Se você está neste grupo, não consuma alecrim; veja porque

Autor(a):

Como condimento, sabemos que o alecrim é delicioso e perfumado, mas será que ajuda no tratamento da hipertensão? Esta seria uma boa opção para alguém com problemas de pressão alta?

Vamos dar uma olhada em alguns dos benefícios desta erva e ver se ela pode ajudar nessa situação. Mas primeiro, vamos aprender mais sobre pressão alta.

O que é a hipertensão?

O conhecimento da pressão arterial pode ser determinado pela quantidade de sangue bombeada pelo coração e pela resistência ao fluxo sanguíneo nas artérias. Quando muito sangue é bombeado através do coração, a pressão sanguínea aumenta, fazendo com que as artérias se estreitem.

Essa pressão alta pode levar a sérios problemas de saúde que muitas vezes aparecem de forma silenciosa e demoram muito para se tornarem aparentes.

A pressão arterial geralmente não causa muitos sintomas e, quando o fazem, geralmente indicam algo perigoso.

Os principais sintomas são: dor de cabeça, dificuldade para respirar e sangramentos nasais, ou nos casos em que a situação fica fora de controle, isso pode levar a: infarto, acidente vascular cerebral, aneurisma, insuficiência cardíaca, síndrome metabólica, dificuldade de memória ou compreensão e demência.

Mas e será que o alecrim é bom para pressão alta?

Os especialistas não recomendam o uso de alecrim como suplemento devido ao risco de interações entre esta erva e medicamentos usados ​​​​para tratar a pressão alta.

O alecrim possui propriedades diuréticas, o que pode ser um aspecto relativamente positivo, já que os diuréticos são frequentemente escolhidos para controlar a pressão arterial.

Esses medicamentos ajudam a eliminar a água e o sal do corpo, o que também pode fazer com que os níveis de pressão arterial caiam. Os diuréticos também são altamente recomendados para pessoas com excesso de peso e com doenças cardíacas ou renais associadas à pressão alta.

É nessa situação que, ao invés de ajudar, o alecrim pode acabar atrapalhando a atuação dos medicamentos usados ​​no tratamento da hipertensão. O alecrim pode aumentar os efeitos dos diuréticos, o que pode levar à perda excessiva de líquidos e desidratação.

Além disso, esta erva pode interagir com inibidores da enzima conversora de angiotensina (ECA).

O alecrim deve ser evitado também como tempero?

Não. Desde que seja pequeno, não há risco. O que você não pode fazer é usar alecrim no lugar de sua medicação regular prescrita pelo seu médico para pressão alta.

Pergunte ao seu médico quais suplementos e ervas você deve evitar no tratamento prescrito pelo seu médico.

confira também: Pressão alta controlada de forma natural – Confira

%d blogueiros gostam disto: