Gravidas

Cuidados diários para uma gravidez de alto risco

Se você estiver enfrentando uma gravidez de alto risco, saiba que os cuidados diários aumentarão muito. O controle médico, a alimentação e o repouso determinarão o tempo de permanência saudável do bebê no ambiente intrauterino.

Agora, se você já é mãe de um bebê prematuro, ou se tem outras doenças que a tornam propensa a esse tipo de gravidez, precisa de todos os cuidados. Portanto, é necessário estabelecer uma comunicação harmoniosa com o médico e seguir estritamente suas recomendações.

Deve ser lembrado que devido a possíveis complicações de saúde, tanto sua vida quanto a de seu bebê estão em risco. Portanto, melhorar o estilo de vida tornou-se crucial. O que você deve considerar? Confira!

Que fatores geram uma gravidez de alto risco?

Existem muitas condições que podem levar a uma gravidez de alto risco. Os mais comuns são:

  • Diabetes ou resistência à insulina.
  • Epilepsia.
  • Doenças da tireóide.
  • Problemas cardíacos.
  • Asma não controlada (aumenta a possibilidade de hipertensão arterial gestacional e, no bebê, baixo peso ao nascer ou malformações genéticas).
  • Ter menos de 18 anos e mais de 40 anos.
  • Ter histórico de aborto ou gravidez de alto risco.
  • Gestação gemelar.
  • Pressão arterial alta.
  • Doenças sexualmente transmissíveis.
  • Fumar cigarros, consumir álcool e drogas ilegais.

Os casos graves incluem pré-eclâmpsia e problemas placentários que geralmente afetam as necessidades de alimentação e oxigênio do bebê. Por exemplo, postura anormal, retardo de crescimento ou você tem RH negativo e seu bebê tem RH positivo.

Cuidados diários recomendados em uma gravidez de alto risco

Nesse tipo de gravidez, a saúde da mãe e do filho está em risco; portanto, exames médicos e de ultrassom serão frequentes. Reconhecer o problema é essencial para prescrever o tratamento certo na hora certa.

Da mesma forma, a urinálise é essencial para descartar infecções e controlar a pressão arterial. Por outro lado, alguns suplementos farmacológicos são recomendados, tais como:

  • Ferro.
  • Cálcio.
  • Vitaminas A, C e D.
  • Ácido fólico. Tomar antes e durante o primeiro trimestre reduz a chance de espinha bífida ou qualquer outra anormalidade do tubo neural.

A dieta diária deve comer mais frutas e vegetais, cereais, carnes brancas e peixes. Você deve evitar comer frutos do mar crus ou mal cozidos. Além disso, você deve descartar queijo fresco, suco e leite não pasteurizado. Também existem ovos crus ou qualquer alimento que os contenha.

O médico lhe dirá qual plano de descanso diário você deve seguir. A gravidez de alto risco pode levar ao parto prematuro ou antes da 37ª semana. Se ocorrer após a 34ª semana, é melhor acelerar o parto para evitar possíveis infecções.

No entanto, se a bolsa romper antes da 34ª semana, seu médico recomendará repouso absoluto. Às vezes, ela sugere antibióticos de forma proativa. Em ambos os casos, será necessário dar tempo para que os pulmões de seu filho cresçam depois de receber a injeção de esteróide.

Quando você deve ir ao médico?

O cuidado pré-natal oportuno e regular é essencial, especialmente se você tem histórico, predisposição ou suspeita de gravidez de alto risco. Portanto, assim que você descobrir ou achar que está grávida, marque uma consulta. Estamos falando sobre atrasar a menstruação de 2 para 4 semanas.

Em circunstâncias normais, você pode consultar todos os meses até a 28ª semana. Então, até a semana 36 a cada duas semanas. Mas da semana 37 até o nascimento, todas as semanas.

Na gravidez de alto risco, a comunicação será constante. Seu médico provavelmente irá perguntar como seu bebê se move a cada dia. Se você encontrar uma calma incomum, coma algo e espere uma reação.

Você também deve prestar atenção aos seguintes sintomas:

  • Dor de cabeça.
  • Visão turva.
  • Sangramento.
  • Dor na pelve ou abdômen, semelhante a cãibras.
  • Febre.
  • Edema repentino na face, mãos ou pés.
  • Convulsões.
  • Vazamento profuso de fluido pela vagina.
  • Contrações dolorosas.
O controle pré-natal é essencial para evitar complicações na gravidez.

Estar preparada é a chave

Em gestações de alto risco, a comunicação com o médico é essencial. Como a entrega pode ser mais rápida, você precisa estar preparado. Portanto, você deve determinar a tempo onde seu bebê nascerá.

O hospital selecionado deve estar equipado com equipamentos para cuidar de mães e crianças que sofrem dessas complicações. Também deve ter especialistas em ciências perinatais.

Nesse sentido, você deve estar preparado para cuidar de um bebê prematuro, dentro de algumas semanas, ele vai agarrar-se a você e ao seu calor, como se ainda estivesse no útero.

Francisco Araújo

Compartilhar
Publicado por
Francisco Araújo

Postagens recentes

Cânhamo pode prevenir Covid, afirma estudo!

Cânhamo pode prevenir Covid, afirma estudo!

O cânhamo é uma planta que pertence à espécie Cannabis sativa, assim como a maconha.…

4 horas ago
Essa planta elimina pedras nos rins, ansiedade e depressão

Essa planta elimina pedras nos rins, ansiedade e depressão

Existem chás poderosos que são verdadeiros milagres medicinais. Ervas que atuam como um santuário para…

1 dia ago
Candida auris uma séria ameaça à saúde pública

Candida auris uma séria ameaça à saúde pública

O número de casos confirmados do "super fungo" Candida auris no Brasil subiu para dois…

1 dia ago
Alimento infalível para reduzir os níveis de colesterol alto

Alimento infalível para reduzir os níveis de colesterol alto

O colesterol alto pode restringir o fluxo sanguíneo e aumentar o risco de ataque cardíaco…

2 dias ago
6 sintomas que sua glicose esta alta!

6 sintomas que sua glicose esta alta!

A glicose alta no sangue, ou hiperglicemia, é quando não há insulina suficiente circulando no…

5 dias ago
Receitas de chás que baixa o açúcar no sangue e controla o diabetes

Receitas de chás que baixa o açúcar no sangue e controla o diabetes

O diabetes é uma doença que atinge milhões de brasileiros e exige uma série de…

6 dias ago
%d blogueiros gostam disto: