Batata-doce: benefícios e receitas de pão e chips

0
67

Além de rica em fibras, vitaminas e minerais, a batata-doce também fornece energia para o corpo humano devido ao seu teor de carboidratos.

A raiz ajuda a combater o colesterol e controlar o estresse. Além disso, como o custo de produção é muito baixo, a batata-doce de baixo custo é encontrada em supermercados ou em feiras livres.

A batata doce pode ser usada em várias receitas, como torta salgada, molho de peixe, purê, sopa e  frita. O mais importante é que esse tubérculo não têm contra-indicações e pode ser consumido até por diabéticos.

Benefícios da batata doce

A batata-doce é rica em antioxidantes, como beta-caroteno, flavonóides e compostos fenólicos, que ajudam a proteger as células humanas dos efeitos dos radicais livres, tornando-as uma alternativa saudável.

Ajuda a prevenir doenças cardiovasculares

Um dos principais benefícios da batata-doce é o efeito antioxidante da batata, especialmente da batata roxa. Esse efeito se deve à grande quantidade de antocianinas nos alimentos.

Isso significa que o consumo regular desse tubérculo ajuda a combater os radicais livres, as moléculas instáveis ​​responsáveis ​​pelo estresse oxidativo que afetam as células saudáveis ​​do corpo e podem causar doenças cardiovasculares.

Um problema que pode ser evitado é a aterosclerose, popularmente conhecida como enrijecimento das artérias. Esta doença é caracterizada pelo acúmulo de gorduras, como o colesterol, nas artérias.

No entanto, os efeitos antioxidantes não são os únicos compostos desse alimento que podem proteger o coração. Isso porque estudos realizados pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) mostraram que o magnésio é outro fator preventivo.

Além disso, estudos ainda reduzem a ingestão desse mineral é um dos motivos para o desenvolvimento de depressão em adultos.

Faz bem para pele

A raiz comestível desta planta tem um teor de vitamina A mais alto do que a cenoura. Isso significa que é um alimento indicado para a deficiência desse nutriente, eliminando a possibilidade de problemas como rugosidade da pele e até mesmo retardamento do crescimento e cegueira noturna.

A vitamina A também é conhecida como β-caroteno, que é reflexo na pele e ajuda a prevenir a radiação solar. Além disso, também atua como antioxidante, por isso pode bloquear os radicais livres, que podem causar danos às células epidérmicas, como o envelhecimento precoce.

Da mesma forma, a vitamina E atua no organismo fotoprotegendo e prevenindo a oxidação das células. Mas neste caso é necessário que o condicionador trabalhe com a vitamina C para que esta o proteja e possa cumprir suas funções protetoras.

Age na formação de dentes e ossos

Conforme mencionado no início deste artigo, este tubérculo também desempenha um papel na formação de dentes e ossos. No entanto, isso só é possível devido à presença de cálcio em diferentes tipos de batata.

De acordo com a cor do alimento, podemos encontrar diferentes quantidades desse mineral. Por exemplo, a batata-doce roxa é considerada a concentração mais proeminente desta enzima porque contém 44,78 mg de cálcio por 100 gramas.

No entanto, este mineral também desempenha outras funções importantes no corpo humano, como ajudar na coagulação do sangue, contração muscular, função nervosa e processos metabólicos.

Auxilia no tratamento da diabetes

Um estudo conduzido no Japão mostrou que a batata-doce de casca branca pode não apenas aumentar a atividade imunológica do corpo, mas também ter efeitos antidiabéticos. Portanto, embora esse alimento seja benéfico para os diabéticos, ele ainda mostra que pode ajudar a prevenir os sintomas desse problema de saúde.

Esse efeito vem de ingredientes ricos em carboidratos especiais. “É uma fonte de carboidratos complexos, então seu índice glicêmico é muito baixo, porque sua absorção é mais lenta e pode impedir o aumento da insulina.

Fornece energia

Por falar em carboidratos, esse composto também é responsável pela necessidade de energia. Trabalho desenvolvido pela Universidade Técnica Federal do Paraná (UTFPR) para cursos de tecnologia de alimentos afirma: “Quanto mais intenso o exercício, mais carboidratos estarão envolvidos como fornecedores de energia”.

Nesse caso, após o exercício físico, é necessário que atletas e não atletas se alimentem de alimentos balanceados e ricos em nutrientes, que podem repor o consumo de energia perdida pelo trabalho muscular, assim como a batata-doce rica em carboidratos.

Melhora inflamações

Em 2018, um artigo científico tentou pela primeira vez entender o uso antiinflamatório dessa batata. O estudo foi preparado pelo Departamento de Farmácia da Faculdade de Ciências Biológicas da Universidade Quaid-i-Azam, no Paquistão, e foi capaz de comprovar esse efeito.

A pesquisa mostra que a grande quantidade de polifenóis e componentes da dieta torna este tubérculo um agente anti-artrite eficaz. Portanto, pode-se concluir que o consumo dessa batata pode contribuir para o tratamento da artrite aguda e crônica.

Porém, é importante ressaltar que nenhum remédio natural pode substituir as prescrições médicas. Além disso, é importante consultar os profissionais de saúde para saber a quantidade e o formato dos alimentos.

Batata doce engorda?

Como outros alimentos, o consumo excessivo de batata-doce só aumenta o peso. Isso ocorre porque os tubérculos são uma boa fonte de carboidratos.

É importante comê-lo com moderação e evitar o exagero. Uma boa opção é prepará-lo com a casca, que tem muitos nutrientes e é rica em fibras, o que aumenta a saciedade.

Nenhum alimento “engorda” ou “emagrece” por si só. Esses processos são resultados de uma série de fatores, como a dieta e a prática de exercícios físicos.

Além disso, uma dieta diversificada é essencial para a saúde. Portanto, altere os carboidratos em suas refeições para que sua dieta não seja monótona.

Quantas calorias tem esse tubérculo?

Cada 100 gramas de batata doce possui 112 calorias.

Função na musculação

Normalmente, esse tubérculo está relacionado ao exercício físico, não só por ser um fornecedor de energia, mas também por ajudar na construção muscular. E, segundo nutricionistas, esse último benefício é realidade.

Quem deseja se dedicar a uma dieta hipertrófica deve combinar esse carboidrato com alimentos ricos em proteínas, pois juntos ajudam a reconstruir os músculos, gerar energia e promover a saciedade para o corpo. O frango com batata doce é um prato tradicional desta dieta.

Receitas

Além da batata-doce cozida no frango, este tubérculo funciona bem em outras receitas. Pode se transformar em um bolo picante, coxinha fit, purê, sopa e esconderijo.

Pão

 
O pão de batata doce é uma ótima maneira de aproveitar os benefícios desse tubérculo,esse pão de batata doce é uma excelente forma de aproveitar as vantagens do tubérculo e ainda variar no menu,pois este pão é uma fonte de fibras, diminuindo assim o índice glicêmico dos alimentos e aumentando gradualmente a energia.

Ingredientes

  • 500 g de batata doce (cozida)
  • 120 ml de azeite
  • 500 g de polvilho azedo
  • 3 colheres (de sopa) de chia
  • 1 colher (de chá) de sal
  • 1 colher (de chá) de fermento em pó.

Modo de preparo

Depois de cozinhar as batatas, amasse-as todas e misture com azeite, chia e pó azedo. Em seguida, adicione o fermento e o sal. Mexa a massa até começar a cair. Depois, é só fazer as bolinhas e levar ao forno a 160 ° C. Além disso, você não precisa torrá-los todos de uma vez, pois eles podem congelar.

Chips de batata doce

Esta receita é perfeita para comer entre as refeições

Ingredientes

  • Batata doce roxa
  • Temperos (sal rosa himalaia e chimichurri) a gosto
  • Suco de limão.

Modo de preparo

Lave as batatas roxas, descasque e corte em rodelas finas. Em seguida, mergulhe-os no suco de limão por 5 minutos para que não escureçam. Por fim, coloque os temperos a seu gosto.

Depois é só colocar as fatias em uma travessa de vidro e levar ao micro-ondas por 2,5 minutos, a 150 ° C. Depois de assada, retire e deixe esfriar e coma batatas fritas ao longo do dia como um lanche.

Existe contraindicação?

Não há contra-indicação para comer batata-doce. “Até os diabéticos podem comê-la porque é um carboidrato de baixo índice glicêmico.”

Quais as diferenças entre batata doce e batata inglesa?

A mesma quantidade de batata-doce tem mais calorias e mais carboidratos do que a batata inglesa. No entanto, o tipo doce tem mais fibras e, portanto, um índice glicêmico mais baixo. Por isso, muitas pessoas acabam dizendo que ela é melhor que a inglesa.

O índice glicêmico (IG) da batata-doce cozida é 60, enquanto o IG da mesma versão das batatas inglesas é 95. Por outro lado, embora a batata inglesa tenha um índice glicêmico mais alto, ela tem uma carga glicêmica mais baixa, então a diferença é grande.

É importante observar que o índice glicêmico corresponde à qualidade do carboidrato do alimento ou à velocidade com que o alimento é absorvido pelo organismo (quanto mais lento melhor). Ao falar sobre carga glicêmica, leve em consideração a qualidade e a quantidade de carboidratos na comida.

Como escolher batata doce?

A primeira coisa a ter em atenção na compra da batata-doce é a sua dureza: ela deve ser dura e não ter partes murchas. Se possível, escolha cópias com formatação mais uniforme, mas se estiverem tortas, não haverá problema.

Prefira batatas-doces que tenham menos furos, pois sinalizam que o alimento foi atacado por pragas, mas a situação só pode ser comprovada removendo a casca. Muitas vezes, eles só têm batata-doce com esses orifícios. Se for assim descasque e elimine as partes afetadas que têm uma cor escura e um cheiro diferente.

Evite comprar batata-doce com botões, pois eles usarão os nutrientes das raízes e, portanto, perderão qualidade. Você também deve tentar descartar as peças que estão muito danificadas e têm manchas pretas.