Faz mal comer as sementes de melancia?

Muitas pessoas tem dúvida se devem ou não comer as sementes da melancia. Algumas, por medo da resposta, acabam evitando ingerir as sementes da fruta, consumindo somente a polpa da fruta. O que muita gente não sabe é que, no geral, quase nenhuma semente de fruta faz mal. As da melancia entram nessa lista e, na verdade, são bem benéficas ao organismo.

Sendo um fruta doce e bonita, a melancia é bem aceita pelo público consumidor, em especial crianças e adolescentes. É diurética e fornece vitaminas B1, B2, A e C, além de nutrientes como cálcio e fósforo, que garantem a produção de betacaroteno, licopeno e glutationa, antioxidantes que protegem o organismo contra o envelhecimento precoce, a oxidação das células e contra o câncer.

Mas não é só a polpa vermelha da fruta e a parte branca entre a polpa e a casca que são ricas em nutrientes, as sementes da melancias possuem benefícios que até mesmo as outras partes da frutas não oferecem. Confira:

Benefícios das sementes de melancia

Composição das sementes de melancia é repleta de nutrientes

Muitos são os nutrientes existentes na composição das sementes de melancia (Foto: depositphotos)

Na composição nutricional das sementes da melancia é possível encontrar gorduras, proteínas, ferro e outros nutrientes. Em alguns lugares do mundo, elas são torradas e servidas como lanche e ou complemento de refeições.

Assim como a maioria das sementes, elas ajudam no funcionamento do intestino e no combate a prisão de ventre. Além disso, devido a sua composição repleta de nutrientes, as sementes têm valor energético devido ao licopeno, um antioxidante que ajuda nas funções do corpo.

As sementes ajudam a manter unhas, cabelo e pele bonitos e saudáveis, devido às vitaminas e sais da sua composição nutricional.

Entre as principais vitaminas e minerais estão o cálcio, ferro, a tiamina, riboflavina, niacina, magnésio, fósforo, potássio, zinco, cobre e manganês. Além disso, As sementes de melancia são compostas por cerca de 35% de proteínas de qualidade elevada e, dos noves aminoácidos essenciais, as proteínas desta semente são bem classificadas em quase todos, com exceção da lisina.

Mas não se engane achando que consumir as sementes da melancia é só mil maravilhas. Em uma xícara de dessas sementes há cerca de 600 calorias, com mais da metade delas provenientes da gordura em sua composição. Então não é muito recomendado para quem quer emagrecer.

Também contém óleo em sua composição e, quando ingeridas de forma natural, são difíceis de digerir. Por isso, podem ser prejudiciais para a digestão e para quem tem problemas no estômago.

Como consumir as sementes da melancia?

Saber consumir as sementes de melancia sem prejudicar a saúde é algo essencial

É essencial saber como consumir as sementes de melancia sem prejudicar a saúde (Foto: depositphotos)

Uma melhores opções é triturar as sementes em um processador ou liquidificador e produzir uma farinha de semente de melancia, que ajuda a complementar lanches, sucos e refeições. Adicione uma colher de sopa da farinha em sucos e no almoço, por exemplo.

Você pode também usar as sementes no preparo do suco de melancia. Se puder triturar antes levar ao liquidificador, melhor ainda. Lembre de coar em seguida.

Em países africanos, elas são torradas em frigideira e servidas como tira-gostos, petiscos e lanches, mas é importante lembrar que é uma opção calórica.

É muito importante mastigar bem a semente se for comê-la inteira. Isso é essencial para que o organismo absorva os nutrientes. Caso contrário, a semente é de difícil digestão e pode não servir de nada no processo digestivo, ainda prejudicando essa etapa.

Outra opção é realizar a infusão das sementes. Triture 40 gramas de semente de melancia e adicione a meio litro de água em fervura. Deixe por meia-hora e depois espere esfriar. Coe em seguida e leve a infusão ao liquidificador com 150 gramas de melancia cortada (sem sementes). Bata e beba gelado. Pode conservar na geladeira para ir bebendo durante a semana.

Veja Também: Magnésio e Os Seus Incríveis Benefícios

Chá da semente de melancia

Poderosas são as propriedades do chá das sementes de melancia

Chá das sementes de melancia tem propriedades poderosas (Foto: depositphotos)

Essa receita de chá é uma das formas de consumir as sementes e ainda ajuda em várias funções do corpo. Tem propriedades vasodilatadoras, auxiliando a combater a impotência sexual e na circulação sanguínea. Serve para eliminar vermes do organismo e no combate e prevenção a hipertensão. Além disso é um chá diurético, que ajuda o corpo a não reter líquidos.

Para preparar, separe cerca de 2 colheres de sopa de sementes e deixe desidratar de um dia para outro. Com as sementes desidratadas, leve a meio litro de água e leve ao fogo. Quando atingir o ponto de fervura, tampe a panela e desligue o fogo.

Quando estiver morno, beba sem as sementes. Pode coar para facilitar. Ele também pode ser consumido frio e o ideal é que ele seja bebido fresco, no mesmo dia do preparo, mas não de uma só vez. Vá bebendo em pequenas quantidades durante o dia.

Não coma qualquer semente

Quais sementes são permitidas comer é algo muito importante

É preciso saber quais sementes são permitidas comer (Foto: depositphotos)

Depois de ver os benefícios da semente de melancia, não se anime e vá achando que toda semente é comestível e faz bem. Algumas sementes de frutas não servem para o consumo e ainda podem causar problemas para o organismo.

A semente da maçã, por exemplo, não pode ser ingerida. Elas contém amigdalina, um composto que produz cianeto ao entrar em contato com as enzimas do corpo humano. O cianeto gera um tipo perigoso de veneno, que inclusive é capaz de matar. Comer uma ou duas sementes por acidente não mata, mas é preciso ter cuidado.

Amigdalina também está presente nos caroços de pêssego, pêra, cereja e damasco. Todas essas sementes não devem ser consumidas ou  incluídas em receitas.

A castanha de caju, considerada semente também, não pode ser ingerida crua, pois possui toxinas que geram problemas de pele como dermatite e inflamações. Se consumida crua e em grande quantidade, pode inclusive matar. Ela só elimina essas toxinas quando é torrada.

%d blogueiros gostam disto: