A maternidade pode alterar as suas emoções

0
127
A maternidade pode mudar suas emoções
A maternidade pode mudar suas emoções

[faceturbo][bloqueador]

A chegada de nosso primeiro bebê possa tocar nos sentimentos nunca antes sentidos , porque é diferente de qualquer outra emoção vivida anteriormente; é também uma mudança permanente em nossas vidas.

Entende-se que o cérebro do aleitamento materno tem muitas variações em relação ao cérebro do que a outras pessoas. Portanto, é uma série de ações e sentimentos diferentes do que o resto da humanidade. No entanto, quando falamos de emoções que não são todos positivos, e eles não são consistentes na maioria das pessoas.

A maternidade pode mudar nossas emoções, para melhor ou para pior. Podemos falar de um vínculo emocional impossível dissolver, mas que é diferente em cada pessoa. A partir da gravidez, se você tiver uma mudança emocional no princípio atribuído a alterações hormonais, mas que logo se torna um reflexo instintivo que nós sabemos que não está completamente comprovado.

De qualquer maneira, é um fato que temos que ser emocionalmente em ser mães. As emoções positivas que nos fará mais felizes, e é baseado na maioria das crenças sobre a maternidade. Por sua vez, a recusa irá justificar a origem de certos distúrbios psicológicos no pós-parto.

mudar suas emoções

A maternidade é a partir da gravidez de um processo revolucionário que pode escalonar a qualquer mulher, especialmente no caso de mães de primeira viagem. Bem como a mudança física, é produzido por uma transformação integral que faz de nos desconhecermos a nós mesmos.

Por estas razões, a licença de maternidade pode alterar as suas emoções

Uma vez que o bebê nasce, a vida continua a mudar, assim como das emoções. Cada ação leva-nos a mudar a nossa percepção do mundo e os sentimentos de revolucionar nossa mente completamente; sem um plano, as sensações nos fazer mudar, pelas seguintes razões:

  • A responsabilidade não é a mesma. Não é uma questão de tarefas que podem esperar, mas a vida de um ser muito importante. Automaticamente, a pessoa de quem que pequena parte de nós depende, algo que nos faz feliz e que, em grande parte, está para além de nós.
  • Preenche-lo com as emoções positivas. Você deseja compartilhar tudo isso com o bebê. Deixam de lado seus projetos e aspirações, para pensar de outra maneira no futuro e cheio de ternura. Em suma, o coração amolece.
  • Fortalece-lo como uma pessoa, como ele pode superar a maioria dos obstáculos. Os medos desaparecem e levar o corpo ao limite: pára para comer e dormir como antes.
  • Ele levanta um certo instinto primitivo, e é capaz de ajudar você com os sons de um bebê, para identificar alguns dos cheiros e das decisões derivadas a partir das informações fornecidas pelos sentidos.
  • Você tem uma nova motivação. Agora o amor é a força que nos permite ser mais perseverante. De alguma forma, você está cheio de declarações que fazer você lutar, defender, e alcançar aquilo a que se propõe.
  • Um novo tipo de laço emocional que nasce em você. Um link que não está ligado à mesma, com sua família ou com seu parceiro, sem sabê-lo, você se torna uma nova pessoa. Uma pessoa que vive e age incondicionalmente por alguém que não é ela mesma.
  • Desaparecer muitos medos e nunca se sentir sozinho. Principalmente isto é devido a que a companhia da criança, fisicamente presente, todos os dias do ano; mas, depois de embargadas para o amor e a fé para vê-lo novamente.
  • Precisamos ser mais paciente, menos egoístas e mais motivados,qualquer que seja a situação. Você não cuidar, para ficar acordado, para despertar, com medo, ou correr para o resgate, sem esforço.

As emoções negativas

Mesmo que a maioria das emoções que mudam correspondem ao aspecto positivo, os especialistas consideram que não são muitas emoções negativas que afectam a mãe ‘s gestação processo. A maternidade, portanto, deixa as mulheres mais propensas à depressão, ansiedade, stress pós-traumático e um certo grau de frustração.

mudar suas emoções

Em algum tempo da licença-maternidade, as mães sentem que perderam sua independência, suas habilidades, e até mesmo físicas do recurso. Também é impossível evitar a sensação de angústia e o medo de algo de errado com seu filho.

Outra sensação preocupante é quando se pensa o futuro, de uma maneira incerta. Se não estamos trabalhando ou não ter um parceiro para apoiar a criação, constitui um estado de incerteza, sem dúvida, de difícil controle.

Ler mais “[/bloqueador][/faceturbo]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui