Sinusite crônica conheça os sintomas e saiba como tratar

A sinusite crônica é uma das doenças respiratórias mais incômodas, podendo causar infecções e dores faciais, por isso é muito importante entender como tratar e se livrar do desconforto.

É um processo inflamatório grave que causa sintomas desagradáveis ​​que podem durar mais de uma semana. Portanto, é uma doença muito comum que pode afetar pessoas de todas as idades.

Existem dois tipos de sinusite, crônica e aguda. Os sintomas são semelhantes. O tempo de permanência da sinusite crônica é diferente. Além de serem mais graves, os sintomas podem durar mais tempo.

Nesse contexto, um bom conhecimento do assunto é essencial para buscar o tratamento adequado e promover sua saúde e bem-estar.

O que é a sinusite crônica?

Consiste em uma inflamação que afeta o revestimento dos seios da face, que são as cavidades ósseas ao redor dos olhos, maçãs do rosto e nariz. As causas mais comuns de sinusite crônica são infecções virais, bactérias e alergias.

Além disso, os seguintes fatores contribuem para o aparecimento da doença:

  • Rinite alérgica mal controlada; tratamento inadequado da rinite aguda;
  • Alterações nas vias aéreas respiratórias;
  • Baixa imunidade; exposição a poluentes.

Sinusite crônica e aguda

A sinusite pode ser de dois tipos, aguda e crônica. A principal diferença é que os sintomas duram mais de 10 semanas, caso em que já pode ser considerada uma doença crônica.

Sem diagnóstico prévio e tratamento adequado, a sinusite aguda pode progredir para uma condição mais grave. Portanto, pode se tornar uma doença crônica e prejudicar ainda mais a qualidade de vida.

Quais os sintomas da sinusite crônica?

sinusite cronica
Créditos da imagem Freepik

Independentemente da idade, todas as pessoas com a doença apresentam sintomas semelhantes. Nesse sentido, o reconhecimento precoce dos sintomas e a busca por tratamento são ações decisivas para evitar complicações.

Os sintomas clássicos são:

  • inchaço na face;
  • mau hálito;
  • tosse crônica;
  • dor de cabeça;
  • febre;
  • tontura;
  • cansaço;
  • irritação na garganta;
  • obstrução nasal / nariz entupido.

Após o paciente apresentar crise da doença por mais de 10 semanas, o diagnóstico foi feito por meio de avaliação médica.

O médico avaliará a história clínica e as condições do indivíduo e poderá até solicitar exames de imagem, como radiografia de seios da face, tomografia computadorizada e ressonância magnética.

Formas de tratamento e prevenção

Você pode encontrar diferentes tipos de tratamentos para a sinusite crônica. Portanto, o estado do paciente, a intensidade dos sintomas e a causa são fundamentais para indicar a melhor cirurgia.

Portanto, pode ser tratada com esteroides, antibióticos, medicamentos antialérgicos e descongestionantes. Em alguns casos, a lavagem nasal e a nebulização com soro fisiológico também são eficazes.

O tratamento cirúrgico é adequado para situações em que o tubo sinusal precisa ser alargado ou dragado. Porque dificultam a descarga de secreções, estimulando a proliferação de fungos e infecções sistêmicas.

Isso pode ser evitado por ações simples realizadas na vida diária. Todas essas são formas eficazes de evitar crises e manter o bem-estar pessoal, desde que sejam hábitos constantes.

Para ajudar a prevenir a sinusite crônica, você pode realizar as seguintes etapas:

  • manter uma alimentação saudável e equilibrada; evitar locais com contaminação excessiva;
  • seja vacinado contra a gripe, mesmo que você não esteja em risco;
  • evite resfriados e gripes; evite colocar os dedos no nariz; controlar alergias; fortalecer a imunidade do corpo;
  • praticar exercícios físicos;
  • mantenha uma boa higiene nasal com solução salina.

Além disso, visitas regulares ao médico também ajudam a evitar isso. Apenas um especialista pode prescrever medicamentos e recomendar cuidados especiais, dependendo de sua condição.

O tratamento incorreto pode levar ao desenvolvimento de condições médicas graves, como pneumonia, abcessos, infecções sistêmicas e inflamação em outros órgãos, como o cérebro e os olhos.

Portanto, prestar muita atenção e evitar as complicações da sinusite crônica é essencial para realmente ser saudável. Além do fato de que a doença não compromete sua qualidade de vida e sua tendência para a realização de atividades diárias.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: