Categorias: Bemaisaúde

63% dos municípios já vacinaram adolescentes sem comorbidades

Adolescentes entre 12 e 17 anos sem comorbidades são vacinados contra a Covid-19 em 63% dos municípios brasileiros esta semana.

Outros 37% foram vacinados para pessoas entre 18 e 24 anos.

Os dados são da 26ª edição da pesquisa realizada pela Federação Nacional dos Municípios (CNM). E é menos de 1% maior do que essa faixa etária.

Ou seja, a pesquisa realizada entre os dias 20 e 23 de setembro ouviu a opinião de 2.461 gestores municipais.

No entanto, a pesquisa também mostrou que mesmo depois de o Ministério da Saúde (MS) ter divulgado nota técnica na semana passada, 75% dos municípios continuaram a vacinar os jovens para orientar o grupo a se retirar da campanha de imunização.

A CNM destacou que, na última quarta-feira (22), a pasta voltou a recomendar a vacinação para a faixa etária de 12 a 17 anos sem comorbidades.

No entanto, com autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a decisão está em consonância com a posição técnica federal, e a coalizão divulgou nota para fortalecer a imunização de crianças e adolescentes.

Reforço

60% das cidades começam a usar doses de reforço em idosos.

Entre os que ainda não iniciaram a vacinação, 84% disseram que se organizaram para iniciar a vacinação.

Na semana passada, uma pesquisa mostrou que esse tipo de imunização já se tornou realidade em 31% das cidades.

Suspensão de aulas

Esta pesquisa traz um novo questionamento para analisar a retomada das aulas nas entidades locais.

De acordo com a pesquisa, cerca de 78% das cidades oferecem cursos presenciais, totalizando 1.921 cidades pesquisadas.

Entre eles, devido ao caso Covid-19, 23% das pessoas tiveram que suspender pelo menos uma aula.

Outros 77% dos entrevistados disseram não ter tomado tais medidas até agora.

Falta de imunizantes

Um quinto das cidades pesquisadas esta semana não foram vacinadas, então há 21% ou 508 localidades no total.

Entre eles, 45% disseram não ter a primeira dose da vacina, principalmente a Pfizer (80%).

Já 70% dos gestores afirmaram que não conseguem cumprir o calendário de vacinação da população devido à falta de vacinas.

Neste caso, a vacina que mais faltou foi a Astrazeneca (96%).

Novos casos e óbitos

Portanto, nesta semana 1.830 (74%) municípios não registraram óbitos pela doença. Outros 11% indicaram estabilidade; Redução de 8%; e um aumento de 5%.

Assim, os casos de internação também apresentam um cenário otimista:

59% dos municípios não tiveram novas admissões; 16% de estabilidade; Diminuição de 15%; e um aumento de 7%.

Conheça a ECMO: a terapia que salvou varias vítimas da Covid-19

Quanto aos novos casos confirmados, 25% dos municípios não têm registro, 30% estão estáveis, queda de 24% e aumento de 17%.

No entanto, a variante Delta foi detectada em 13% dos municípios, percentual próximo ao recorde da semana passada de 12,1%.

Portanto, nesta semana, 43% das cidades ainda estão adotando medidas para restringir a circulação ou as atividades econômicas.

E, desta forma, 10% das pessoas afirmaram ter expedido um decreto de vacinação obrigatória para que as pessoas possam participar das atividades em grupo.

Fonte: CNM

Francisco Araújo

Compartilhar
Publicado por
Francisco Araújo

Postagens recentes

Fruta poderosa que baixa a glicose e fortalece a imunidade

Fruta poderosa que baixa a glicose e fortalece a imunidade

A lichia (Litchi chinensis), considerada uma fruta exótica de sabor adocicado, é nativa da China… Mais informação

9 horas ago
Dor nestas partes do corpo pode ser sinal de colesterol alto

Dor nestas partes do corpo pode ser sinal de colesterol alto

Conforme explicado em um artigo publicado no Times of India, as artérias bloqueadas fazem com… Mais informação

1 dia ago
Xarope de babosa tão eficaz quanto omeprazol contra Refluxo gástrico;

Xarope de babosa tão eficaz quanto omeprazol contra Refluxo gástrico;

O Xarope de babosa tem um efeito sedativo, ajuda a aliviar a inflamação no esôfago… Mais informação

2 dias ago
%d blogueiros gostam disto: