Xarope de babosa tão eficaz quanto omeprazol contra Refluxo gástrico;

Autor(a):

O Xarope de babosa tem um efeito sedativo, ajuda a aliviar a inflamação no esôfago e no estômago, alivia a dor e as sensações de queimação causadas pelo refluxo e também é usada para tratar a gastrite. Para preparar este suco em casa, você deve lavar e secar as folhas de aloe vera.

O refluxo gástrico é uma doença que acomete aproximadamente 25% da população brasileira. Também envolve o retorno do conteúdo do estômago, incluindo bile e ácidos, do estômago de volta ao esôfago.

A causa mais comum dessa patologia são possíveis alterações no esfíncter que separa o esôfago do estômago em uma hérnia de hiato.

Embora este seja um problema muito comum, ele precisa ser tratado porque o desconforto é muito desagradável.

No entanto, existem tratamentos químicos e métodos alternativos naturais. O tratamento mais utilizado é à base de omeprazol, na cultura da medicina alternativa, o aloe é muito eficaz em casos de refluxo ácido, e hoje você aprenderá a tratá-lo com xarope de aloe natural e caseiro.

Os sintomas do refluxo ácido são caracterizados por uma sensação de queimação no estômago e o retorno do ácido estomacal na garganta.

Ou seja, como já mencionado, é muito desagradável sentir essa regressão na garganta, há, por exemplo, pessoas que vomitam devido a esse retorno do estômago.

Além disso, as pessoas com refluxo ácido têm fortes dores de estômago e sempre há uma sensação de acidez, como se houvesse um fogo em seu próprio estômago.

Os sintomas são um pouco semelhantes aos da gastrite. Os fatores de risco incluem obesidade, pressão alta e refeições abundantes à noite, especialmente na hora de dormir. No entanto, uma vez que a doença foi diagnosticada e tratada, a pessoa vive uma vida normal.

Benefícios do xarope de babosa

A receita deste xarope tem origem franciscana. Também usado hoje na medicina alternativa pelos portugueses.

A babosa é uma planta benéfica para a saúde humana, e quanto mais pesquisas são feitas sobre ela, maior a surpresa. Primeiro pelos benefícios que traz para diversas partes do corpo humano, e segundo pela praticidade e versatilidade da planta em seu uso.

Dito isso, a receita do xarope de aloe vera foi trazida para o Brasil em 1932 por Frei Romano Zago. Mesmo para o mesmo monge, espalhei a receita por vários dos seus países, três dos quais são bastante conhecidos, Brasil, Portugal e Itália.

A receita da calda é feita com folhas de aloe vera, mel e aguardente. Aloe ou aloe vera é uma fonte de vitaminas A, B e C, enzimas e aminoácidos que ajudam a melhorar a saúde digestiva.

Portanto, ajuda a reduzir a inflamação causada pela gastrite, aliviar os sintomas da hérnia de hiato e melhorar a digestão.

Isso porque, contém propriedades calmantes que ajudam a aliviar a dor e a queimação do refluxo. Além disso, a aloína na planta tem propriedades laxantes e estimula os movimentos intestinais, além de prevenir a constipação.

Além disso, o aloe vera possui propriedades antibacterianas, graças às quais estimula o sistema imunológico a combater qualquer microrganismo que possa prejudicar o sistema gastrointestinal.

O mel, por outro lado, também contém vitaminas A, B, C e E, cálcio, cloro, ferro, magnésio, potássio e zinco. Também tem efeitos anti-inflamatórios, antibacterianos, analgésicos, imunológicos e laxativos.

Portanto, também ajuda no tratamento de doenças relacionadas ao sistema digestivo, como refluxo ácido, gastrite, úlceras e distúrbios digestivos.

Ingredientes e preparo do xarope

  • 3 a 4 folhas de babosa – Aloe vera
  • ½ kg de mel puro e orgânico
  • 4 colheres (sopa) de aguardente

Preparo

Primeiro, lavamos bem as folhas de babosa, removemos os espinhos nas laterais e cortamos em pedaços.

Em seguida, usando uma faca, retire o gel que grudou nas folhas.

Coloque todo o gel em um recipiente, depois jogue-o em um triturador ou liquidificador até que se transforme em um creme consistente e homogêneo.

VEJA: CREME DE BABOSA PARA DIVERSOS USOS – 

Em seguida, adicione o mel e o conhaque e continue batendo até obter um creme homogêneo. Depois disso, é hora de embalar e armazenar. O ideal é usar embalagem de vidro escuro, que podem ser retirados da geladeira no inverno, mas você precisará guardá-lo na geladeira no verão.

O ideal é tomar o xarope 3 x ao dia. Sendo 1 colher (sopa) do xarope antes do café da manhã, outra antes do almoço e a última antes do jantar.

Outra dica importante é que o conhaque pode ser substituído por vodka ou uísque porque
O álcool é o conservante do xarope. Por fim, a recomendação final é compartilhar seu tratamento em casa com seu médico, pois cada organismo reage de forma diferente e somente um médico pode dizer se você pode tomar xarope de aloe vera.

%d blogueiros gostam disto: