Amieiro e seus benefícios para saúde

0
77

O amieiro é indicado para tratar várias condições de saúde, devido às suas propriedades a casca, as folhas e raiz do amieiro são utilizadas na medicina natural e para diversas finalidades.

A árvore também pode ser usada na medicina natural, pois contém ingredientes ativos como vitaminas A, B1 e C; alicina, alina, cálcio, ferro, fósforo, magnésio, niacina, potássio e óleos essenciais.

Conheça os benefícios desta planta

Devido às suas propriedades, a planta pode ser usada no tratamento de vários problemas de saúde, incluindo contração muscular, diarreia, disfunção hepatobiliar, estomatite, feridas, febre, doença de Chagas, faringite, hemorroidas, leucorreia, mialgia, doença periodontal, ulceras cutâneas e vulvovaginites.

Veja Mais: Gergelim e seus benefícios para saúde

O amieiro tem as seguintes propriedades medicinais:

  • Adstringente;
  • Analgésico local;
  • Antidiarreico;
  • Hemostático local;
  • Antipirético;
  • Colerético;
  • Descongestionante;
  • Emético;
  • Febrífuga;
  • Hemostática;
  • Mucilaginosa;
  • Tônico amargo.

Como usar o amieiro

Como emético: A casca fresca é usada porque causa vômito; para outros fins, é aconselhável usar pele seca.

Decocção da raiz: No caso de inflamação oral, dor de garganta e faringite, pode ser usado para enxaguar a boca.

Decocção da casca em vinagre: É adequado para o tratamento de piolhos, problemas de pele, reumatismo, dor nos pés, queimaduras, inflamação, edema, coceira e outras condições de saúde. Para preparar a decocção, é necessário ferver 20g de casca em 1 litro de água, durante o período de 5 minutos.

Cataplasma: É indicado para o tratamento de todos os tipos de nódulos.

Tintura: A folha do amieiro pode ser usada aplicando-a nas articulações afetadas porque pode atuar como um alívio da dor local.

Contraindicações

Mulheres grávidas, mães que amamentam e crianças menores de 2 anos não devem usar o amieiro.

Esta planta também é contraindicada para indivíduos que sofrem de uma série de problemas de saúde, incluindo obstrução das vias biliares, úlceras gastroduodenais, gastrite, síndrome de intestino irritável, colite ulcerosa, epilepsia, doença de Parkinson e outras doenças neurológicas e pacientes que façam tratamentos com alcaloides ou sais de ferro.

Lembramos que todos os tratamentos só devem ser realizados sob orientação médica, pois as plantas podem conter substâncias tóxicas que podem causar danos à nossa saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui