Sinais de gravidez antes do atraso da menstruação

Inchaço das mamas, náuseas e sono excessivo são os principais sintomas da gravidez antes do atraso menstrual e como confirmar essa condição.

Porém, para que uma mulher tenha certeza de que está grávida, ela deve fazer um exame adequado para o diagnóstico, e não apenas confiar nesses sinais.

A principal razão para isso é que muitos dos sintomas são iguais aos que ocorrem após a ovulação.

Em outras palavras, eles não podem provar que a fertilização realmente ocorreu, e só podem ser relacionados aos hormônios produzidos pelo corpo feminino, dependendo do estágio em que ela se encontra.

Dessa forma, mesmo que a suspeita seja boa, somente após a divulgação do resultado do exame a mulher poderá confirmar sua identidade e iniciar.

Mas quais seriam os sintomas da gravidez antes do retardo menstrual que chamariam a atenção da mulher para o teste? Agora verifique os 10 mais comuns neste artigo.

Quais são os principais sinais de gravidez antes do atraso da menstruação?

Os principais sinais de gravidez antes do atraso menstrual são geralmente:

  • inchaço e/ou dor nos seios, decorrente do aumento da produção hormonal;
  • aréolas de coloração mais escura que o habitual;
  • dor e/ou inchaço abdominal;
  • frequência urinária aumentada;
  • sangramento vaginal rosado;
  • náuseas;
  • cansaço sem razão justificável;
  • sono excessivo;
  • alterações de humor

Esses sintomas aparecem antes mesmo do atraso da menstruação devido às mudanças hormonais pelas quais o corpo da mulher está passando.

Nesse caso, a produção de progesterona aumenta significativamente, que é o hormônio responsável por regular o ciclo menstrual e preparar o útero para receber os óvulos fertilizados e evitar que sejam excretados pelo corpo feminino.

Esse hormônio pode proteger o endométrio, permitir a implantação do óvulo e garantir o desenvolvimento da gravidez.

Por que não confiar apenas nesses sintomas para definir a gravidez?

No entanto, embora esses primeiros sinais de gravidez possam realmente indicar a condição, é muito importante que a mulher não dependa apenas deles para acreditar que está grávida.

O principal motivo é que esses sintomas também podem aparecer nos períodos pós-ovulatório e pré-menstrual.

Geralmente, esses sinais tornam-se mais evidentes a partir do segundo dia após o período de ovulação, que é devido às alterações hormonais.

Durante os dias de ovulação, a produção de dois hormônios, estrogênio e LH, o hormônio luteinizante, aumenta.

Devido à sua elevação, promovem a produção de muco e tendem a gerar desconforto abdominal, pois estimulam os ovários.

Quando adicionada a esses dois hormônios, a progesterona dá às mulheres a sensação de que estão grávidas antes do atraso da menstruação.

Esse hormônio tem uma produção aumentada logo após a ovulação, pois se destina a preparar o útero para receber o óvulo fertilizado, conforme mencionado acima.

Corrimento branco através do tubo vaginal, branco leitoso, semelhante a pomada ou creme, é um sinal da presença de progesterona.

Aqui, um ponto muito importante deve ser enfatizado. Mesmo que o corpo da mulher esteja passando por todo esse ciclo e haja sinais de gravidez, isso não significa que a mulher esteja realmente grávida.

Esses hormônios podem causar uma série de sintomas semelhantes aos observados no início da gravidez.

No entanto, eles não confirmaram que o óvulo havia sido fertilizado, apenas mostraram que o organismo estava pronto para aceitá-lo, se houver.

Como você tem certeza de que está grávida?

pexels-photo-6473742 Sinais de gravidez antes do atraso da menstruação
Créditos da Imagem Pexels

Para ter certeza de que está grávida, a mulher deve fazer um exame específico para esse fim, que pode ser urina ou sangue.

Para se certificar de que está grávida, a mulher deve fazer um exame específico para esse fim, que pode ser urina ou sangue, e pode ser feito em casa, a partir do primeiro dia do atraso da menstruação.

Se o resultado for negativo, mas a suspeita de gravidez persistir, recomenda-se repetir o teste 3-5 dias após o primeiro para confirmar essa resposta.

Ao colher uma pequena amostra de sangue, você terá certeza da presença de beta-HCG, um hormônio que aumenta durante a gravidez.

Além de confirmar a gravidez, o beta-HCG também rastreia quantas semanas uma mulher está grávida com base no nível do hormônio no sangue.

Quando você pode engravidar?

A gravidez pode acontecer quando a mulher tem relação desprotegida durante o período de ovulação.

Também é possível engravidar quando o método anticoncepcional de sua escolha falha, por exemplo, se você se esquece de tomar o remédio ou se um preservativo se rompe durante o ato.

Se você não deseja engravidar, é muito importante que a mulher escolha um método anticoncepcional compatível com seu estilo de vida e estado de saúde.

Além disso, é essencial saber como funciona o seu corpo e como funciona o seu ciclo menstrual.

Ao compreender claramente como e quando ocorre a ovulação, mesmo que haja sinais de gravidez antes do atraso menstrual, é possível entender mais claramente se há risco de gravidez.

a fase de ovulação geralmente ocorre 14 dias antes do início da próxima menstruação. Portanto, se você tem um ciclo menstrual de 30 dias, provavelmente ovulará no dia 16.

Quando se trata disso, é importante saber que um óvulo só sobrevive no corpo 24 horas depois de deixar o ovário.

Por outro lado, o esperma pode sobreviver no corpo feminino por até cinco dias.

Isso significa que, se você tiver relações desprotegidas dias antes ou depois da data da ovulação, corre o risco de engravidar.

Portanto, além de determinar o dia da ovulação, é preciso levar em consideração o período da ovulação, que são os dias que envolvem a liberação do óvulo – geralmente seis dias antes e um dia depois.

Como acontece a fecundação?

Para que a fertilização ocorra, o espermatozoide precisa encontrar um óvulo e se reunir a ele. Esse processo ocorre dentro das trompas de Falópio e, após a fertilização, o óvulo segue em direção ao útero.

Após esta fase, as células se dividem e formam o chamado blastocisto, que é o segundo estágio do desenvolvimento embrionário.

Após cerca de 9 a 11 dias, o blastocisto se estabelece na parede uterina e o embrião começa a se desenvolver.

Sinais de gravidez mais comuns

A falta de menstruação geralmente é o primeiro sinal de uma possível gravidez.

Mesmo assim, as mulheres precisam estar atentas a esse sintoma, que também pode ser causado por outros motivos, como estresse, alterações uterinas e uso de certos medicamentos, inclusive pílulas anticoncepcionais.

Fora isso, os sinais de gravidez são geralmente os mesmos mencionados no início deste artigo.

  • Dores nas mamas;
  • Náuseas;
  • Enjoos;
  • Alteração no apetite;
  • Alteração na frequência urinária;
  • Sonolência.

Algumas mulheres que também têm:

  • Leve dor abdominal (cólica);
  • Escurecimento das aréolas;
  • Mamas com volume aumentado;
  • Alterações de humor;
  • Aumento da libido;
  • Aumento do volume de gases intestinais;
  • Corrimento vaginal
  • Corrimento vaginal mais espesso;
  • Dor nas costas
  • Aversão por cheiros fortes, ou por odores específicos;
  • Desejo de alimentos estranhos ou não habituais da sua dieta;
  • Tonturas;
  • Dores de cabeça
  • Espinhas;
  • Pele oleosa

Por outro lado, é importante ressaltar que há mulheres que não apresentam nenhum sintoma de gravidez e só suspeitarão dessa condição após perceberem uma amenorreia.

O que fazer quando você suspeitar que está grávida?

Como já dissemos ao longo do artigo, mesmo que haja sinais de gravidez antes do atraso da menstruação, apenas os testes podem confirmar isso.

Você encontrará vários testes de gravidez, que podem até ser realizados em qualquer lugar.

Se o resultado for positivo, é fundamental iniciar o acompanhamento o mais rápido possível.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: