Como evitar a caspa com remédios caseiros

0
47
Como acabar com a caspa usando remédios caseiros
Como acabar com a caspa usando remédios caseiros

Este artigo é o lugar certo para quem procura informações sobre como evitar a caspa. Isto é porque aqui é possível encontrar tratamentos alternativos para este problema, tais como remédios caseiros, ou sabe de opções farmacológicas, fácil de encontrar em farmácias e drogarias de todo o Brasil.

Mas antes de mais nada, é importante saber qual é o caspas. De acordo com o farmacêutico Ryu Marrocos, este problema é uma inflamação que provoca descamação no couro cabeludo pelas glândulas sebáceas.

“Ele pode causar inflamação, feridas, manchas vermelhas, coceira, bem como constrangedor para a pessoa que sofre com a caspa”, explica o profissional em farmácia. Por tudo isto, é comum que os indivíduos afetados para buscar soluções rápidas e eficientes para acabar com as caspas.

Publicidade

E foi esta necessidade que o Remédio Home preparou este conteúdo. Além das receitas caseiras de uma indústria farmacêutica, contamos, também, com material rico em informações comprovadas cientificamente.

Como acabar com a caspa rápido?

De acordo com a farmacêutica Ryu, é possível acabar com a caspa através da utilização de argila preta ou vinagre de cidra de maçã. Mas, além de dois ingredientes naturais e outros elementos podem se livrar deste problema de uma vez por todas, eles são: bicarbonato de sódio, capim-limão, xarope de óleos essenciais e outros tipos de argila.

A caspa vai além de um problema estético, que faz com que a irritação, inflamação e até mesmo a perda de cabelo

Portanto, nos próximos tópicos, são os benefícios e as receitas de cada item mencionado anteriormente. Além disso, no final deste artigo, é possível verificar nossas referências científicas, testar a precisão dos nossos conteúdos.

Para livrar-se do problema com o barro preto

“A primeira casa de tratamento, eu recomendo para a caspa é o uso do barro preto, que é rica em alumínio, silício, titânio e o enxofre, e, assim, controlar a oleosidade do couro cabeludo”, disse Ryu.

👉🌿 Lipobelt: um Produto natural que derrete até 5 kg de gorduras no uso da primeira garrafa. Clique aqui para ver!

Para aproveitar os benefícios deste tratamento, é necessário misturar, aos poucos, 2 colheres (sopa) de argila com solução salina. Mas se você não tem soro de leite em casa, é possível substituir por um filtro de água.

Esta mistura deve atingir a consistência de “lama” e só depois é que você deve ser aplicado no couro cabeludo é seco. Após a aplicação, o tempo de atuação deverá ser de, pelo menos, 1h.

Para terminar o tratamento, o cabelo deve ser lavado normalmente. Ainda de acordo com Ryu, se as caspas são em grandes quantidades, recomenda-se fazer o processo uma vez por semana. Na medida em que o problema é interrompida, a aplicação pode ser feita a cada 15 dias.

Como acabar com a caspa com vinagre?

Outro remédio caseiro especificado pelo especialista em farmácia, no uso de vinagre de cidra de maçã. De acordo com Ryu, este produto, tão popular na culinária brasileira, a combinação de três funções principais para tratar a caspa na cabeça, são eles: ação antifúngica, antibacteriana e anti-inflamatória.

Portanto, ele pode ser aplicado no couro cabeludo de duas maneiras diferentes, que variam de acordo com o nível de gravidade do paciente. Por exemplo, se o indivíduo tem um monte de caspa, ele mostra o uso de duas placas-como o produto em si é pura. Para isso, é necessário umedecer um algodão em vinagre e aplique diretamente no couro cabeludo.

O vinagre elimina as caspas pois é antifúngico, antibacteriano e anti inflamatório

O vinagre de maçã pode ser usado de duas maneiras, dependendo do nível de caspa que o paciente apresenta

Agora, se a presença de caspa na cabeça ainda está separado, e é recomendado por profissionais é misturar os dois placa-como o vinagre com duas medidas de igualdade de água. Também, com um algodão, aplicar a mistura no couro cabeludo.

No entanto, no período de tratamento, deve ser a mesma para ambos os tipos de uso. Neste caso, é necessário deixar por 40 minutos e depois lave como de costume. Este mesmo processo pode ser repetido a cada semana ou a cada 15 dias.

Argila e óleos essenciais contra a seborréia

A dermatite seborreica é semelhante a caspa, já que ambos são inflamações na pele que causa vermelhidão e descamações. Ela também pode ocorrer em diferentes partes do corpo, além do couro cabeludo, como nas sobrancelhas e barbas. No entanto, a dermatite é uma doença crônica, de caráter, de modo que não há cura, mas controle. (1)

Dada esta breve descrição, é claro que existem maneiras de se livrar da seborréia. Apesar disso, existem métodos naturais que podem ajudar na gestão deste problema. Por exemplo, o uso de argila e óleos essenciais.

De uma forma geral, a argila promove o tipo de “arrancar os cabelos”. Isso porque, ao entrar em contato com a pele da cabeça, ela conseguiu “de se livrar das células mortas da pele, liberação de toxinas do corpo, ativar a circulação do sangue e absorve as impurezas e resíduos.” E alguns deles são muito especiais, porque o verde, branco e cor-de-rosa. (2)

No caso do verde, tem propriedades adstringentes, cura, e oxigenar. O branco, por sua vez, tem um pH próximo ao da pele e ainda ser capaz de suavizar, melhorar e catalisar reações metabólicas. Finalmente, a rosa tem efeitos anti-séptico, adstringente, cura e calmante. (2)

Além disso, como a argila, óleos essenciais também são benéficos para o corpo. Alguns exemplos são: alecrim, limpa e estimula a couco pele da cabeça, combate infecções; bergamota, antisséptica, adstringente e cura; lavanda, equilibra os óleos, patchouli, e partiu para a caspa, seborréia e oleosidade; árvore do chá, bactericida e fungicida; e o sábio, anti-séptico e bactericida.

Portanto, é possível unir os benefícios da argila e óleos essenciais para a saúde do couro cabeludo. Dê uma olhada no seguinte dois de receitas para aliviar a seborréia e o tratamento da caspa, usando alguns desses itens e observou:

O tratamento da dermatite seborréica

  • 4 colheres (de sopa) de argila verde
  • 40 ml de água mineral sem gás ou água purificada
  • 2 gotas de óleo essencial de bergamota
  • 2 gotas de óleo essencial de alecrim
  • 3 gotas de óleo essencial de sálvia
  • 5 ml de shampoo neutro

Comece por misturar a argila com água. Em seguida, adicione o óleo e o shampoo. Depois de agitar tudo, aplique no couro cabeludo é seco, divida o cabelo em mechas. Deixe o produto agir por 20 minutos e remover fazer esfoliação suave.

Neste caso, ainda é recomendado o uso de máscara de cabelo nas pontas dos fios, evitando qualquer tipo de ressecamento. Já no tratamento, pode ser usado uma ou duas vezes por semana. (2)

Tratamento para caspa

  • 1 colher (sobremesa) de argila branca
  • 3 gotas de óleo essencial de lavanda
  • 3 gotas de óleo essencial de árvore do chá
  • 3 gotas de óleo essencial de patchouli
  • 10 ml de shampoo suave

O primeiro passo é diluir os óleos do shampoo e só depois de adicionar o barro. Com o cabelo úmido, o tratamento deve ser aplicado no couro cabeludo na forma de massagem. Este processo deve durar 10 minutos.

Em seguida, o cabelo pode ser lavado, mas o tratamento não é para esta fase. O próximo passo é aplicar no cabelo para 10 ml de máscara hidratante misturado com 10 gotas de óleo essencial de lavanda. Depois de 20 minutos, o cabelo pode ser lavado como de costume. Recomenda-se repetir o processo até três vezes por semana. (2)

Como acabar com a caspa com limão?

De acordo com o médico Osmar Cavalcante, em seu livro “Remédios caseiros e Aprovado”, da EdiOuro, o limão pode ser um aliado contra o cwfls. além disso, são produtos de uso doméstico que também é indicado para a perda de cabelo.

Para usufruir desses benefícios, o médico irá recomendar esfregando a abundância de suco de limão no couro cabeludo. Em seguida, deixe-o por até 10 minutos e terminar de lavar como de costume. (3)

Com bicarbonato de sódio

O bicarbonato de sódio é um velho conhecido do brasil, pois é um presente de preparar cozinhar até nos processos de estética. Para o último caso, o uso recomendado é de uma colher (de chá) é uma parte de shampoo.

Misture o bicarbonato em uma porção de xampu e leve o cabelo durante o banho

Para aproveitar os benefícios de refrigerante, você precisa misturar no shampoo

A mistura resultante deste processo é um meio para lavar o cabelo durante o banho, reduzir a caspa ou até mesmo se livrar deste problema, se a receita é usado muitas vezes. (4)

Outros métodos de lidar com esta questão incluem

Além dos remédios caseiros acima mencionados, existem outras formas de combater as caspas, eles (5, 6):

  • Extrato de Salvia (Salvia Officinalis): tem propriedades anti-sépticas e anti-seborreicas
  • Extrato de urtiga (Urtiga Diótica): produtos com propriedades adstringentes e anti-inflamatória
  • Chá capuchinha: tem ação anti-caspa, anti-seborréica e estimula a circulação periférica.

Produtos farmacológicos

Em farmácias, drogarias e supermercados ainda possível encontrar um produto que promete erradicar com as caspas. De acordo com o farmacêutico Ryu Marrocos, para descobrir qual é o produto ideal, é necessário estar atento para a composição de um desses itens.

“A diferença com o shampoo anticaspa para outros, bem como de bens, e estes são o sulfeto de selênio, cetoconazol, ou piritonato de zinco, que atua impedindo a descamação no couro cabeludo”, explica o profissional.

No entanto, de acordo com o especialista em farmácia, o uso desses produtos é feito de forma indiscriminada. “Testar um ou mais desses bens, não deve ser usado todos os dias e sim em dias alternados, para que não ocorra o efeito rebote”, destaca.

Assim, a fim de escolher o melhor tratamento farmacológico, o indivíduo pode contar com o apoio do farmacêutico ou um dermatologista.

O que causa a caspa no cabelo?

“A glândula sebácea produz sebo e promove a lubrificação da pele da cabeça, e adaptado para o indivíduo que possui a habilidade de pós-graduação em produção de gordura, mais do que o habitual. Essa gordura vai para a superfície da pele através de uma unidade folicular (o local de nascimento dos fios), se amontoando no couro cabeludo e, consequentemente, deixando o cabelo oleoso, formação de caspa”, explica o Ryu Marrocos sobre a origem deste problema.

Ainda, de acordo com a indústria farmacêutica, algumas pessoas acabam ficando facilmente apresentar este problema. Por exemplo, indivíduos com uma predisposição genética, alterações hormonais, ou alcoólicos, uma vez que o alcoolismo provoca uma redução de algumas vitaminas e aumentar a produção de células no folículo.

O estresse é outra causa possível para as caspas, devido, principalmente, para a sensação de que isso faz com que o sistema imunológico baixo, fazendo com que qualquer problemas na pele. Além da umidade, muito presente em lugares muito quentes.

O estresse causa baixa de imunidade, aumentando as chances de problemas dermatológicos

O estresse é uma das causas para o aparecimento de caspas (Foto: depositphotos)

De acordo com Ryu, alguns hábitos também podem levar ao surgimento deste problema, tais como a falta de higiene, o uso de muita gordura e açúcar , ou a realização de processos químicos no cabelo. Todos esses fatores levaram ao aumento da produção das glândulas sebáceas e, com isso, o desenvolvimento das caspas.

Já no caso da dermatite seborreica, a causa não é completamente conhecida. No entanto, os especialistas tendem a confirmar que, alergias, fadiga, estresse emocional, temperaturas frias, e a genética são possíveis razões para o surgimento de desa inflamação. (1)

Em todas essas situações, o paciente pode sofrer, bem como razões estéticas. Isto porque, no caspas como a dermatite pode causar coceira, vermelhidão no couro cabeludo e até mesmo a perda de cabelo. (1)

Métodos para evitar esse problema

Portanto, aqueles que não querem passar por esse problema, é recomendável é buscar métodos para evitar caspas. Neste caso, a farmacêutica Ryu Marrocos fazer algumas recomendações básicas, acompanhe:

  • Não lave o seu cabelo, esfregando com as unhas e a pele da cabeça, porque esta prática estimula a circulação sanguínea e produz mais sebo. Ou o couro pode ser sensível, causando ainda mais lesões
  • Não utilize a máquina de secagem é muito quente devido ao excesso de temperatura também pode causar a formação de caspas
  • Não durma com o cabelo molhado para evitar a umidade
  • A limpeza é boa no cabelo com shampoo, condicionador e máscaras apropriadas para o tipo de cabelo. Além de sempre atraí-los bem após a aplicação
  • Não lave os cabelos com água quente
  • Não use bonés, chapéus ou amarrar o cabelo ainda está molhado.

Além dessas dicas, é uma boa idéia para manter uma boa dieta e manejo de estresse físico e mental. Assim, você não vai precisar usar um remédio caseiro para gerenciar o conteúdo e você será capaz de desfrutar de uma vida com mais qualidade e saúde.

*Artigo feito com a cooperação da indústria farmacêutica e de estudantes de pós-graduação em farmácia clínica e farmacêutica da prescrição, Ryu Marrocos (CRF: 7456-PE).

Referências

(1) a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). “A Dermatite Seborreica“. Disponível em: http://www.sbd.org.br/dermatologia/pele/doencas-e-problemas/dermatite-seborreica/3/#tratamento. Acesso em 1 de maio de 2019.

(2) ARQUIVOS, Jaqueline Rosa; DUARTE, Rosimeri; MOSER, Denise Krüger. “A argiloterapia: uma nova alternativa para tratamentos contra a seborréia, dermatite seborreica e caspa“. O curso de Cosmetologia e Estética da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI), em Florianópolis, Santa Catarina. Disponível em: http://siaibib01.univali.br/pdf/Jaqueline%20Rosa%20de%20Limas%20e%20Rosimeri%20Duarte.pdf. Acesso em 1 de maio de 2019.

(3) CAVALCANTE, Osmar C. “Remédios caseiros aprovados“. Ediouro, Rio de Janeiro

(4) FERREIRA, Marianne de Souza. “O uso de bicarbonato de sódio como tema contextualizador promover a aprendizagem de soluções de conteúdo na educação de jovens e adultos“. Universidade Federal do Pampa, Bagé, 2017. Disponível em: http://dspace.unipampa.edu.br/bitstream/riu/3012/1/TCC%20Mariane%20Ferreira%202017.pdf. Acesso em 1 de maio de 2019.

(5) os RIOS, Micaela Moro; CASSIA, Daniele. “Tratamentos alternativos para a dermatite seborreica do cabelo“. Universidade Tuiuti do Paraná, Curitiba, Paraná, 2012. Disponível em: https://tcconline.utp.br/media/tcc/2017/05/TRINIAETHAU ALTERNATIVA-PARA-DERMATITE-SEBORREICA-CABELO.pdf. Acesso em 1 de maio de 2019.

(6) SILVA, Eduardo Cardoso et al. “Descrição dos ativos do shampoo para cabelos oleosos e com caspa (linha de negócios)“. O curso de Cosmetologia e Estética da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI), em Florianópolis, Santa Catarina. Disponível em: http://siaibib01.univali.br/pdf/Eduardo%20da%20Silva,%20Janaina%20Coutinho.pdf. Acesso em 1 de maio de 2019.

Conteúdo Bloqueado

Ajude-nos a crescer! Compartilhe esta matéria com seus amigos na sua rede social clicando no botão abaixo para desbloquear o conteúdo automaticamente. Compartilhar é grátis!

Clicando no botões você concorda com os termos de uso e política de privacidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here