Chá caseiro de ervas para ajudar a eliminar pedras nos rins

0
47

Usando esta combinação de ervas, você poderá tratar melhor as pedras nos rins.

As pedras nos rins, comumente conhecidas como pedras nos rins, são problemas causados ​​pelos cristais de sais minerais presentes na urina.

Eles se reúnem e formam pequenas pedras no trato urinário, mas quando obstrui o fluxo da urina, expande a estrutura interna dos rins.

Dessa forma, pode causar cólica renal, que segundo a crença popular é uma das piores dores que as pessoas podem sentir na vida.

Pacientes que sofrem com isso acham que é pior do que a dor do parto, fraturas, queimaduras ou ferimentos a bala.

Segundo o urologista Leonardo Ortigara (Leonardo Ortigara), estima-se que entre 5% e 15% da população terá cálculo renal em algum momento da vida.

O principal grupo de risco são os pacientes do sexo masculino com idades entre 35 e 45 anos. No entanto, esse problema afeta crianças, adultos e idosos.

Sintomas mais comuns

Existem duas situações em que as pedras nos rins podem ser identificadas. Se uma pedra ficar presa em seu rim, seu corpo dificilmente mostrará quaisquer sinais.

Nesse caso, o problema só pode ser detectado com o auxílio de análise de urina, ultrassom ou tomografia computadorizada.

No entanto, se passar pelo jato de urina e chegar ao ureter, que é o canal que conecta o rim à bexiga, você terá sintomas como:

  • Ardência ao urinar
  • Sangue na urina
  • Cólica perto da região genital
  • Dor intensa no final das costas
  • Idas exageradas ao banheiro, mesmo sem urinar muito
  • Náuseas e vômitos

Chá de ervas para pedra nos rins

Se você sofre desse problema, pode apostar em uma combinação de ervas para ajudar a tratar as dolorosas pedras nos rins.

Ingredientes:

Modo de preparo:

Coloque um punhado de cada erva em uma panela com água fervente, tampe e deixe por 20 minutos.

Em seguida coe e beba uma xícara de chá cinco vezes ao dia.

Benefícios das ervas

As ervas dessa infusão possuem propriedades diuréticas e anti-inflamatórias que ajudam no tratamento contra as pedras nos rins.

Confira os benefícios de cada uma delas.

Chapéu-de-couro

O chapéu de couro possui propriedades diuréticas, laxantes, antiinflamatórias, purificantes e adstringentes.

A planta é indicada como coadjuvante no tratamento de problemas renais, estomacais e hepáticos.

Porém, é no aparelho urinário que tem um excelente efeito, pois graças ao seu efeito diurético ajuda a eliminar os cálculos, causando assepsia do trato urinário.

Cana-do-brejo

A cana-do-brejo é rica em substâncias antiinflamatórias e diuréticas, que auxiliam na prevenção e tratamento de doenças renais.

Portanto, ajudar a eliminar as pedras nos rins e a evitar que os cristais expelidos das pedras causem dor e / ou inflamação no trato urinário.

Folha de abacateiro

As folhas do abacate (árvore do abacate) contêm propriedades antiinflamatórias, anti-sépticas e diuréticas.

Portanto, ajuda a tratar infecções do trato urinário e pedras nos rins, pois ajuda a eliminar o sódio do corpo.

Como resultado, reduz a retenção de líquidos, permitindo que o corpo filtre melhor a água ingerida e evite o acúmulo de cristais.

Quebra-pedra

O chá de quebra-pedras é diurético e evita o oxalato de cálcio, o químico responsável pela formação de pedras nos rins.

A infusão ajuda a converter os cristais de oxalato de cálcio em cristais di-hidratados que possuem uma área de superfície menor.

Como resultado, eles aderem menos ao trato urinário, evitando a formação de cálculos maiores.

A planta também combate a retenção de líquidos e promove o relaxamento do sistema urinário, facilitando a urina.

Cavalinha

A cavalinha tem um excelente efeito diurético e afeta diretamente a retenção de fluidos corporais.

Desta forma, ajuda a eliminar toxinas do corpo, previne o inchaço e ajuda a tratar problemas renais e do sistema urinário.

Dicas para evitar pedras nos rins

Pedras nos rins são uma condição dolorosa, mas podem ser evitadas se você prestar atenção à sua dieta e hábitos físicos.

Manter uma dieta balanceada, beber bastante água e praticar exercícios físicos regulares pode ajudar a prevenir isso.

Beba pelo menos um copo de suco de laranja ou limão todos os dias, pois são ricos em ácido cítrico.

Quando consumido na alimentação, o ácido cítrico forma um sal que evita a formação de cristais e pedras.

Além disso, evite comer alimentos ricos em oxalato, que são a principal causa de pedras nos rins.

Dentre os alimentos ricos nessa substância, podemos destacar a beterraba, a batata-doce, o amendoim, o ruibarbo, o espinafre, o chá preto e o chocolate.

Fique atento também à ingestão de proteínas, pois o excesso de proteína pode acelerar o processo de formação de cálculos.

Uma dieta rica em proteínas pode sobrecarregar a taxa de filtração dos rins, aumentando a acidez e a eliminação do cálcio na urina.

Aproveite também para reduzir a quantidade de sal de cozinha em suas refeições, pois é rico em sódio.

Evite beber bebidas alcoólicas, pois elas desidratam o corpo, facilitando a formação de pedras nos rins.

Por fim, pratique atividade física, pois ajuda o corpo a funcionar melhor, além de controlar a obesidade e o diabetes, dois fatores que contribuem para a formação de cálculos renais.

Portanto, ao tomar essas precauções e consumir o chá de ervas ensinado, você criará uma proteção muito forte contra esse problema tão desagradável.