Vitiligo tem cura? Saiba o que é, suas causas, sintomas e tratamento

Vitiligo é uma doença que afeta a pele e que causa manchas brancas em várias partes do corpo. A doença afeta homens e mulheres de todas as raças igualmente. A National Vitiligo Foundation estima que 0,5 a 1% da população em geral tem vitiligo. Hoje, vamos conhecer as causas, sintomas e tratamentos para essa doença.

O que é vitiligo?

Vitiligo é uma condição de pele em que áreas da pele perdem a cor. A área total da pele que pode ser afetada pelo vitiligo varia entre os indivíduos. Também pode afetar os olhos, o interior da boca e os cabelos. Na maioria dos casos, as áreas afetadas permanecem descoloridas para o resto da vida da pessoa.

A doença ocorre porque as células que produzem pigmento (cor) na pele são destruídas. Essas células são chamadas de melanócitos.

O vitiligo não é doloroso e não tem consequências significativas para a saúde, no entanto, pode ter consequências emocionais e psicológicas. A maioria das pessoas que têm vitiligo irá desenvolver a condição antes dos 40 anos de idade, cerca de metade pode desenvolvê-lo antes dos 20 anos de idade.

A condição é fotossensível. Isso significa que as áreas afetadas serão mais sensíveis à luz solar do que aquelas que não são. É difícil prever se as manchas se espalharão no início. A propagação pode levar semanas, ou os manchas podem permanecer estáveis ​​por meses ou anos. As manchas mais leves tendem a ser mais visíveis em pessoas com pele escura ou bronzeada.

Vitiligo causas

vitiligo
A causa não é conhecida. Vitiligo pode ser uma doença auto-imune. Essas doenças ocorrem quando seu sistema imunológico ataca erroneamente alguma parte do seu próprio corpo. No vitiligo, o sistema imunológico pode destruir os melanócitos na pele. Também é possível que um ou mais genes possam fazer com que uma pessoa tenha maior probabilidade de ter o transtorno.

Alguns pesquisadores pensam que os melanócitos se destroem. Outros pensam que um único evento, como queimaduras de sol ou sofrimento emocional, pode causar vitiligo. Mas esses eventos não foram comprovados como causa do vitiligo.

Tipos de vitiligo

A doença pode ser dividida em dois grandes grupos e em sete tipos de vitiligo:

Vitiligo localizado

O vitiligo localizado se espalha mais rapidamente, depois se estabiliza e não surgem mais manchas. É muito menos comum e afeta apenas cerca de 10% das pessoas com vitiligo. Não é simétrico. É mais notável em grupos de idade precoce, afetando cerca de 30% das crianças diagnosticadas com vitiligo.

Esse pode ser classificado como segmentar, focal ou de mucosas. O vitiligo segmentar provoca manchas de um lado só do corpo. No tipo focal é o mais comum de todos, nele, aparecem manchas em duas ou três partes do corpo, como mãos, axilas, pés e pálpebras. Já o de mucosas, as manchas aparecem somente em lábios e na região genital.

Vitiligo generalizado

O vitiligo generalizado pode progredir rápida ou lentamente e também pode se consolidar depois de um determinado tempo O vitiligo focal também pode se desenvolver de forma generalizada e afetar várias áreas do corpo.

São quatro tipos de vitiligo generalizado: vulgar, misto, universal e acrofacial. O mais é o vulgar, em que as manchas surgem de forma simétrica em diversas áreas do corpo. No caso do vitiligo misto, há uma mistura dos tipos vulgar e segmentar. O tipo universal é muito raro e chega a afetar mais de 70% do corpo. Já o vitiligo do tipo acrofacial só leva ao aparecimento das manchas brancas no rosto, nas mãos e nos pés.

Vitiligo sintomas

vitiligo
Manchas brancas na pele são um dos principais sintomas de vitiligo. Estas são mais comuns em áreas onde a pele está exposta ao sol. Elas podem estar nas mãos, nos pés, nos braços, no rosto e nos lábios. Outras áreas comuns para manchas brancas são:

  • – As axilas e a virilha
  • – Ao redor da boca
  • – Olhos
  • – Narinas
  • – Umbigo
  • – Órgãos genitais
  • – Áreas retais

As pessoas com vitiligo geralmente têm cabelos que ficam brancos mais cedo. Aqueles com pele escura podem notar uma perda de cor dentro de suas bocas.

Vitiligo é contagioso?

Como o vitiligo não é causado por um germe ou vírus, não pode ser transmitido de uma pessoa para outra, de modo que a condição não é contagiosa. Na verdade, os pacientes com vitiligo podem sentir-se isolados e sozinhos simplesmente por causa de sua aparência e pela forma com que outras pessoas os olham.

Sendo assim, não evite pessoas que sofram do problema por medo de que você possa pegar a doença. Em muitos casos, essas pessoas estão se sentindo sozinhas e só querem alguém que as trate bem e as veja de maneira comum.

Vitiligo é hereditário?

Sim, o vitiligo pode ter um fator hereditário. As crianças cujos pais têm o transtorno são mais propensas a desenvolver vitiligo. No entanto, a maioria das crianças não terá vitiligo mesmo se um pai tiver. Cerca de 30% das pessoas que têm vitiligo têm um membro da família com a mesma condição.

Outras pessoas com certas doenças auto-imunes (como o hipertireoidismo) são mais propensas a obter vitiligo do que as pessoas que não possuem doenças auto-imunes. Os cientistas não sabem por que o vitiligo esta interligado com essas doenças. Porém, a maioria das pessoas com vitiligo não tem outra doença auto-imune.

Existem também ligações entre vitiligo e outras doenças auto-imunes, como alopecia areata, doença de Addison, doença genética e anemia perniciosa.

Diagnóstico do vitiligo

vitiligo
O médico usará sua história familiar e médica, exame físico e testes para diagnosticar vitiligo. O médico pode fazer perguntas como:

  • – Você tem familiares com vitiligo?
  • – Você ou membros da família têm alguma doença auto-imune?
  • – Você teve uma erupção cutânea, uma queimadura solar ou outro problema de pele antes que aparecessem as manchas brancas?
  • – Você teve algum tipo de estresse ou doença física?
  • – Seu cabelo ficou branco antes dos 35 anos?
  • – Você é sensível ao sol?

O médico também deverá realizar um exame físico para descartar outros problemas de saúde ou de pele. Outros testes podem incluir:

  • – Retirar uma pequena amostra (biópsia) da pele afetada a ser examinada
  • – Exames de sangue

O seu médico também pode fazer exames de sangue para verificar os níveis de vitamina B-12 e a função da tireoide. Uma tireoide hiperativa e uma deficiência de vitamina B-12 são frequentemente associadas ao vitiligo. A execução desses testes pode ajudá-lo a obter tratamento imediato para quaisquer condições relacionadas, se necessário.

Vitiligo tem cura?

Infelizmente não há cura para o vitiligo, mas existem tratamentos que podem retardar ou reduzir o aparecimento de manchas na pele. A doença vitiligo é indolor e benigna. O objetivo do tratamento é restaurar o pigmento na pele. Tratar o vitiligo é um compromisso a longo prazo. A maioria das terapias não mostra resultados por vários meses.

Existem pesquisas com potenciais curas ou tratamentos para vitiligo em andamento. Quem sabe num futuro próximo, será possível reverter essa condição totalmente.

Vitiligo tratamento

vitiligo
Um dos tratamentos mais eficazes para a adição de pigmento de volta à pele é a fotoquimioterapia, também chamada de psoraleno e terapia com ultravioleta A, mas esse método pode ser arriscado. Durante o tratamento, o paciente consome ou aplica topicamente psoraleno, que reage quando exposto à luz ultravioleta. As desvantagens do tratamento são sua duração, que é demorado, e também que pode causar manchas irregulares ou escuras.

Os cremes de corticosteroides podem ser eficazes para pessoas com grandes áreas de perda de cor. Os cremes imunomoduladores funcionam melhor, especialmente no rosto, para pessoas com pequenas áreas de despigmentação. Esses cremes podem ter menos efeitos colaterais, mas às vezes são associados com maior risco de linfoma e câncer de pele.

Se mais da metade do corpo do paciente vitiligo perdeu pigmento, remover o pigmento do resto pode ser a melhor opção. Isso é feito espalhando medicamentos nas áreas mais escuras da pele até que clareá-las. O resultado é permanente e deixará o paciente extremamente sensível à exposição ao sol.

Os métodos cirúrgicos também têm suas vantagens e desvantagens. O enxerto de pele pode ser usado se as manchas de cor clara forem pequenas. Nestes procedimentos, os médicos removem pequenos pedaços de pele saudável e colocam-as onde o pigmento precisa ser restaurado. O enxerto pode causar cicatrizes ou cores irregulares.

O enxerto por bolhas é menos provável que cause cicatrizes, mas a área tratada ainda pode não parecer normal, e não há garantia de que este método também funcione. Nesse método, os médicos criam bolhas em cima da pele pigmentada, após, retiram esse material, que é transplantado em partes descoloridas.

Finalmente, os médicos podem optar por implantar pigmento sob a pele (micropigmentação), como uma tatuagem. Isso funciona melhor em torno dos lábios, especialmente se um paciente com vitiligo tivesse a pele mais escura.

Aumentar a conscientização sobre o vitiligo, por exemplo, ao falar com amigos sobre isso, pode ajudar as pessoas com a condição para superar essas dificuldades. Conectar-se com outros que tenham vitiligo também podem ajudar.

Pomada para vitiligo

Somente um médico pode dizer qual medicamento ou pomada para o tratamento do vitiligo. Alguns exemplos de medicamentos usados são o Viticromin, que pode ser encontrado como pomada, solução tópica e comprimido. Há também o Melagenina Plus, que trata o vitiligo e possíveis queimaduras. A Prednisona é também uma opção de tratamento, ela pode ser encontrada os nomes de Predisim, Predicorten, Predinis, Prednison ou Meticorten.

As pomadas de corticosteroides são cremes contendo esteroides. Alguns estudos concluíram que a aplicação de corticosteroides tópicos nas manchas brancas pode interromper sua propagação. Outros relataram a restauração total da cor da pele original. Os corticosteroides nunca devem ser usados ​​no rosto.

Se houver alguma melhora após um mês, o tratamento deve ser pausado por algumas semanas antes de iniciá-lo novamente. Se não houver melhora após um mês, ou se ocorrerem efeitos colaterais, o tratamento deve ser interrompido.

Complicações do vitiligo

O vitiligo não desenvolve outras doenças, mas as pessoas com a condição são mais propensas a experimentar:

  • – Queimadura solar dolorosa
  • – Perda de audição
  • – Mudanças na visão e produção de lágrimas

Mais informações

Não há remédios caseiros comprovados para curar o vitiligo. O uso de protetores solares, bem como maquiagem ou corantes para cobrir as áreas claras da pele, pode melhorar a aparência. Fale com outras pessoas que têm vitiligo. Um grupo comum com vitiligo pode ajudá-lo a encontrar suporte e informações de tratamentos. Família e amigos são outra fonte de apoio.

Dicas Saude.

%d bloggers like this: