sintomas de desequilíbrio hormonal

Sintomas de desequilíbrio hormonal que precisa ser tratado o mais rápido possível

Sintomas de desequilíbrio hormonal podem causar sintomas como, edema facial, frequência cardíaca irregular, infertilidade ou dor nas articulações também podem ser sinais de desequilíbrio hormonal.

As atividades hormonais desempenham um papel muito importante na saúde de todo o corpo, envolvendo corpo e espírito. Portanto, o desequilíbrio hormonal pode levar a doenças que afetam de alguma forma a qualidade de vida.

Os hormônios são responsáveis ​​por regular os processos do corpo em diferentes estágios do ciclo de vida. Por exemplo, eles interferem no desenvolvimento de funções importantes, como metabolismo, crescimento, fertilidade e libido. Entre outras coisas, eles determinam o humor, o peso e vários processos que contribuem para a saúde.

Os sintomas de um desequilíbrio hormonal podem ser confundidos com doenças típicas, por isso é tão importante consultar um médico, fazer um check-up completo e fazer um diagnóstico adequado. A seguir, mostraremos 9 sintomas que podem indicar um distúrbio hormonal.

Sintomas de desequilíbrio hormonal que você precisa conhecer

Sintomas de desequilíbrio hormonal
Créditos da imagem Pexels

Conforme afirmado em um artigo no portal Northwell Health, 80% das mulheres sofrem de desequilíbrio hormonal. Esses desequilíbrios geralmente são causados ​​por dois hormônios específicos: estrogênio e progesterona. No entanto, muitas doenças comuns também estão relacionadas ao cortisol.

É importante saber que a presença desses sintomas nem sempre indica uma fonte de hormônios. Às vezes, eles podem ser sinais de outras doenças subjacentes. Portanto, se você tiver um ou mais sintomas, é melhor consultar um médico para um diagnóstico mais preciso.

1. Acne persistente

Devido às mudanças hormonais que ocorrem durante este ciclo, algumas mulheres desenvolvem acne antes do período menstrual. No entanto, a acne pode persistir na fase pré-menstrual. Se isso acontecer, é provável que seja um distúrbio androgênico.

Esse grupo de hormônios sexuais é principalmente masculino, embora também seja secretado em menor proporção pelas mulheres. Eles estimulam a produção excessiva de sebo. Este sebo pode ficar preso nos poros da pele e criar espinhas e cravos.

2. Distúrbios do sono

Uma queda nos níveis de progesterona pouco antes da menstruação torna mais difícil para as mulheres adormecerem. Essa mudança geralmente ocorre após o parto, embora a insônia seja frequentemente atribuída às responsabilidades da maternidade.

A progesterona tem uma função relaxante. Portanto, a diminuição do seu nível sanguíneo pode fazer você se sentir mais inquieto e estressado.

3. Sensação constante de fome

A necessidade constante de alimentos é um obstáculo para a perda de peso. Às vezes, essa sensação constante de fome é causada por um desequilíbrio hormonal. Devido à falta de sono, os níveis de grelina, o hormônio que causa a fome, parecem aumentar.

Além disso, a insônia reduz a produção do hormônio leptina, responsável por regular o apetite. Portanto, muita ansiedade em relação à alimentação pode ser resultado do desequilíbrio hormonal causado pela falta de sono.

4. Mudanças de humor e depressão

A maioria das mulheres apresenta alterações de humor antes da menstruação, gravidez e menopausa.

As mudanças hormonais que ocorrem durante esses períodos podem aumentar o estresse, a depressão e outras emoções negativas, enquanto em outras situações, essas emoções serão tratadas com mais calma.

5. Dores de cabeça e enxaqueca

Em determinados momentos do ciclo menstrual, as alterações hormonais podem causar dores de cabeça desagradáveis ​​e episódios de enxaqueca. Se os dois problemas persistirem, é melhor consultar seu médico para uma investigação.

6. Problemas digestivos

O cortisol, um hormônio relacionado ao estresse, pode causar diferentes reações físicas, dependendo do corpo. Portanto, algumas pessoas podem sentir aumento da tensão muscular e dor de cabeça. Por outro lado, outros estarão apenas de mau humor.

No entanto, algumas pessoas podem ter problemas digestivos, como inchaço e dor de estômago, bem como prisão de ventre. Essas pessoas incluem pacientes com síndrome do intestino irritável com níveis anormais de serotonina.

7. Fadiga constante

O cansaço é comum quando o trabalho é sobrecarregado, preocupado ou muito exercitado. No entanto, a fadiga, entendida como fadiga crônica, pode ser causada por desequilíbrios hormonais, principalmente o hipotireoidismo.

Em outras palavras, doenças relacionadas à falta de hormônios da tireoide. Uma vez que esses hormônios regulam o metabolismo, essa condição pode causar ganho de peso repentino.

8. Alterações dos seios

Altos níveis de estrogênio podem aumentar a sensibilidade e a dor nos seios. Além disso, em alguns casos, podem levar à formação de tumores, miomas e cistos. Portanto, exames regulares das mamas são essenciais. O autoexame é outra recomendação importante para detectar precocemente caroços ou qualquer outra irregularidade.

9. Diminuição da libido

O desequilíbrio hormonal pode ser a razão para o declínio da libido feminina. Devido aos baixos níveis de estrogênio, a perda da libido geralmente ocorre durante a menopausa.

Mudanças na atividade hormonal podem causar muitos sintomas. Por exemplo, edema facial, frequência cardíaca irregular, infertilidade ou dor nas articulações também podem ser sinais de desequilíbrio hormonal.

Embora muitos sintomas possam ser ajustados sem tratamento, em outros casos, a intervenção médica é necessária. Portanto, se esses sintomas se agravarem ou persistirem, você deve procurar ajuda profissional.

 

%d blogueiros gostam disto: