Glaucoma- Sintomas, Tipos, Tratamento, Como enxerga? Tem cura?

Glaucoma- Sintomas, Tipos, Tratamento, Como enxerga? Tem cura?

Esse problema é bastante sério e deve ser levado aos profissionais assim que os sintomas surgem.


Pois, você deve tentar evitar ao máximo uma complicação em sua visão, para tal, conheça melhor sobre o que é o glaucoma, os tipos que existem, quais são os sintomas que acometem as pessoas, os principais tratamentos, quais os remédios e diagnósticos, além dos fatores de riscos. Tudo você verá aqui!


TIPOS DE GLAUCOMA



Quando acontece no glóbulo ocular um aumento exagerado na pressão, o nervo ótico acaba sendo lesionado, o que gera dificuldades em enxergar nas pessoas. Elas não conseguem ver direito o que está a sua frente, algumas ficam até cegas pela falta de tratamento. Afinal, é apenas uma lesão, a qual pode ser tratada, como veremos mais à frente.


De momento vamos apresentar os tipos de glaucoma que existem:


·        Glaucoma de ângulo aberto: afeta pessoas com mais de 40 anos de idade e representa 80% dos pacientes com esse problema;


·        Glaucoma de ângulo fechado: aparece subitamente no paciente e resulta em danos seríssimos a visão;


·        Glaucoma secundário: causado por problemas externos, tais como o uso de corticoides ou por doenças como a diabetes, por exemplo;


·        Glaucoma congênito: isto quer dizer que a pessoa adquiriu pois alguém em sua família já teve, ou seja, é um problema genético.



SINTOMAS DO GLAUCOMA



Cada tipo de glaucoma apresenta um determinado sintoma, sendo que apenas o aberto não possui nenhum sintoma, ou seja, a pessoa acaba adquirindo e conforme o tempo passa, o glaucoma começa a se intensificar e começa a perturbar a visão da pessoa.


Nos casos de glaucoma de ângulo fechado, a pessoa tem sintomas, antes da situação piorar. Sente-se nauseada, os olhos ficam vermelhos, a visão fica mais embaçada e tem casos em que a pessoa vomita.


TRATAMENTO PARA GLAUCOMA



Infelizmente, ainda ano foi encontrado uma cura para pessoas que sofrem de glaucoma. Caso você possua esse diagnostico, o que você pode fazer é começar a controlar essa doença, ou seja, é possível diminuir os sintomas e os avanços dela.


Para isso, é necessário que você consulte um oftalmologista, o qual pode indicar a melhor maneira de controlar os sintomas do glaucoma e ainda pode dar o diagnóstico do qual você se encaixa.


De modo geral, para quem não sabe, o tratamento do glaucoma é feito apenas com o intuito de reduzir a pressão dos olhos, diminuindo as possibilidades de piorar a situação.



PRINCIPAIS REMÉDIOS PARA GLAUCOMA




  • Alfa-agonistas: é uma espécie de colírio, porém este é direcionado para quem tem alergia aos colírios tradicionais que possuem conservantes;

  • Betabloqueadores: este é o medicamento que a maioria dos oftalmologistas indicam para tratar os problemas de glaucoma. Esse medicamento é um colírio que reduz a produção de líquidos nessa região;

  • Prostaglandinas (seus derivados) e colinérgicos: o medicamento irá retirar um pouco do liquido que os olhos contém, para que seja reduzido a pressão de forma natural;



DIAGNÓSTICO DO GLAUCOMA



O diagnóstico de uma pessoa com glaucoma é feito depois de muitos exames, onde a pupila do paciente será dilatada, e será feito uma análise no nervo ótico. Através dessa avaliação, o oftalmologista pretende encontrar pequenas lesões pelos olhos, assim como verificar a pressão nessa área.


Normalmente, os médicos que pretendem analisar possíveis casos de glaucoma, solicitam os seguintes exames:


·        Acuidade visual,


·        Campimetria,


·       Ginioscopia,


·        Resposta de reflexo da pupila, e


·        Tonometria.



FATORES DE RISCO



Devido a propensão de pessoas com mais de 40 anos de idade a ter glaucoma, o mais indicado é que essas pessoas procurem sempre realizar avaliações.


Envie seu comentário

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE