Vitamina D Contra o coronavírus

Vitamina D Combate o coronavírus?

A vitamina D pode ser absorvida pelo organismo quando exposta à luz solar, alimentos ou suplementos alimentares

Considerada como um nutriente essencial solúvel em gordura, a vitamina tem duas formas: vitamina D2, também conhecida como egocalciferol, e vitamina D3, conhecida como colecalficerol. Eles podem ser comprados com suplementos alimentares, alimentos que contêm nutrientes ou através da luz solar.

Para que serve a vitamina D no nosso organismo?

O nutriente é extremamente importante para o bom funcionamento do corpo, pois garante que os ossos e os dentes permaneçam fortes e também garante uma boa saúde do coração.

Vitamina D e ossos

A vitamina ajuda a regular a quantidade de fósforo e cálcio no organismo. Dessa maneira, sua absorção aumenta e desempenha um papel importante na saúde óssea e na força muscular.

Nas mulheres, o nutriente é ainda mais necessário, pois após a menopausa, a redução dos níveis de estrogênio reduz o efeito da vitamina e a absorção de cálcio pelos ossos.

Vitamina D na saúde da mulher

A vitamina D é essencial para a saúde da mulher, pois ajuda a prevenir a síndrome dos ovários policísticos, endometriose e infertilidade durante a puberdade.

Além disso, durante a gravidez, as vitaminas também ajudam a prevenir complicações do parto, baixo peso fetal e diabetes gestacional e ajudam a obter melhores resultados de fertilização in vitro.

Após a menopausa, é essencial manter os níveis de fósforo e cálcio no sangue.

Quando a vitamina D está baixa?

Somente exames médicos podem confirmar baixos níveis de vitaminas. No entanto, quando isso acontece, certos sintomas são comuns.

Confira alguns sintomas comuns de quando a vitamina D está baixa:

  • Espasmos musculares.
  • Sensação de cansaço, fraqueza e/ou mal-estar.
  • Dor nos ossos e nos músculos.
  • Osteoporose em adultos.
  • Fraqueza nos ossos.

Quais doenças podem ser causadas quando a vitamina D está baixa?

Manter níveis adequados de vitaminas no corpo pode evitar uma série de doenças.

Confira sete doenças causadas pela vitamina D baixa:

  • Fraqueza muscular.
  • Prevenção ao câncer.
  • Problemas cardiovasculares.
  • Fragilidade óssea.
  • Resfriados, gripes e asma.
  • Artrite reumatoide.
  • Prevenção à obesidade.

O que é bom para aumentar a vitamina D?

Como veremos abaixo, a vitamina D pode ser aumentada aumentando o consumo de alimentos que contêm essa substância. Alguns deles são: cogumelos, salmão, atum, queijo e gema de ovo.

Além disso, é possível substituí-lo por suplementos alimentares em gomas, cápsulas, comprimidos e óleos, disponíveis em quase todas as drogarias e farmácias.

As opções de gomas são saborosas, fáceis de mastigar e tornam a suplementação uma atividade divertida, especialmente para crianças.

Quais os alimentos que contêm vitamina D?

Alguns alimentos ajudam a equilibrar o nível de vitamina D no corpo. Confira alguns deles:

  • Gema de ovo.
  • Queijos.
  • Salmão, sardinha e atum enlatado.
  • Cogumelos.
  • Bife de fígado.

Quais os benefícios?

A vitamina D é necessária para o bom funcionamento do nosso corpo, porque funciona em várias funções, como:

  • Garante a boa saúde cardíaca.
  • Dentes e ossos fortes.
  • Auxilia na prevenção do raquitismo durante a infância.
  • Regula a presença de cálcio e ferro no sangue.
  • Auxilia no combate a doenças autoimunes.
  • Auxilia na prevenção da depressão.

Como tomar a vitamina D?

 

Somente um médico pode aconselhar se você precisa tomar vitamina D e como tomá-la. Portanto, é recomendável consultar e testar antes de tomar qualquer vitamina.

No entanto, para uma melhor absorção do corpo, recomenda-se consumir a vitamina, de preferência na hora do almoço, e com produtos que contenham gordura, como ovos e manteiga.

Suplementos alimentares: para que serve?

Geralmente, comida e luz solar direta não são suficientes para atingir o nível de nutrientes necessário para o funcionamento normal do corpo humano.

Veja Mais: A vitamina D3: o que é e onde encontrar?

É quando aparecem suplementos alimentares. Eles podem estar na forma de óleo, cápsulas, comprimidos ou gomas e podem ser encontrados em qualquer farmácia.

Para tornar o momento da suplementação mais delicioso e interessante, a goma de mascar é apresentada de várias formas, com sabor frutado, mastigável e fácil de engolir.

Vitamina D baixa: o que pode ser e o que fazer?

 

Baixos níveis desse nutriente no corpo humano podem significar certas doenças, além de deficiências nutricionais, falta de luz solar e outros fatores.

No entanto, apenas um médico pode avaliar se seu nível de vitamina está baixo, a causa dessa deficiência de vitamina e o melhor tratamento para a reposição de vitamina.

Se você tiver sintomas como fraqueza, dor óssea e muscular, cãibras musculares e outros sintomas mencionados aqui, consulte um médico e faça um exame.

Vitamina D engorda?

Não, em vez disso, essa vitamina ajuda a combater a obesidade.

Pessoas com níveis mais altos de nutrientes no corpo são mais propensas a “Perder Peso” porque as vitaminas podem ajudar o metabolismo da gordura, além de reduzir o apetite.

Vitamina D e coronavírus:

Vitamina D Combate o coronavírus?

Cientistas italianos acreditam que esta substância ajudará a prevenir a doença causada pelo coronavírus Covid-19.

O uso desta substância ainda mostra vantagens contra infecções respiratórias. Mas apenas em pessoas com níveis muito baixos de vitaminas.

Não há evidências científicas para provar que a vitamina D cura o Covid19 , porque, embora do ponto de vista laboratorial, embora a vitamina D possa melhorar a imunidade, não foi comprovado que esteja relacionado à redução do risco de infecção por coronavírus.

O Ministério da Saúde refutou essas recomendações e disse: “Até o momento, não existem medicamentos ou vacinas específicos que possam prevenir novas infecções por coronavírus”.

%d blogueiros gostam disto: