Dexametasona: Cura o novo coronavírus?

0
50
dexametasona

Dexametasona é  um medicamento usado no tratamento de doenças que requerem efeitos anti-inflamatórios e imunossupressores dos corticosteróides, especialmente para tratamento intensivo a curto prazo.

Não é indicado para infecções fúngicas sistêmicas, hipersensibilidade a sulfitos ou outros componentes do medicamento e administração de vacinas vivas.

Seu uso deve ser realizado através de indicações médicas.

Esse medicamento cura a Covid-19?

Não há evidências científicas para provar que ela pode tratar efetivamente a doença, portanto, a automedicação não é recomendada.

No entanto, pesquisadores britânicos anunciaram que a droga reduziu as mortes de Covid-19 em 1/3. Os corticosteróides funcionam reduzindo a inflamação, causada pelo Covid-19, quando faz com que o sistema imunológico trabalhe para tentar interromper o coronavírus. A forte reação do sistema imunológico pode ser fatal, então os médicos começaram a testar esteróides e medicamentos anti-inflamatórios em pacientes.

Este estudo mostra que a hidroxicloroquina não é eficaz contra o coronavírus. 11.000 pacientes da Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte foram tratados usando protocolos comuns ou um dos seguintes medicamentos: hidroxicloroquina, dexametasona, medicamentos combinados anti-HIV, pacientes com azitromicina, tocilizumabe ou plasma Covid-19 e Possui anticorpos contra o coronavírus.

Tenho sintomas do novo coronavírus. Posso tomar a Dexametasona?

A resposta é não. O Reino Unido começará imediatamente a usar dexametasona em pacientes com Covid-19, mas sua eficácia ainda não foi comprovada. O medicamento também é objeto de pesquisa clínica no Brasil.

O Coalizão Brasil Covid, um esforço coordenado pelos hospitais de Sírio Libanês, Albert Einstein, HCor, Moinhos de Vento, Oswaldo Cruz e Beneficência Portuguesa (BP) para testar vários medicamentos candidatos, recruta voluntários no país para testar o medicamento em um ensaio aleatório envolvendo um grupo de controle com pacientes com nova infecção grave por coronavírus.

Como a pesquisa ainda está em andamento, o responsável não quis fornecer nenhum resultado preliminar. Os resultados devem ser divulgados no início de agosto. Os medicamentos utilizados no estudo foram doados pela Aché Laboratórios, empresa que produz produtos de referência de dexametasona em Decadron, Brasil.

No entanto, a automedicação é proibida sob quaisquer circunstâncias e é recomendável sempre consultar um médico antes de tomar a medicação.

Conclusão

A droga dexametasona é um corticosteróide usado no tratamento de doenças que requerem efeitos anti-inflamatórios e imunossupressores dos corticosteróides, principalmente no tratamento intensivo a curto prazo.

Seu uso está sendo pesquisado na luta contra o novo coronavírus, mas pesquisas científicas conclusivas ainda não foram publicadas. Além disso, o uso sem orientação médica pode prejudicar a saúde, por isso não é recomendado.