Chá de picão-preto: controla diabetes, alivia hemorroidas e protege fígado

0
177

O Picão-preto é uma planta medicinal, também vulgarmente designada por Picão, Pica-pica ou Amor de mulher pelas suas excelentes propriedades anti-inflamatórias, sendo utilizada no tratamento de inflamações como artrite, dor de garganta ou dores musculares.

É usado na produção e no chá, e também na fabricação de muitos medicamentos de origem natural.

Picão é uma erva que cresce em locais amplos e tranquilos, encontrada em terrenos baldios em quase todas as regiões do Brasil.

No entanto, em muitos lugares, eles são chamados de ervas daninhas. Esta planta não é apenas famosa pelo seu nome original, é também a planta mais popular.

Também é identificado por outras denominações, e cada denominação varia de região para região.

Veja mais alguns nomes:

  • Erva-picão
  • Carrapicho
  • Piolho-de-padre
  • Picão-do-campo
  • Macela-do-campo
  • Carrapicho-agulha

O picão-preto  têm várias propriedades médicas, como efeitos antiinflamatórios, diuréticos, antioxidantes e antidiabéticos.

Confira seus principais benefícios:

Melhora o sistema imunológico

O Chá Picão ajuda a fortalecer o sistema imunológico e a prevenir inflamações e infecções.

Além disso, combate a alergia de contato, ou seja, atua quando um alérgico entra em contato com o causador da alergia.

Por exemplo, há indivíduos que têm alergia a pelo de gato ou outros animais.

Ao beber o chá, ele atua diretamente no sistema imunológico e previne processos alérgicos.

Veja Mais: Remédios Caseiro para imunidade

Combate o inchaço

O chá picão tem efeito diurético e ajuda a eliminar a água do corpo. Desta forma, pode ser usado para tratar a retenção de líquidos e combater o inchaço.

Ação antioxidante

O chá picão também é rico em antioxidantes. Portanto, suas propriedades ajudam a combater os radicais livres no corpo. Esses radicais livres são prejudiciais à saúde porque podem evoluir para doenças perigosas e envelhecimento prematuro.

Tratamento de icterícia

Esta erva pode ser usada como um bom remédio natural para icterícia. Essa condição é causada por um aumento na bilirrubina (uma substância amarelada encontrada na bile), que permanece no plasma até ser eliminada na urina.

No corpo, é caracterizada por uma tonalidade amarelada na pele, membranas mucosas ou olhos.

Porém, de acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), desde que os médicos afastem as condições graves, eles podem usar  esse tratamento.

Trata picadas de insetos e hemorroidas

O chá picão também pode ajudar na recuperação de erupções cutâneas e picadas de insetos.

Além disso, as compressas de chá também podem ser usadas para úlceras e hemorróidas. Você deve esperar que o chá aqueça – até que não queime – aperte, umedeça um pano e coloque-o sobre a área afetada.

Saúde respiratória

Este chá ajuda a limpar os seios da face e a eliminar bloqueios no trato respiratório. Dessa forma, ajuda a eliminar a tosse residual após o término do resfriado ou gripe.

Protege o fígado

A planta tem propriedades hepatoprotetoras e pode fornecer proteção para o fígado. O chá feito com esta erva ajuda a equilibrar os órgãos e a desintoxicar.

Diminui o açúcar no sangue

A picão é conhecida como planta hipoglicêmica, ou seja, auxilia na redução dos níveis de açúcar no sangue. No entanto, antes de começar a consumir chá para esse fim, é recomendável consultar um médico.

Isso porque se o paciente já está tomando medicamentos, o Pico Tea pode deixar o açúcar muito baixo.

Outros benefícios do picão-preto

O picão-preto também ajuda no tratamento de:

  • Tosse
  • Hepatite
  • Faringite
  • Amigdalite
  • Dor de garganta
  • Cólica menstrual
  • Dor de estômago
  • Úlceras gástricas
  • Infecções urinárias
  • Inflamações como reumatismo

Chá de picão-preto

Ingredientes:

  • 3 colheres (sopa) de picão seco (folhas, flores e sementes)
  • 1 litro de água

Observação: Você pode colher o picão direto da natureza ou também é possível comprá-lo em lojas de produtos naturais.

Modo de preparo:

Coloque a água em uma panela e leve ao fogo.

Adicione o picão e espere atingir o ponto de fervura.

Quando isso acontecer, desligue o fogo, tampe a panela e deixe abafando por dez minutos.

Em seguida, coe e consuma.

O recomendado é a ingestão de duas xícaras ao dia.

Porém, não deve ser consumido por mais de 15 dias seguidos.

Portanto, caso queira continuar o consumo, faça uma pausa de 15 dias e retome após esse período.

Em caso de aparecimento de reações adversas, suspenda o uso e consulte um médico imediatamente.

No tratamento de garganta inflamada, amigdalite ou faringite, prepare o chá, deixe esfriar e faça gargarejos três vezes por dia.

Para dor muscular, reumatismo e hemorroidas, prepare a infusão, deixe chegar ao ponto de morno.

Na sequência, umedeça gazes limpas ou tecido e aplique em forma de compressa no local dolorido, ou afetado.

Cuidados

Mulheres grávidas, pessoas com alergias ou pessoas que não são sensíveis à cafeína não devem consumi-lo. Além disso, mulheres que amamentam e crianças menores de 12 anos devem consultar um médico antes de usar o chá de picão.

Vale lembrar também que esta planta não pode substituir nenhum tratamento médico. Portanto, sempre que você beber este chá, consulte o seu médico.

Embora o picão-preto tenham muitos benefícios para a saúde, o consumo irregular pode interferir em qualquer tratamento que você esteja fazendo.