Sintomas e fatores de risco do câncer de pulmão

No Brasil, o câncer de pulmão, traqueia e brônquios atingem cerca de 31.200 pessoas por ano. Infelizmente, a doença é muitas vezes grave e deve ser diagnosticada precocemente.

Para isso, os pacientes precisam procurar ajuda médica e atualizar seus exames em tempo hábil. Alguns sintomas podem ser os primeiros sinais de doença no corpo.

Confira agora algumas dicas para identificar o câncer de pulmão. Não deixe de consultar um médico para avaliar sua saúde.

Sintomas frequentes que indicam câncer de pulmão

Primeiro, vale a pena notar que nenhum dos sintomas abaixo pode ser considerado sintomas definitivos de câncer de pulmão. A maioria, se não todos, pode estar associada a crises de bronquite, asma, laringite, alergias respiratórias, pneumonia e infecções.

Portanto, para diagnosticar um tumor de pulmão, esse julgamento só pode ser feito mediante consulta a um especialista. No entanto, os fatores de risco precisam ser considerados.

  • Tosse seca e persistente;
  • Dificuldade em respirar;
  • Falta de ar;
  • Diminuição do apetite;
  • Perda de peso;
  • Rouquidão;
  • Dor nas costas;
  • Dor no tórax;
  • Sangue no catarro;
  • Cansaço extremo.

Fatores de risco para desenvolver câncer de pulmão

Se você possui os seguintes fatores de risco além dos sintomas listados acima, fique atento. Dessa forma, os sinais do câncer se tornam mais intensos.

Os principais e mais comuns fatores de risco para o desenvolvimento de câncer de pulmão são:

  • Fumar regularmente, independentemente do ingrediente ativo. Lembre-se que um dos determinantes do dano do cigarro é a combustão, a temperatura da fumaça;
  • Exposição à fumaça de cigarro por longo período da vida;
  • Radioterapia prévia no tórax;
  • Exposição ao gás radônio ( a decomposição natural do urânio no solo);
  • Contato com amianto ou outras substâncias cancerígenas;
  • Genética, ou seja, histórico familiar que aponte câncer no pulmão.

Recomendamos consultar um médico,ele irá passar exames que comprovem ou não a doença!

confira: Os efeitos do tabaco em crianças

%d blogueiros gostam disto: