Fibromialgia – Remédio caseiro para aliviar as dores e aumentar a imunidade

0
85

Este suco é rico em vitaminas e minerais que ajudam a fortalecer o corpo e aliviar as dores da fibromialgia.

O funcionamento do nosso corpo é repleto de detalhes e pode apresentar algumas complicações em determinadas fases da vida.

Isso porque nosso corpo pode ser afetado por doenças crônicas que pioram nossa qualidade de vida.

Um deles é a fibromialgia, que é considerada uma síndrome por ser um agrupamento de sintomas clínicos como:

  • Dores generalizadas no corpo e articulações
  • Fadiga e cansaço durante o dia
  • Sono prejudicado
  • Alteração da memória
  • Depressão
  • Síndrome do cólon irritável
  • Incômodos ao urinar

A fibromialgia não tem causa específica, mas geralmente se apresenta como uma dor que afeta todo o corpo.

Portanto, hábitos de vida saudáveis, uma dieta balanceada e alguns remédios naturais podem ajudar a aliviar os sintomas.

Veja como fazer um remédio caseiro à base de couve para a fibromialgia.

Este vegetal é o ingrediente principal, porém é combinado com maçã, limão caipira, alho e mel. Todos esses ingredientes têm propriedades terapêuticas que ajudam a combater a fibromialgia e aumentam a imunidade.

Remédio caseiro para fibromialgia

Este suco é rico em vitaminas A, B, C, cálcio, ferro e fósforo, nutrientes que fortalecem os ossos, tonificam os músculos e melhoram a circulação sanguínea. Além disso, fornece energia, desintoxica o corpo e ajuda a aliviar a dor causada pela fibromialgia.

Ingredientes:

  • 1 folha de couve orgânica
  • Meio limão rosa comum (caipira)
  • 1 maçã
  • 1 dente de alho
  • ½ colher (sopa) de mel orgânico
  • 200 ml de água (1 xícara)

Importante:

A couve deve ser orgânico, sem agrotóxicos, e o limão deve ser rosa (comum / mogno).

Na falta desse, pode usar o galego ou o siciliano.

O taiti não serve pra essa receita.

Além disso, se você pegar uma maçã orgânica, pode bater com a casca, caso contrário, descasque.

Modo de preparo:

Lave as folhas de couve, corte-as em pequenos pedaços e coloque no liquidificador.

Adicione as maçãs descascadas e picadas, meio suco de limão, dentes de alho, mel e água e mexa bem.

Retire assim que estiver pronto, não guarde para uso “posterior”, pois pode perder suas propriedades.

Pelas propriedades de ingredientes como vitamina C e minerais, esse suco ajuda a melhorar a imunidade e a combater os sintomas da dengue.

Benefícios da couve

O couve é rico em magnésio.O magnésio é um mineral essencial para o funcionamento normal do corpo, pois desempenha um papel em mais de 300 reações bioquímicas no corpo.

Além disso, esse vegetal também é rico em ácido pantotênico, também conhecido como vitamina B5.

Esse nutriente ajuda a prevenir doenças respiratórias, queda de cabelo, alergias, estresse, ansiedade e problemas cardíacos.

Também ajuda a fortalecer o sistema imunológico, prevenir a osteoartrite e reduzir os sinais de envelhecimento, diabetes, infecções e doenças de pele.

O repolho também é fonte de vitaminas A, B, C, cálcio, ferro e fósforo, que ajudam a fortalecer os ossos, fortalecer os músculos, melhorar a circulação sanguínea e desintoxicar o corpo.

Por fim, possui propriedades relaxantes, muito importantes no tratamento da fibromialgia.

Benefícios do limão rosa

Este tipo de limão tem vários nomes, como limão cravo, limão campestre e limão comum.

Essa fruta é conhecida por suas grandes quantidades de vitamina C, essencial para o fortalecimento da imunidade e prevenção de diversas doenças.

Também contém um óleo com propriedades anti-ansiedade, que ajuda a reduzir a ansiedade.

Além disso, ele também pode regular os neurotransmissores no cérebro, ter um efeito antidepressivo e ajudar a melhorar o humor.

Limões caipiras também têm a capacidade de eliminar toxinas e substâncias nocivas no corpo, melhorando assim o processo de digestão.

O suco também é rico em fibras minerais, o que auxilia na produção de bile e melhora a função hepática.

Benefícios da maçã

As maçãs contêm ácido málico, que é um composto que ajuda a saúde muscular, elimina a fadiga, fraqueza e alivia as dores.

Esta fruta também é rica em vitaminas do complexo B, C, cálcio, fósforo, potássio, antioxidantes e ácido fosfórico.

Todos esses nutrientes ajudam a proteger o sistema nervoso. Além disso, contém quercetina, um antioxidante que reduz a morte das células cerebrais causada pela oxidação e inflamação neuronal.

Benefícios do alho

O alho tem propriedades antiinflamatórias e antibióticas, que ajudam a aliviar a dor crônica.

Também é rico em enxofre, composto que auxilia na produção de células T. Essas células podem fortalecer o sistema imunológico e ajudar a reduzir o inchaço e a dor no corpo.

Benefícios do mel

O mel contém vitamina C, cálcio, magnésio, fósforo, potássio, zinco e flavonóides que atuam como antioxidantes no corpo.

Ele também tem propriedades antiinflamatórias e fortalece o sistema imunológico.

Cuidados extras

Não há cura para a fibromialgia, mas, além dos remédios caseiros ensinados anteriormente, alguns hábitos diários podem ajudar a aliviar a dor e levar uma vida tranquila.

Mantenha uma rotina saudável

Ter hábitos saudáveis ​​pode ajudar a lidar com doenças e melhorar o bem-estar. Portanto, uma dieta balanceada para nutrir o corpo é essencial.

Além disso, atividades e exercícios também podem ajudar a melhorar a qualidade de vida. Exercícios aeróbicos como Pilates e caminhadas leves podem estimular os músculos e aliviar a dor.

Pratique essas atividades pelo menos duas vezes por semana para obter melhores resultados.

Durma bem

A fibromialgia afeta principalmente a qualidade do sono, portanto, dormir pelo menos oito horas por noite é essencial.

Evite entretenimento e alimentos com alto teor calórico e energético, como televisão e telefones celulares, antes de dormir.

Isso torna mais fácil adormecer sem sofrer de insônia e fadiga ao acordar.

Terapias para relaxamento

Além de ser fisicamente ativo, algumas terapias de relaxamento ajudam a aliviar a tensão e a dor causadas pela fibromialgia.

Como exemplo, temos a prática de massagem, acupuntura, fisioterapia e hidroterapia. Porém, essas etapas devem ser indicadas pelo seu médico, pois um especialista avaliará qual terapia é mais adequada para o seu caso.

Além disso, é preciso cuidar da saúde mental, por isso é tão importante praticar psicoterapia comportamental e técnicas de meditação, como ioga e tai-chi.