15 alimentos e nutrientes são saudáveis para a menina

0
149
15 alimentos e nutrientes saudáveis para a mulher
15 alimentos e nutrientes saudáveis para a mulher

[bloqueador]

Alguns dos alimentos saudáveis para uma menina, ele é rico em nutrientes essenciais para cada fase da vida de uma mulher. De acordo com a nutricionista e consultora da Superbom, fotos de vanessa Ms, para todos os grupos de idade, há uma necessidade do corpo de uma mulher.

Por exemplo, enquanto o ferro é essencial durante a infância, a adolescência são as vitaminas do complexo B, algumas das substâncias que são mais importantes neste período. Da mesma forma, na vida adulta, os nutrientes, tais como vitaminas A, C e ácidos graxos essenciais que são essenciais.

Já na terceira idade, um nutricionista recomenda que as mulheres investir em alimentos que são ricos em isoflavona. Isso porque essa substância tem um efeito semelhante ao estrógeno no organismo feminino. Além disso, para as refeições que estão cheio de vitamina E.

À luz deste conselho, nós separamos os 15 alimentos e nutrientes que são saudáveis para o corpo., feminino. Estes itens são apresentados no decorrer do artigo, eles são divididos de acordo com a faixa etária e a importância de que. A seguir cada um deles.

Alimentos saudáveis para uma mulher na infância

Várias frutas, frutas, legumes e outros alimentos naturais são essenciais para manter o corpo em uma posição feminina, saudável e seguro. Mas assim como os homens e as mulheres que precisam de nutrientes específicos no curso de suas vidas. Assim, faça exame de um olhar em que os alimentos são essenciais para a nutrição da fêmea durante a infância!

Frutas cortadas

Os principais alimentos a serem introduzidos na vida de uma criança é o fruto (Imagem: pixabay)

O fruto

Ele foi o primeiro alimento que você não deve perder de refeições mulheres, é, na verdade, um conjunto de itens no fruto. De acordo com a nutricionista, as mães que estão amamentando a falar sobre suas experiências após a amamentação exclusiva até os seis meses de idade, a criança será capaz de aproveitar os alimentos que são ricos em ferro, zinco, vitaminas a, C, e D.

“O ferro, por exemplo, a fim de auxiliar na formação do cérebro e suas funções neuromotoras. Como para as outras vitaminas, que ajudam a absorver o ferro, para fortalecer o sistema imunológico e a saúde óssea, respectivamente”, diz a especialista em nutrição.

Portanto, é necessário apostar, por exemplo, a laranja, banana, abacate, mamão, melancia e manga. (1)

Legumes

Outros alimentos que são importantes durante a infância, nos legumes e vegetais folhosos. Juntos, estes produtos são capazes de manter um peso saudável e prevenir o aparecimento de problemas futuros, tais como a obesidade, doenças cardíacas, diabetes do tipo 2. (2)

O feijão

Assim como os vegetais, e todos os tipos de grãos, em suas formas naturais, eles também contribuem para a prevenção de problemas de saúde. Na sua infância, principalmente, de que o alimento contribui para a ingestão de nutrientes importantes para o organismo, tais como a fibra, ácido fólico e ferro de engomar. (2)

Ervilhas pinto

Que é semelhante ao feijão, lentilhas também são bons para trazer para o alimento, especialmente para as meninas. É por isso que esse produto é uma fonte de magnésio e cálcio, dois nutrientes importantes para o crescimento e desenvolvimento saudável. (3)

Os alimentos são essenciais na adolescência

Nesta fase da minha vida, não é incomum para os jovens o desejo de seguir os padrões de beleza impostos pela nossa sociedade. No entanto, este tipo de comportamento, deve ser refreada por seus pais, evitando todos os adolescentes apresentam problemas, tais como, anorexia nervosa, bulimia ou até mesmo a depressão.

Como uma adolescente, todas as meninas estão no período de transição, é o início da menstruação e o corpo em constante estado de transformação. Desta forma, o nutricionista, mães que amamentam sobre suas experiências, Ela recomenda alimentos que são fonte de vitaminas do complexo B, ferro e zinco.

Nozes e castanhas

As sementes são os alimentos que são considerados antioxidantes (Imagem: pixabay)

Vitaminas do complexo B

Os produtos que vêm de animais (carne, peixe, ovos, aves, leite e produtos lácteos), vegetais de folhas verdes, legumes, grãos e feijões são alguns dos alimentos ricos em diversas vitaminas que compõem o complexo b. Para os adolescentes, eles também podem ser o tônus muscular, e (4) para evitar a dor de cólica.

Eles também são bons para a pele, cabelo, olhos, ouvidos, boca e fígado. Também para promover a melhoria na função cerebral, combater a depressão, fadiga, dores de cabeça e náuseas. (4) serão adoptadas em conformidade com a ingestão diária de alimentos de jovens.

Óleo

Em geral, o óleo de sementes são importantes para todos os grupos de pessoas. Isso é porque eles são ricos em diversos nutrientes que são importantes para o corpo humano, tais como sais minerais, vitaminas, fibras e gorduras saudáveis. (5)

Além disso, existem alimentos que são considerados anti-oxidantes, que contêm uma grande quantidade de selênio, e ácidos graxoscomo o ômega-3 e ômega-6. No entanto, ele deve ser usado com cuidado, pois eles são as calorias e como ele pode ajudar a ganhar peso. (5)

Estes são exemplos de oleaginosas na árvore de castanhas, nozes e amêndoas.

Ferro

O uso de alimentos ricos em ferro é essencial durante a puberdade, em ambos os homens e as mulheres. Isso porque é durante este tempo que o crescimento rápido nas jovens. No entanto, este nutriente é ainda mais importante para os adolescentes, devido à perda de ferro durante a menstruação.

Para se ter uma ideia, depois de 16 anos, a necessidade diária de ferro é três vezes maior para as meninas. Se este for o caso, então é recomendado que o fornecimento seja composta de alimentos com um alto valor nutricional, bem como ferro, como carnes, grãos e vegetais folhosos. (6)

Adulto

Durante este período em sua vida, e muitas mulheres têm de lidar com uma variedade de problemas, portanto, a responsabilidade é ainda maior na fase adulta. Trabalho, estudo e, às vezes, as famílias não demorar muito tempo no sexo feminino.

Com isso, há uma boa chance de esquecer os princípios básicos de saúde, como, por exemplo, uma dieta adequada e saudável. Assim, olhar para fora, como você faz para não deixar de lado neste momento tão importante de bater o direito a alimentos.

Monte de espinafre

Vegetais de folhas verdes, tais como espinafre, é rica em vitamina A (Foto: pixabay)

A Vitamina E

Infelizmente, a falta de vitamina a no corpo humano, é muito comum no Brasil, especialmente em crianças e em mulheres que estão a amamentar. (7) Por esta razão, é importante comer alimentos que são ricos em micronutrientes e encontrada em fontes de origem dos animais, mas também na fábrica.

Em adição ao leite materno, é possível encontrar A vitamina A no fígado bovino, a gema de um ovo e leite de vaca.

Eles também são fontes desse nutriente é os vegetais de folhas verdes, tais como espinafre e couve; o amarelo legumes, como abóbora e cenoura; frutas amarelo-alaranjados, como manga, caju, mamão e caqui; e os óleos de frutos e sementes, tais como óleo de palma, e anos. (7)

Cada um dos estes produtos promovem o corpo para funcionar, o chamado de um antioxidante. Para quem não sabe, esse é o impacto da aids na redução de danos para as células do corpo, que é causado pelos radicais livres. Além de manter seu corpo saudável, ela também impede o envelhecimento prematuro.

A Vitamina C

Outra vitamina essencial para as mulheres é a vitamina C, também chamada de ácido ascórbico. Um bem-conhecido e falado, isto é, os nutrientes e pode ser encontradmewn frutas como a acerola, mamão, goiaba, kiwi, morango e laranja. Pimentão, brócolis, e couve-flor são os alimentos ricos na substância.

Como na seção anterior, a vitamina C age contra os radicais livres para formar uma primeira linha de defesa contra essas substâncias. Desta forma, ajuda o sistema imunológico, promovendo a resistência a infecções e inflamações. Além disso, ele é associado com a formação de novo colágeno e glóbulos vermelhos no sangue. (8)

Omega-3

De acordo com o médico, nutricionista e vice-presidente da Associação Médica Brasileira de Ortomolecular, Wallace Ler, comer uma dieta que é rico em ômega-3 melhorar a qualidade de vida para as mulheres e traz mais de um sentido de bem-estar para o seu dia-a-dia.

Além disso, de acordo com o médico, o câncer de mama, doença cardiovascular (dcv), e as alterações hormonais podem sofrer a influência do uso regular da substância e seus anexos.

Portanto, é recomendado fazer uso de óleos de peixes marinhos, como a sardinha, salmão, atum, arenque e salmão. Também é indicado para ser usado no mar, algas, óleos vegetais, sementes e algumas plantas, tais como nozes, por exemplo). (9)

Omega-6

Além de omega-3, 6 tipo, ele também é considerado para ser um afiliado para a saúde e o bem-estar das mulheres. Este é o tipo de ácido graxo que pode proteger a pele dos problemas, para aliviar os sintomas da tensão pré-menstrual , e para combater as doenças cardiovasculares (dcv).

Além disso, o ômega-6, e também age para proteger os ossos contra desgaste e, assim, evitar uma pré-disposição a doenças como a osteoporose. Por todas estas razões, recomenda-se que o consumo diário de alimentos, tais como óleos vegetais, como girassol, milho, soja, etc. (9)

O alimento é essencial para as meninas na 3ª idade

Há uma série de problemas e doenças são muito comuns durante esta fase da vida das mulheres. Com o avanço da idade, é também o envelhecimento das células, enfraquecimento dos ossos e o enfraquecimento das funções vitais do corpo.

Então, confira quais alimentos são mais adequados para as mulheres idosas que cuidam de sua saúde, na forma mais natural possível.

A soja e seus derivados são capazes de aliviar os sintomas da menopausa (Foto: pixabay)

Soja

A alteração da idade adulta para a velhice traz também alterações hormonais de meninas. Se este for o caso, não é incomum para as mulheres a passar por um período chamado de a menopausa, quando há uma diminuição gradual da atividade dos ovários na produção de hormônios como o estrogênio e a progesterona. (10)

Com esta redução, existem alguns sintomas comuns da menopausa, tais como insônia, ansiedade e irritabilidade. Além disso, também é comum aumentar o risco de desenvolver osteoporose.

Felizmente, estudos têm mostrado que a soja tem uma substância chamada isoflavona, uma sub-classe de compostos, e flavonóides, e tem atividade estrogênica. Portanto, pode-se reduzir o impacto da menopausa, que faz com que o período a ser mais leve para a mulher.

Além da soja, que é a principal fonte de isoflavonas, a comida na base de que eles também têm substância. Por esta razão, ele é apropriado para adicionar produtos alimentícios, tais como o leite de soja e tofu. Sementes de girassol, nozes, feijões, ervilhas, lentilhas, ervilhas e os legumes são outras fontes que acreditamos ser confiáveis. (10)

A Vitamina E

Outros alimentos que podem aliviar os sintomas da menopausa, que são fonte de vitamina E. de Acordo com alguns estudos, esta substância ajuda a reduzir as ondas de calor , que são muito comuns na vida das mulheres.

Além disso, esta é a mesma substância que atua como um anti-oxidante. Como vimos, esta em vigor protege as células do envelhecimento precoce em manter o corpo jovem, na medida do possível.

Altos níveis de vitamina A reduz o risco de ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral, a maioria das pessoas, incluindo as mulheres. Este nutriente também pode retardar ou prevenir doenças associadas com a idade. Um exemplo disso é melhorar a sua memória a curto prazo em adultos mais velhos.

Portanto, é recomendável adicionar em alimentos fontes de vitamina E, como, por exemplo: legumes frescos, azeite de oliva e óleos de origem vegetal. (8)

Cálcio

A proporção de cálcio e fortalecimento dos ossos é muito popular na sociedade, e por esta razão, é comum para estimular o uso de minerais em todas as fases da vida de uma mulher, especialmente em idosos.

Isto é porque a menopausa aumenta o risco de osteoporose em mulheres. “Uma em cada três mulheres após a menopausa, e a maioria da população de idosos que sofrem de osteoporose.” (11)

Com o uso de cálcio é adequado, o risco de desenvolver este problema seja minimizado. Portanto, é de se notar que o uso de leite e produtos lácteos.

Alimentos integrais

Para obter uma lista completa de nossos alimentos e nutrientes para a saúde da mulher na área, incluindo o pão e bolos, por exemplo. Isto porque, estes produtos são ricos em fibras, o que ajuda no melhor funcionamento do intestino. (12)

*O artigo é feito com a ajuda de uma nutricionista, e um conselheiro para o Superbom, fotos de vanessa Ms (CRN 42.830/SP, brasil) e um médico, nutricionista, Renato Porto (CRM-SP (58.672).

Referências

(1) BORTOLINNI, J. A.; FISBERG, Mauro. “Aconselhamento nutricional no paciente com deficiência de ferro“. Revista brasileira de Hematologia, da Associação Brasileira de Hematologia e Hematerapic. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbhh/2010nahead/aop70010.pdf. Acesso em 24 de junho de 2019.

(2) a FAMÍLIA, Elizabel Anos. “Saudável na infância“. Uma monografia de especialização da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, brasil, em 2014. Disponível em: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/bitstream/1/4785/1/MD_ENSCIE_IV_2014_35.pdf. Acesso em 24 de junho de 2019.

(3) Sociedade Brasileira de Cardiologia. “Data Book ” Da Campanha, Sobre O Tema Das Mulheres“. Disponível em: http://prevencao.cardiol.br/campanhas/hipertensao/cartilha-mulher-2014.pdf. Acesso em 24 de junho de 2019.

(4) para a “vitamina do complexo B” Aditivos & Ingredientes. Disponível em: http://funcionaisnutraceuticos.com.br/upload_arquivos/201612/2016120367203001481552689.pdf. Acesso em 24 de junho de 2019.

(5) o Governo do Brasil. “Você sabe de todos os benefícios da castanha do pará, macadâmia, amêndoas e“. 2015. Disponível em: http://www.brasil.gov.br/noticias/saude/2015/01/saiba-os-beneficios-decastanhas-nozes-e-amendoas. Acesso em 24 de junho de 2019.

(6) VITALLE, e Maria Sylvia de Souza. “A alimentação na adolescência“. Disponível em: https://extensao.cecierj.edu.br/material_didatico/sau2202/pdf/aula05_leitura02_AlimentacaoNaAdolescencia.pdf. Acesso em 24 de junho de 2019.

(7) o Servidorcomeu a Saúde. “A Maneira de o comportamento geral do Programa Nacional de Suplementação de Vitamina“. Brasília, maio de 2013. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/manual_condutas_suplementacao_vitamina_a.pdf. Acesso em 24 de junho de 2019.

(8) No Arquivo De Vitaminas. “Vitaminas“. Food ingredients Brasil nº 29, de 2014. Disponível em: http://www.revista-fi.com/materias/378.pdf. Acesso em 24 de junho de 2019.

(9) “Ácidos graxos poliinsaturados na comida“. Aditivos & Ingredientes. Disponível em: http://aditivosingredientes.com.br/upload_arquivos/201601/2016010459045001453468854.pdf. Acesso em 24 de junho de 2019.

(10) ESTEVES, Dulce Maria Boleta. “Fitoestrogénios, saúde, alimentação e prevenção de doenças“. Faculdade de Ciências e alimentação, Universidade do Porto. 2004. Disponível em: https://repositorio abrir.até.pt/bitstream/10216/54602/5/68443_04-31T_TL_01_P.(pdf). Acesso em 24 de junho de 2019.

(11) (LIMA, Adriana de souza, et al. “Dieta a ingestão de cálcio em mulheres adultas e sua relação com a densidade mineral óssea“. Artigo Original Revista Brasileira de Nutrição Clínica, a fim de 2016. Disponível em: http://www.braspen.com.br/home/wp-content/uploads/2016/11/06-Ingest%C3%A3o-diet%C3%A9tica-de-calcio.pdf. Acesso em 24 de junho de 2019.

(12) o ministério da Saúde. “Uma alimentação saudável para pessoas idosas“. Brasília, 2009. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/alimentacao_saudavel_idosa_profissionais_saude.pdf. Acesso em 24 de junho de 2019.

[/bloqueador]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui