Bemaisaúde

Antiviral molnupiravir é eficaz contra variantes do covid-19 garante estudo

O antiviral molnupiravir apresentou resultados de testes feitos em laboratório do remédio que impede a reprodução do vírus da covid-19

Estudos de laboratório demonstraram que um medicamento antiviral oral experimental molnupiravir para MSD (Merck & Dohme) Covid-19 é eficaz contra variantes conhecidas de coronavírus, incluindo o vírus delta de alta circulação que domina o mundo. A empresa anunciou os resultados preliminares na quarta-feira (29).

Jay Grobler, chefe do Departamento de Doenças Infecciosas e Vacinas da Merck disse que, como o molnupiravir não tem como alvo a proteína viral do pico – o alvo de todas as vacinas Covid-19 atuais – que determina as diferenças entre as variantes, o medicamento deve ser tão eficaz quanto o vírus continua a evoluir.

Em contraste, os medicamentos antivirais têm como alvo a polimerase viral, que é uma enzima necessária para a reprodução do vírus. A droga foi projetada para funcionar introduzindo erros no código genético do vírus.

A farmacêutica disse que os dados sugerem que o medicamento é mais eficaz quando utilizado nas fases iniciais da infecção.

Leia mais sobre:

A Merck testou o antiviral em amostras de swabs nasais coletadas de participantes do primeiro teste do medicamento. O Delta ainda não é amplamente divulgado, mas o monelavir foi testado em amostras de laboratório desta variante, que é responsável pelo recente aumento no número de hospitalizações e mortes por Covid-19.

A empresa americana anunciou que realizou um estudo menor no início deste ano e descobriu que, após cinco dias de tratamento com molnupiravir, nenhum dos pacientes que tomaram a dose do medicamento testou positivo para o vírus infeccioso. 24% dos pacientes que receberam placebo tiveram níveis detectáveis .

A Merck está atualmente conduzindo dois estudos de Fase III do medicamento antiviral, um para o tratamento de Covid-19 e outro para a prevenção de infecções. Grobler disse que a pesquisa deve terminar no início de novembro.

O estudo foi conduzido em pacientes infectados que não precisam ser hospitalizados, mas apresentam sintomas por menos de cinco dias e estão em risco de desenvolver a doença e agravar-se.

Francisco Araújo

Compartilhar
Publicado por
Francisco Araújo

Postagens recentes

Fruta poderosa que baixa a glicose e fortalece a imunidade

Fruta poderosa que baixa a glicose e fortalece a imunidade

A lichia (Litchi chinensis), considerada uma fruta exótica de sabor adocicado, é nativa da China… Mais informação

8 horas ago
Dor nestas partes do corpo pode ser sinal de colesterol alto

Dor nestas partes do corpo pode ser sinal de colesterol alto

Conforme explicado em um artigo publicado no Times of India, as artérias bloqueadas fazem com… Mais informação

23 horas ago
Xarope de babosa tão eficaz quanto omeprazol contra Refluxo gástrico;

Xarope de babosa tão eficaz quanto omeprazol contra Refluxo gástrico;

O Xarope de babosa tem um efeito sedativo, ajuda a aliviar a inflamação no esôfago… Mais informação

2 dias ago
%d blogueiros gostam disto: