Xarope expectorante caseiro: para tratar gripe, limpar os pulmões e expectorar todo o catarro

0
45

Os ingredientes do xarope têm propriedades expectorantes e anti-inflamatórias, que podem aliviar os sintomas de doenças respiratórias.

Com o advento do outono e do inverno, quando o clima é seco e a temperatura moderada, as pessoas costumam ter dificuldade para respirar.

Essa condição afeta todo o sistema respiratório, causando inflamação, infecção e dificuldades respiratórias.

Quando esses problemas surgem, a maioria das pessoas procura a farmácia para obter ajuda no alívio dos sintomas.

No entanto, se for leve, pode ser tratada com remédios naturais em casa. Claro, uma das melhores maneiras de aliviar problemas como xarope, tosse, gripe e resfriado é fazer xarope.

Além de ser um produto natural, também possui propriedades expectorantes, auxiliando na eliminação de secreções no trato respiratório.

Até a inflamação da garganta e dos pulmões pode ser tratada com eles. Portanto, aqui está um excelente xarope caseiro que pode aliviar as dificuldades respiratórias.

Você irá utilizar apenas ingredientes naturais.

São eles:

Benefícios de cada ingrediente

Os ingredientes do xarope têm propriedades expectorantes e anti-inflamatórias, que podem aliviar os sintomas de doenças respiratórias.

Além disso, eles também têm vitaminas e propriedades essenciais que podem fortalecer o sistema imunológico e prevenir a invasão do vírus.

Guaco

O Guaco possui propriedades fitoterápicas como broncodilatadores e efeitos expectorantes. Assim, ajuda a aliviar tosses, gripes, resfriados, asma, bronquite e outras doenças respiratórias.

Hortelã

A hortelã-pimenta contém mentol, que tem efeitos congestivos e expectorantes e ajuda a reduzir a tosse e a excreção de muco.

Além disso, o aroma desta erva ajuda a “abrir” as vias respiratórias, aliviando os sintomas de asma, infecções da garganta e outras doenças respiratórias.

A hortelã-pimenta também tem efeitos anti-inflamatórios e antivirais e pode ser usada na prevenção da gripe e ajudar no tratamento de resfriados e gripes.

Veja como fazer Chá de boldo e hortelã para tratar gordura no figado

Gengibre

O gengibre possui propriedades anti-inflamatórias e expectorantes, além do gingerol, princípio ativo com propriedades antibióticas.

Assim, auxilia no tratamento e prevenção de doenças respiratórias e contribui para a eliminação de vírus e bactérias que afetam a saúde pulmonar.

Além disso, também contém vitamina C, essencial para aumentar a produção de anticorpos e fortalecer o sistema imunológico.

O gengibre também contém fósforo, niacina e potássio, substâncias que ajudam a controlar a inflamação e também têm propriedades para o alívio da tosse.

Finalmente, o alto teor de antioxidantes contribui para a limpeza e proteção do trato respiratório.

Veja mais sobre Gengibre e seus benefícios no tratamento da artrose

Limão

O limão é rico em vitamina C, essencial para fortalecer as defesas do corpo.

Além disso, ácido cítrico, cálcio, magnésio e vitamina B6, nutrientes com propriedades anti-sépticas, anti-inflamatórias e anti-influenza.

O limão também é rico em óleos essenciais, que podem aliviar tosse, secreções e congestão no nariz e na garganta.

Finalmente, os flavonoides presentes no limão têm propriedades anti-sépticas e antibacterianas.

Dessa forma, ajudam a prevenir e controlar infecções causadas por vírus e bactérias, principalmente na mucosa oral e na garganta.

Veja mais sobre o Chá de casca de limão para tratar gordura no fígado

Cebola 

A cebola contém quercetina, que ajuda a combater resfriados, resfriados, tosses, asma e a eliminar o catarro.

Ele também tem efeitos expectorantes, anti-inflamatórios, antibacterianos e antioxidantes e alivia os sintomas da gripe.

Além disso, também é rico em vitaminas A e C, que ajudam a fortalecer o sistema imunológico.

Alho 

O alho é um excelente agente antiviral, fortalece o sistema imunológico e auxilia na rápida eliminação do vírus da gripe.

Além disso, possui propriedades expectorantes e anti-sépticas que estimulam a função respiratória e, assim, controlam os sintomas da gripe.

Finalmente, o alho ajuda a reduzir e eliminar o muco nos pulmões, prevenindo eficazmente a tosse.

Canela 

A canela tem efeitos antivirais e ajuda a combater os vírus que causam gripes e resfriados.

Além disso, tem um efeito secante nas mucosas e expectorante, ajudando a prevenir doenças pulmonares, dores de garganta e infecções respiratórias.

Cravo-da-índia

O cravo-da-índia possui eugenol, que é um composto com propriedades anti-inflamatórias que pode atuar diretamente na cavidade nasal.

Desta forma, ajuda a aliviar dores de garganta, alivia tosses, reduz a congestão no peito e infecções respiratórias.

Mel

O mel tem efeitos antibacterianos e antivirais e pode tratar resfriados, muco excessivo e congestão nasal com eficácia.

Também é rico em vitaminas A e C, essenciais para fortalecer o sistema imunológico e nos proteger de vírus.

Como o mel tem efeitos anti-inflamatórios, ele ajuda a aliviar a irritação respiratória, controlando assim a tosse e dor de garganta.

Na verdade, as novas diretrizes de saúde dos Institutos Nacionais de Saúde e Pesquisa Médica (NICE) recomendam o uso de mel para aliviar a tosse.

Xarope caseiro

Este xarope pode aliviar imediatamente a gripe, resfriado, tosse e expectoração.

Ingredientes:

  • 3 colheres (sopa) de guaco
  • 3 a 4 raminhos de hortelã
  • 1 pedaço de gengibre (3 cm) ralado
  • 1 limão
  • ½ cebola com casca
  • 2 dentes de alho com casca
  • 1 pau de canela em rama
  • 10 cravos-da-índia
  • 1 xícara de açúcar mascavo
  • 3 colheres (sopa) de mel
  • 400 ml de água filtrada ou mineral

Modo de preparo:

Em uma panela, coloque o açúcar mascavo, a canela, o cravo, o gengibre ralado e a cebola, cortados em pedaços – com a pele.

Leve a panela ao fogo médio e misture os ingredientes até que o açúcar esteja bem dissolvido.

Em seguida, coloque a água e deixe ferver por 20 minutos em fogo baixo – cuide para não queimar.

Após esse tempo de fervura, adicione o alho ralado ou picadinho (com casca), descasque o limão e coloque a casca na panela. (reserve o suco do limão).

Mexa e deixe ferver com a panela tampada, por mais dois minutos.

Desligue o fogo, adicione o guaco, a hortelã, o suco de limão e misture bem.

Tampe a panela, deixe em infusão até esfriar e coe, reservando apenas o líquido.

Depois, adicione o mel, misture e coloque o xarope em um pote de vidro esterilizado.

Conserve em local seco e fresco por até 15 dias.

Tome uma colher (sopa) três vezes ao dia.

Se você é diabético, não se recomenda consumir o xarope, pois contém mel e açúcar.

Veja também : Xarope caseiro de acerola: combate a gripe, resfriado, tosse seca e dor no peito