Você sabia que o COVID-19

Você sabia que o COVID-19 pode aparecer na pele?

Ao falar sobre Covid-19, pensamos imediatamente em sintomas respiratórios. Esses sintomas podem até evoluir para síndrome respiratória aguda grave, ou seja, dificuldade ou desconforto respiratório, sensação de peso ou pressão no peito e saturação de oxigênio <95%.

Mas desde que a doença começou a aparecer no Brasil, sintomas de pele nos pés, mãos, tronco e boca também foram relatados.

Uma pesquisa publicada no ano passado mostrou que o desconforto pode aparecer alguns dias antes do aparecimento dos sintomas comuns e pode até ser o único sintoma durante o processo de infecção.

ALTERAÇÕES NA PELE

Dermatite atópica
Créditos da imagem Freepik
  • Exantema maculopapuloso (erupção com vermelhidão);
  • Lesões urticariformes difusas (lesões avermelhadas e inchaço);
  • Vesículas varicela-símiles (bolinhas vermelhas);
  • Coceira intensa;
  • Bolhas;
  • Manchas;
  • Lesões esbranquiçadas;
  • Livedo (necrose);

Embora tenha sido comprovado que não há relação entre a presença ou ausência dos sintomas acima mencionados e a gravidade de Covid-19, sabe-se que situações extremas, como hipercoagulabilidade, podem desencadear sintomas mais graves, como: sensação de queimação em a pele, resfriado ou mesmo gangrena.

Um estudo publicado por uma equipe do King’s College London descobriu que os sintomas duram em média entre 5 e 14 dias e são mais comuns em mulheres.

Acredita-se que as lesões cutâneas ocorram quando o sistema imunológico é ativado – mas reage de forma exagerada – o que parece indicar que o corpo está tentando se defender da invasão de vírus indesejados.

É COVID-19?

Devido ao aparecimento de sintomas cutâneos, muitas vezes suspeita-se de alergias ou sintomas de outros vírus.

A dica é buscar auxílio na realização de um estudo epidemiológico para diagnóstico precoce e medidas de isolamento.

Porém, é necessário que o paciente busque o prontuário do profissional e orientações sobre a realização do exame.

Somente por meio do diagnóstico é possível orientar o tratamento adequado para aliviar o desconforto da pele e prevenir a propagação do vírus Covid-19.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: