Chás diuréticos para evitar o inchaço e a retenção de líquidos

0
45

Os chás diuréticos natural pode aumentar a produção de urina e ajudar o corpo a eliminar o excesso de água e toxinas.

Esse excesso é chamado de retenção de líquidos, que pode causar inchaço no abdômen, barriga, pernas, tornozelos, pés e mãos.

O inchaço é uma das condições mais desconfortáveis, especialmente nas mulheres, e o abdome é o mais afetado.

Portanto, prestar atenção à alimentação é fundamental para evitar esse desconforto.

No entanto, você pode equilibrar seu corpo sem ter que recorrer a diuréticos industriais.

Veja as oito opções de chás naturais com efeitos diuréticos a seguir

1- Chá de cavalinha

O chá de cavalinha tem efeito diurético, ajudando a combater a retenção de líquidos. Por ser um diurético, é benéfico para a saúde dos rins e ajuda no tratamento de problemas urinários, como nefrite, cistite e infecções. Além disso, ajuda a eliminar as toxinas do organismo, evita o inchaço e o aparecimento de celulite.

Ingredientes:

  • 150 ml de água fervente
  • 1 colher (sopa) de folhas de cavalinha
  • Mel para adoçar – opcional

Como fazer:

Coloque as folhas de cavalinha em um recipiente, adicione água fervente, tampe a panela e deixe descansar por dez minutos.

Coe, adoce com mel (caso queira) e tome em seguida.

Beba o chá de cavalinha o tempo que for necessário, mas evite o uso contínuo e prolongado.

2- Chá de cabelo de milho

O cabelo de milho tem propriedades anti-inflamatórias e diuréticas.

Ingredientes:

Por isso, ajuda a prevenir e aliviar a retenção de líquido e o inchaço.

  • 2 colheres (sopa) de cabelo de milho
  • 2 xícaras de água

Modo de preparo:

Despeje a água em uma panela, acrescente o cabelo de milho e leve para ferver. Quando ferver, desligue o fogo, tampe e reserve por dez minutos. Depois coe e tome ainda morno.

2- Chá de dente-de-leão

O chá de dente de leão ajuda a desintoxicar o corpo e a combater os radicais livres que causam danos às células.

Além disso, ajuda a  melhorar a circulação sanguínea e estimular a diurese.

O Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRM-SP) reconhece que o dente-de-leão é uma planta diurética que pode auxiliar no tratamento de doenças digestivas.

Ingredientes:

  • 1 colher (sopa) de raiz ou folhas de dente-de-leão
  • 200 ml de água

Modo de preparo:

Ferva a água, acrescente a parte selecionada da planta (raiz ou folha) e deixe repousar por dez minutos.

Em seguida, coe e beba imediatamente após a preparação.

Este chá pode ser consumido até três vezes ao dia e geralmente recomenda-se fazer uma pausa após sete dias.

3- Chá de erva-doce

A erva-doce tem propriedades anti-inflamatórias, estimulantes, digestivas e diuréticas e é benéfica na prevenção de azia, náuseas, redução de gases e digestão.

Ingredientes:

  • 1 xícara de água
  • 1 colher (sopa) de sementes de erva-doce

Preparação:

Ferva a água, adicione a erva-doce e deixe descansar por dez minutos.

Coe e tome em seguida, sem açúcar.

4- Chá de gengibre e canela

O chá de canela e gengibre tem efeitos antioxidantes, anti-sépticos e diuréticos e ajuda a eliminar o excesso de toxinas no fígado.

Além disso, também pode melhorar a circulação sanguínea, ajudar na digestão dos alimentos e prevenir a produção de gases.

Ingredientes:

  • 200 ml de água
  • 1 colher (chá) de gengibre fresco ralado
  • 1 pau de canela

Modo de preparo:

Coloque todos os ingredientes em uma panela e ferva por cinco minutos.

Depois, desligue o fogo, tampe a panela e deixe a infusão descansar por dez minutos.

Coe, e tome sem adoçar entre as refeições, porém evite o consumo após o jantar.

5- Chá de hibisco

O hibisco é rico em quercetina (substância com efeito diurético), o que significa que pode aumentar a produção de urina durante o dia.

Portanto, seu consumo ajuda a eliminar uma grande quantidade de toxinas e água retida no corpo.

O hibisco possui propriedades digestivas e laxativas, além de efeito termogênico, que ajuda a melhorar o metabolismo.

Ingredientes:

  • 1 colher (chá) de pétalas secas de hibisco
  • 200 ml de água

Como fazer:

Coloque a água em uma panela e leve ao fogo para ferver.

Quando levantar fervura, desligue, adicione as pétalas de hibisco, tampe e abafe por cinco minutos.

Coe e beba em seguida, quente, morno ou gelado, como preferir.

6- Chá de salsa

O chá de salsa tem um excelente efeito diurético, ajudando a eliminar o excesso de toxinas, e gorduras.

Ele também ajuda a combater a retenção de líquidos, reduzindo inchaços pelo corpo.

Ingredientes

  • 30 g de folhas de salsinha (frescas ou secas)
  • 1 litro de água

Modo de preparo:

Ferva a água, adicione as folhas de salsinha, tampe e deixe em infusão por 15 minutos.

Coe, esprema um limão caso queira e tome em seguida.

7- Chá verde

O chá verde é rico em cafeína, uma substância com efeito diurético natural, que ajuda a eliminar o excesso de líquido acumulado no corpo.

Ingredientes:

  • 1 colher (sopa) de folhas de chá verde
  • 1 xícara de água fervente

Preparação:

Coloque as folhas de chá verde em um panela, despeje água fervente sobre ele, tampe e reserve por cinco minutos.

Depois coe, deixe amornar e tome em seguida.

Recomenda-se tomar três xícaras ao dia.

Contraindicações dos chás diuréticos

Todos os chás têm efeitos e propriedades únicas, dependendo da composição da planta.

Portanto, é aconselhável pesquisar os efeitos da erva escolhida com antecedência e consultar um médico antes de consumi-la.

Além disso, mulheres grávidas, lactantes e crianças menores de 12 anos também devem consumir chás apenas com a recomendação do médico.

Se você tiver qualquer reação adversa após a ingestão, interrompa o uso imediatamente e consulte um médico.

Além disso, aproveite o efeito diurético e evite o desconforto do inchaço.

Se você realizar o procedimento de maneira regulada e segura, obterá os resultados desejados.