Alimentação e fertilidade – como aumentar suas chances de engravidar?

0
81

Você sabia que existe uma relação entre alimentação e fertilidade? A dieta pode afetar a qualidade do sistema reprodutivo para homens e mulheres.

Por exemplo, mulheres obesas têm menos probabilidade de engravidar. Além disso, doenças como a endometriose estão relacionadas à alimentação.

Veja Mais: Como Perder o Peso Ganho na GRAVIDEZ

Alimentação e fertilidade: O que comer para aumentar as chances de engravidar?

Hoje em dia, cada vez mais pessoas comem alimentos inflamatórios como o açúcar, além de muitos carboidratos. Esses hábitos reduzem a chance de gravidez.

Então, quando falamos sobre alimentação e fertilidade, a questão é que as pessoas comem mais conscientemente e escolhem alimentos mais nutritivos.

Não existe uma dieta de fertilidade específica, fazemos recomendações sobre o que comer e o que evitar.

No entanto, a dieta mediterrânea é a mais recomendada, pois é a que possui mais estudos que apoiam a relação com a melhora da fertilidade. É baseado na dieta e nos hábitos alimentares de países ribeirinhos do Mar Mediterrâneo, como Grécia, Itália, Espanha e Marrocos.

O cardápio se concentra em alimentos naturais e é rico em:

  • peixes, preferencialmente de águas salgadas e profundas, que são fontes de ômega-3, como o salmão e atum.
  • azeites;
  • oleaginosas, como castanhas e amêndoas;
  • leguminosas, como grão de bico e lentilha;
  • frutas e verduras variadas;
  • grãos integrais, como a aveia.

Recomenda-se comer comida de verdade da forma mais natural!

Quais alimentos evitar?

É importante evitar certos alimentos para aumentar a chance de um resultado positivo.

Reduzir o consumo de produtos ultraprocessados, ultrainflamatórios e industrializados (como farinha branca e açúcar) prejudiciais à saúde e à fertilidade.

A cafeína deve ser consumida com moderação, não ultrapassando 200 mg por dia, o que equivale a três xícaras de café.

Quando se trata de frutas, cuidado com o excesso de frutose. Evite comer espécies muito doces, especialmente se você estiver acima do peso.

Quanto ao glúten e à lactose, não é necessário excluí-los de sua dieta se você não for alérgica.

Relação entre a fertilidade e a saúde intestinal

Nosso microbioma intestinal, ou saúde intestinal, está comprovadamente relacionado à fertilidade.

Além de escolher o alimento para comer, você também precisa entender os alimentos que seu corpo absorve e como seu intestino reage aos alimentos que você ingere.

Por isso, é muito importante realizar exames laboratoriais e avaliar a carência de vitaminas e minerais. Manter o intestino saudável é tão importante quanto fazer boas escolhas alimentares. Tanto o que você come quanto o que você absorve são fundamentais para sua fertilidade.

Uma das principais prioridades para quem quer engravidar – e também viver uma vida saudável – é seguir os 4 Pilares da Saúde:

  • Alimentação saudável;
  • Prática de atividade física;
  • Controle de estresse;
  • Suplementação de vitaminas e minerais.