Triglicerídeos elevados: como reduzi-los?

Autor(a):

Triglicerídeos e colesterol sempre aparecem juntos porque são os tipos de lipídios que circulam no sangue:

  • Os triglicerídeos armazenam calorias não utilizadas e fornecem energia ao seu corpo.
  • O colesterol é usado para construir células e certos hormônios.

Os triglicerídeos são gorduras (lipídios) encontrados no sangue. Quando você come, seu corpo converte todas as calorias que não precisa usar imediatamente em triglicerídeos.

Os triglicerídeos são armazenados em suas células de gordura. Mais tarde, os hormônios liberam triglicerídeos para energia entre as refeições.

Se você come regularmente mais calorias do que queima, especialmente alimentos ricos em carboidratos, pode ter triglicerídeos altos (hipertrigliceridemia).

Você deve se preocupar com níveis elevados de triglicerídeos.

Triglicerídeos elevados são um sinal de alerta!

Triglicérides alto | Juliano Pimentel
Triglicérides alto.

Triglicerídeos elevados podem levar ao endurecimento das artérias ou espessamento das paredes das artérias (arteriosclerose). Isso aumenta o risco de acidente vascular cerebral, ataque cardíaco e doenças cardíacas.

Triglicerídeos elevados também podem causar inflamação aguda do pâncreas (pancreatite).

Triglicerídeos elevados são frequentemente um sinal de outras condições que aumentam o risco de doenças cardíacas e derrame, incluindo obesidade e síndrome metabólica – uma condição que inclui excesso de gordura na cintura, pressão alta, triglicerídeos altos, açúcar e colesterol elevados no sangue. Uma série de doenças.

Triglicerídeos elevados também podem ser sinais de:

  • Pré-diabetes ou Diabetes tipo 2 
  • Síndrome metabólica – pressão alta, obesidade e açúcar elevado no sangue andam juntos, aumentando o risco de doenças cardíacas
  • níveis baixos de hormônio da tireoide (hipotireoidismo)
  • Certas doenças genéticas raras afetam como seu corpo converte gordura em energia

Às vezes, triglicerídeos elevados são um efeito colateral de tomar certos medicamentos, como:

  • Diuréticos, estrogênio e progesterona, retinoides, esteroides, betabloqueadores, alguns imunossupressores e medicamentos para o HIV.

Ao contrário do colesterol, os triglicerídeos elevados são sempre negativos.

Como diminuir os triglicerídeos elevados

Você pode fazer alguns ajustes em seus hábitos para manter os níveis adequados de triglicerídeos.

  • Exercite-se regularmente. Tente fazer pelo menos 30 minutos de atividade física na maioria ou em todos os dias da semana. O exercício regular pode diminuir os triglicerídeos e aumentar o colesterol “bom”. Tente incorporar mais atividade física em suas tarefas diárias – por exemplo, subir escadas no trabalho ou caminhar na hora do repouso.
  • Evite açúcar e carboidratos refinados. Carboidratos simples (como açúcar) e alimentos feitos com farinha branca ou frutose aumentam os triglicerídeos.
  • Escolha gorduras mais saudáveis. Troque as gorduras saturadas da carne por gorduras saudáveis ​​de plantas, como óleos de oliva e canola. Tente substituir a carne vermelha por peixes ricos em ácidos graxos ômega-3, como cavala ou salmão. Evite gorduras trans ou alimentos que contenham óleos ou gorduras hidrogenadas.
  • Limite o consumo de álcool. O álcool é rico em calorias e açúcar e tem um efeito particularmente potente sobre os triglicerídeos. Evite o álcool se tiver hipertrigliceridemia grave.
  • Perder peso. Se você tem hipertrigliceridemia leve a moderada, concentre-se em cortar calorias. As calorias extras são convertidas em triglicerídeos e armazenadas como gordura. Cortar calorias reduzirá os triglicerídeos.

Sempre que falo em emagrecer, recebo este comentário: “Já tentei de tudo para emagrecer, mas não consigo”.

Se você é uma dessas pessoas, preciso te dizer que você não fez tudo.

Estar acima do peso não é natural, é normal, mas não é natural nem saudável. Então, você pode e deve fazer todo o necessário para perder aquele peso que te inflama, atrapalha o funcionamento dos órgãos e reduz a energia.

Como eu disse, uma alimentação natural e saudável pode te ajudar muito, principalmente na redução de carboidratos. Para ajudar na sua reeducação alimentar, trago uma novidade.

confira: Como controlar triglicerídeos com remédios naturais

%d blogueiros gostam disto: