas na pele, coincidem com as mudanças corporais comuns dos adolescentes, como o alargamento testicular, desenvolvimento da mama, crescimento de pelos pubianos e a menstruação.

A condição é mais comum em meninos, partindo do pressuposto de que os meninos crescem mais rápido do que as meninas durante a puberdade (6).

O aparecimento desse problema é geralmente entre 14 e 20 anos de idade em homens; e entre 10 e 16 anos de idade em mulheres (7).

  1. Aumento da Cortisona

Elas também são causadas pelo aumento de cortisona no corpo. Cortisona é um hormônio produzido naturalmente pelas glândulas suprarrenais, mas o excesso dele pode fazer a pele perder a elasticidade e causar as estrias.

O uso de esteroides orais ou sistêmicos pode aumentar a quantidade deste hormônio no corpo, ressecando a pele e ocasionando estrias.

Algumas condições ou doenças, como síndrome de Cushing, síndrome de Marfan, e outras doenças da glândula adrenal, também podem ser a causa; aumentando a quantidade de cortisona em seu corpo (8).

Estágios das Estrias

Existem três fases de estrias.

A primeira fase é a fase aguda, caracterizada por estrias vermelhas e ligeiramente levantadas. Outra etapa é caracterizada por uma marca roxa ou avermelhada.

Já a terceira fase, é o estágio crônico caracterizado por áreas achatadas de pele com um tom rosa-avermelhado, que pode causar coceira e ser suscetível ao alongamento, podendo adquirir um tom roxo escuro.

Eventualmente, elas desenvolvem uma aparência branca e tornam-se planas.

As marcas de estrias são separadas da pele normal por uma área densamente embalada de feixes finos do colágeno.

Numerosos estudos apontam a formação de fibras do colágeno esticadas, alinhadas paralelamente à superfície da pele, seguida pela perda subsequente de colágeno e maior aplanamento.

Quantidades reduzidas de fibrilina, uma glicoproteína essencial para a formação de fibras elásticas no tecido, diminuíram a elastina na pele e contribuem para o aparecimento atrofiado de estrias.

As variações de cor das estrias são semelhantes ao processo de cicatrização de cicatrizes regulares (9).

Tratamentos Naturais

Se você quer se livrar das estrias, melhorar a aparência ou mesmo preveni-las, considere incluir estes tratamentos na sua rotina (10).

>> Vitamina K

A vitamina K é muito benéfica no tratamento e para a saúde da pele. Você pode encontrar a vitamina k em vegetais verdes como acelga, couve e espinafre (11).

>> Óleo de coco

Coconut fruint and oil. spa, alternative medicine
Estrias: Óleo de coco é um grande aliado. Imagem: (Divulgação)

O óleo de coco é um grande aliado para ajudar a minimizar as estrias. Ele melhora a elasticidade da pele, aumenta a regeneração celular e combate a infecção. Use o óleo de coco diretamente sobre a pele.

>> Gelatina Incolor

Como a perda de colágeno muitas vezes resulta em estrias, a gelatina pode ajudar a diminuir os riscos do seu surgimento e melhorar sua aparência, pois é uma fonte dietética de colágeno.

Quando tomado por via oral no corpo, a gelatina ajuda a melhorar a firmeza da pele e promove o crescimento de novas células, melhora a saúde do cabelo, unhas e a digestão.

>> Aloe Vera

O creme de aloe vera também ajuda a reduzir as cicatrizes na pele . Ela é uma excelente fonte de vitaminas e um hidratante natural surpreendente.

Apenas se certifique de comprar um produto de qualidade.

>> Alimente-se de Verdade

estrias-dr-juliano-pimentel-6
Estrias: Foque em carnes, legumes e frutas. Imagem: (Divulgação)

Tudo que você come afeta seu crescimento.

Se você quer evitar ou tratar estrias, coma de maneira saudável para melhorar o sistema imunológico e a saúde da sua pele.

A alimentação de verdade beneficia a saúde em geral.

Foque a sua alimentação em carnes, frutas e vegetais; e fique longe de alimentos processados e açucarados. 

Consulte o médico.

Lembre-se que a prevenção é sempre melhor que a cura.

Em resumo, um estilo de vida saudável pode colaborar para que as estrias não apareçam, ou ao menos melhorar seu aspecto.

Evite ganhar muito peso ou ter uma alimentação rica em alimentos industrializados.

É fácil ganhar novas estrias, mas trata-las pode demorar. Então cuide da saúde da sua pele, hidrate-se e coma alimentos que nutrem de verdade o seu corpo.

Dr. Juliano Pimentel.

 

 

%d bloggers like this: