Ivermectina: mais eficaz na prevenção da Covid-19 do que a vacina ainda indefinida e amplamente suspeita

0
251

A ivermectina é uma droga indicada para o tratamento de infecções e infestações parasitárias, recentemente estudada para a prevenção do vírus Covid-19, Sars-Cov-2.

Uma pesquisa realizada na Austrália e conduzida pela Monash University descobriu que esse medicamento, com um histórico de segurança estabelecido e aprovado pela Food and Drugs Administration (FDA), pode ser um inibidor do vírus que causa a SARS-CoV-2.

Assim, relatou-se uma redução in vitro de ~5000 vezes no RNA viral em 48 horas².

Conheça mais sobre esse medicamento em relação com a Covid-19 e muito mais. 

O que é a ivermectina? 

A ivermectina é um antiparasitário oral usado por adultos e crianças. Portanto, pode ser usado em crianças mais de 5 anos ou mais de 15 kg¹.

Qual é a indicação?

A ivermectina pode ser usada nos seguintes quadros¹:

  • Estrongiloidíase intestinal: infecção causada por parasita nematoide Strongyloides stercoralis ¹. 
  • Oncocercose: infecção causada por parasita nematoide Onchocerca volvulus¹.
  • Filariose: infecção causada por parasita Wuchereria bancrofti¹
  • Ascaridíase: infecção causada por parasita Ascaris lumbricoides¹.
  • Escabiose: infestação da pele causada pelo ácaro Sarcoptes scabiei¹.
  • Pediculose: dermatose causada pelo Pediculus humanus capitis¹.

A ivermectina previne a Covid-19?

O I-MASK+, um novo protocolo para profilaxia e tratamento ambulatorial precoce de pacientes com a Covid-19, desenvolvido por um grupo de médicos chamado Front Line COVID-19 Critical Care Alliance (FLCCC), com base em uma colaboração realizada na Austrália e liderada pela Monash University, identificou que, a ivermectina é um inibidor do vírus causador do SARS-CoV-2². 

Vale explicar que o FCCC é formado por uma equipe de trabalho sob condições de “emergência” da pandemia inicial de Covid-19 em resposta a relatórios iniciais de pacientes com a doença e com uma necessidade alta de ventilação mecânica prolongada4.

Desse modo, o protocolo é “centrado na administração de ivermectina, um conhecido medicamento antiparasitário, que apresenta propriedades antivirais e anti-inflamatórias recentemente descobertas. Aliás, uma base de evidências médicas publicadas tem crescido rapidamente, assim, demonstrando a capacidade de inibir a replicação do SARS-CoV-2”2,3. 

Ademais, quanto ao nome do novo protocolo, em primeiro lugar, “I” significa ivermectina. Na sequência, “MASK” significa simplesmente usar uma máscara; e o “+” representa quantidades diferentes de vitamina D3, vitamina C, quercetina, melatonina, bem como zinco e aspirina².

O I-MASK+ e o MATH+ (protocolo para uso intra-hospitalar no tratamento da Covid-19, utilizando metilprednisolona, ácido ascórbico, tiamina, heparina, bem como seis outras co-intervenções opcionais) – são complementares.

Isso porque o primeiro exclui pacientes hospitalizados, enquanto o segundo se concentra neles².

Qual a eficácia da ivermectina no combate e tratamento da Covid-19?

De acordo com a equipe de médicos do FLCCC, as evidências existentes sugerem que a ivermectina pode inibir a replicação do SARS-CoV-2².

Além disso, o medicamento não apenas previne a transmissão dentro da família, mas também acelera a taxa de recuperação e previne o agravamento de casos moderados².

Também acelera a recuperação / evita internações em UTI e “leva a reduções significativas nas taxas de mortalidade em regiões com distribuição e uso para toda a população” ².

Na verdade, os especialistas do FLCCC dizem que, em comparação com a vacina ainda indefinida e amplamente suspeita, apenas uma dose por semana pode “proteger toda a população e reduzir a transmissão de uma forma mais acessível, eficaz e barata”.

Além disso, a FLCCC acredita que um estudo que merece atenção especial é o Dr. Juan Chamie², analista de dados de Cambridge, Massachusetts.

Isso porque o Dr. Chamie oferece uma análise de “uma grande quantidade de dados epidemiológicos reais para apoiar o uso da ivermectina como uma intervenção eficaz para toda a população no Peru”.

Nesse sentido, ao comparar e contrastar oito áreas, algumas das quais usaram ivermectina profilática para toda a população, o Dr. Chamie ganhou grande confiança nesse medicamento².

Veja os Esclarecimentos da Anvisa sobre a ivermectina

Quais os resultados negativos para o tratamento da Covid-19?

A equipe de médicos do FLCCC apontou que estudos recentes produziram resultados negativos para muitos tratamentos [2,4].

Estes incluem hidroxicloroquina, iopinavir, interferon, bem como plasma e terapia com anticorpos monoclonais².

Portanto, atualmente, a única “certificação” oficial são os corticosteroides e o remdesivir² para doenças moderadas a graves.

Conclusão

De acordo com a FLCCC, a ivermectina é um anti-helmíntico e tem se mostrado eficaz na prevenção de Covid-19².

Finalmente, as evidências disponíveis sugerem que o anti-helmíntico ivermectina²:

  • Inibe a replicação do SARS-CoV-2²;
  • Evita a transmissão dentro das famílias²;
  • Acelera a recuperação e interrompe a deterioração em casos leves a moderados²;
  • Acelera a recuperação/evita internações em UTI²;
  • “Leva a reduções significativas nas taxas de mortalidade em regiões com distribuição e uso em toda a população”².

Além disso, outros estudos também mostram resultados positivos da ivermectina contra Covid-19. Entre eles, pesquisadores da Universidade Benha, no Egito, avaliaram a ivermectina e o tratamento padrão da região para pacientes leves, moderados e graves infectados por Covid-196.

Em primeiro lugar, verificou-se que os pacientes que receberam tratamento padrão mais ivermectina tiveram melhora significativa, 99% e 94%, em comparação ao grupo que recebeu hidroxicloroquina em combinação com o tratamento padrão, 74% e 50%, em termos de prognóstico6.

Além disso, a mortalidade foi significativamente reduzida em pacientes tratados com ivermectina (0,0% e 2%, respectivamente) em comparação com os grupos de hidroxicloroquina (4% e 20%, respectivamente) 6.

Da mesma forma, o estudo indiano AIIMS Bhubaneswar, no qual os cientistas realizaram uma análise combinada de caso e controle e descobriram que a ivermectina reduz significativamente o risco de contrair o vírus SARS-CoV-2 (8.9), também mostrou resultados positivos para esse medicamento.

Um artigo de vários especialistas na área e publicado na ScienceDirect indica que a ivermectina é um inibidor do vírus causador (SARS-CoV-2), portanto, pesquisas adicionais sobre o benefício potencial em humanos são necessárias 7 .

Veja preço Ivermectina

No entanto, seu uso deve ser prescrito e realizado sob supervisão médica e na companhia de um médico. Isso porque só ele poderá fazer o diagnóstico correto e indicar o melhor tratamento para o seu problema.

Referências usadas na postagem

  1. Bula do medicamento genérico Ivermectina, produzido pelo laboratório Vitamedic. 
  2. Artigo “Real World Evidence? I-MASK+ Protocol: Ivermectin Key for Prophylaxis and Early Treatment of Covid-19”. Disponível em: https://www.trialsitenews.com/real-world-evidence-i-mask-protocol-ivermectin-key-for-prophylaxis-and-early-treatment-of-covid-19. Acesso em 25/11/2020. 
  3. Artigo The I-MASK+ protocol will revolutionize the treatment of Covid-19”. Disponível em: https://covid19criticalcare.com/ . Acesso em 26/11/2020. 
  4. Site do Front Line Covid-19 Critical Care Alliance. Disponível em: https://covid19criticalcare.com/about/ . Acesso em 26/11/2020. 
  5. Protocolo de tratamento hospitalar para Covid-19, Math+. Disponível em: https://covid19criticalcare.com/wp-content/uploads/2020/07/FLCCC_Alliance-MATHplus_Protocol_v5-2020-07-14-PORTUGUES.pdf . Acesso em: 27/11/2020. 
  6. Texto “Outros Estudos sobre eficácia da Ivermectina”, disponível no link: https://portallucykerr.com/novos-estudos-sobre-eficacia-da-ivermectina/ . Acesso em 02/12/2020.
  7. Artigo “The FDA-approved drug ivermectin inhibits the replication of SARS-CoV-2 in vitro“, disponível no link: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0166354220302011 . Acesso em 02/12/2020.
  8. Artigo “Indian and Iraqi Studies Suggest Ivermectin Prevents and Treats Covid-19“. Disponível em: https://trialsitenews.com/indian-and-iraqi-studies-suggest-ivermectin-prevents-and-treats-covid-19/ . Acesso em 02/12/2020.
  9. Artigo  “AIIMS Bhubaneswar Study Evidencing Prophylactic Evidence of Ivermectin Targeting COVID-19: Indian Press Active”. Disponível no link: https://trialsitenews.com/aiims-bhubaneswar-study-evidencing-prophylactic-evidence-of-ivermectin-targeting-covid-19-indian-press-active/ . Acesso em 02/12/2020.