Mau hálito: Descubra quais são os amigos da comida ruim e do mau hálito

O mau hálito, também conhecido como halitose, é causado em quase 80% dos casos por bactérias presentes na própria boca, dependendo do tipo de alimento ingerido e de outros fatores. Esta tem sido uma preocupação da humanidade desde os tempos antigos, e há histórias de pelo menos três mil anos de tratamento.

Quem não é limitado pelas escolhas alimentares? Ou tornar-se inseguro após um jejum prolongado? Pensando nisso, vamos descobrir quais alimentos são inimigos do mau hálito e quais ajudam a preveni-lo.

O que provoca o mau hálito ou halitose?

Existem muitos fatores que contribuem para o mau hálito, estima-se que existam mais de 40 causas diferentes, sendo as mais comuns não escovar os dentes corretamente, falta de saliva, não comer por muito tempo, hábitos de vida e alguns alimentos.

  • Falta de hidratação salivar;
  • A boca seca prolongada pode afetar o conteúdo mineral da boca, o que pode estimular odores desagradáveis. Vale ressaltar que a saliva é um antisséptico oral natural que tanto mata as bactérias quanto ajuda a limpar a orofaringe, eliminando restos de alimentos e bactérias. Beber bastante água pode ajudar nesse sentido;
  • Estar com a língua saburrosa é outro fator que contribui para o mau hálito, uma placa bacteriana branca que se acumula na língua. O problema é a má escovação ou saliva insuficiente devido a beber pouca água;
  • Também pode ser causado por dormir com a boca aberta, pelo ronco e pelo uso de antissépticos à base de álcool e aparelhos ortodônticos. 

Veja também: Como tirar bolinhas brancas fedidas da garganta

Alimentos que causam o mau hálito

Alimentos com enxofre: Ao mastigar alimentos contendo substâncias sulfurosas, é liberado um forte odor, que permanece na boca, é transportado pelo sangue após a digestão e emite um odor ao respirar. Os principais alimentos que causam mau hálito são cebola e alho, mas também azeitonas, repolho, brócolis, ovos e repolho;

Café: Por conter muita cafeína, que é um estimulante com efeito semelhante ao estresse, reduz a produção de saliva, deixando a boca mais seca e livre para odores desagradáveis.

Leite: Os aminoácidos proteicos presentes nos produtos lácteos podem causar mau hálito quando entram em contato com bactérias na boca. O café com leite tradicional é um grande inimigo porque além dos aminoácidos presentes nas proteínas, eles também contêm cafeína, o que potencializa ainda mais os efeitos ruins na boca.

Peixes: Contém trimetilamina, um composto que causa forte odor de amônia, especialmente em conservas de peixe.

Álcool: Causa boca seca, levando ao mau hálito.

Alimentos amigos do hálito

Alimentos como iogurte natural, maçãs, cravo, gengibre e frutas cítricas podem ajudar a prevenir problemas.

Frutas cítricas: Estimula a produção de saliva e reduz a proliferação de bactérias na boca, principalmente por causa da vitamina C.

Gengibre: O chá de gengibre ajuda na digestão, por isso é uma boa escolha para combater o mau hálito. Outros chás com o mesmo efeito são o chá de menta e a canela.

Maçã: Esta fruta é uma verdadeira “arma” contra o mau hálito. Sua casca ajuda a remover a sujeira da língua. A maçã estimula a secreção de saliva, equilibra o pH oral e reduz o efeito das bactérias odoríferas.

Iogurte natural: Reduz a quantidade de sulfeto de hidrogênio e seus efeitos, bem como o número de bactérias.

Cravo: Esta erva tem sido usada para combater o mau hálito por muitos anos. Os cravos contêm compostos antibacterianos e, portanto, são eficazes contra o mau hálito. A melhor maneira de usá-lo é colocar um cravo na boca e dar uma mordida.

Existem várias formas de prevenir o mau hálito, a principal delas é manter os dentes limpos e beber bastante água. Em uma emergência, mascar chiclete sem açúcar pode ajudar quando você sentir o cheiro chegando.

Confira: A boca seca pode ser um sintoma de uma condição séria e incômoda

%d blogueiros gostam disto: