Lúpus: Conheça as Causas, Sintomas e Tratamentos

0
416

[bloqueador]

Lúpus é uma doença autoimune que afeta mais de 5 milhões de pessoas em todo o mundo, e que pode causar sofrimento para quem a adquire.
Ela pode afetar principalmente as mulheres que estão na meia-idade em idade fértil. Cerca de 90 % dos pacientes de lúpus são mulheres. 

Neste artigo, eu explico quais são as causas, sintomas e tratamentos do lúpus.

Não deixe de ler e compartilhar.

Lúpus e a Causa

O lúpus é uma doença autoimune crônica que afeta muitos órgãos diferentes no corpo.

Erupções cutâneas, alterações de humor, fadiga crônica, dores de cabeça e dores corporais são sintomas comuns de lúpus.

Ele afeta mais mulheres do que os homens, mas ambos os sexos e pessoas de todas as idades e etnias podem desenvolver lúpus. 

A maioria das pessoas é diagnosticada  entre os 20 e 30 anos.

Essa doença é um problema do sistema imunológico.

É causado por uma combinação de fatores genéticos e de estilo de vida, mas ter casos na família não é uma garantia para o desenvolvimento da doença.

Ela também não é contagiosa.

Embora a causa exata não seja conhecida, os especialistas sabem que o lúpus é desencadeado por alterações anormais no sistema imunológico.

Como outras doenças autoimunes, o sistema imunológico de quem sofre com essa doença são desencadeados por engano na luta contra tecidos, e células saudáveis dentro do corpo por causa da falsa impressão de que o corpo está sendo ameaçado.

Quando o sistema imunológico pensa que está sob ataque de vírus, bactérias, alérgenos alimentares ou germes, ele produz proteínas de anticorpos para ajudar a combater os invasores estrangeiros, mas essas proteínas também danificam tecidos saudáveis no processo.

Isso causa inflamação e danos a várias partes do corpo, juntamente com numerosos sintomas.

Algumas das glândulas, órgãos e tecidos danificados por essa doença incluem a glândula tireoide, coração, intestino/sistema digestivo, pulmões e rins.

O sistema imunológico pode produzir numerosos auto-anticorpos que contribuem para o lúpus, especialmente um tipo chamado anticorpos antinucleares.

A genética desempenha um papel no desenvolvimento da doença, e os especialistas acreditam que certas pessoas nascem com genes que afetam a maneira como seus sistemas imunológicos funcionam, tornando-os mais suscetíveis ao lúpus.

Outros fatores de risco incluem: 

  • Tomar certos medicamentos que afetam o sistema imunitário;
  • Toxicidade e exposição a produtos químicos;
  • Saúde intestinal prejudicada e síndrome do intestino permeável;
  • Deficiências nutricionais;
  • Alergias;
  • Cigarro;
  • Histórico de infecções;
  • Altos níveis de estresse que desgastam o sistema imunológico;
  • Desequilíbrios hormonais.

Tratamentos

Hoje, o lúpus é tratado com medicamentos convencionais – incluindo drogas imunossupressoras e medicamentos anti-inflamatórios.

Mas também pode ser gerenciado naturalmente com tratamentos alternativos, como ervas, e uma dieta rica em nutrientes.

Sintomas 

Lúpus afeta cada pessoa de forma diferente, e há uma ampla gama de sintomas que podem ser atribuídos à doença.

Existem dois tipos de lúpus que causam diferentes conjuntos de sintomas: disco lúpus eritematoso (DLE) e lúpus eritematoso sistêmico (LES).

DLE afeta principalmente a pele é geralmente desencadeada pela exposição à luz solar que provoca lesões cutâneas.

Ele geralmente não danifica órgãos internos ou glândulas como a outra forma de lúpus faz. LES, por outro lado, afeta todo o corpo e é mais grave. 

Alguns sintomas geralmente são apenas temporários (como erupções cutâneas no rosto), enquanto outros podem ser persistentes e causar complicações graves (como dor nas articulações ou fadiga crônica).

O lúpus é considerado um transtorno autoimune crônico, os sintomas tendem a durar mais de seis semanas e muitas vezes por muitos anos, ao contrário de outras doenças auto-imunes que podem desaparecer mais facilmente com mudanças no estilo de vida, como a doença de Hashimoto.

De acordo com um relatório publicado no Jornal Maedica de Medicina Clínica, o lúpus compartilha muitos sintomas com outras doenças, como: distúrbios da tireoide, fibromialgia, fadiga adrenal, doença de Lyme ou outras doenças autoimunes; pode ser difícil o paciente receber um bom diagnóstico rápido de lúpus.

Embora seja muito mais comum em mulheres, os sintomas de lúpus em mulheres e homens são geralmente os mesmos.

Estresse excessivo pode piorar os sintomas, pois a função imunológica fica comprometida.

De acordo com a Fundação Lúpus, os sinais e sintomas mais comuns de lúpus incluem:

1-Fadiga e letargia

 Aproximadamente 90% de todas as pessoas com lúpus experimentam algum nível de fadiga. Isso pode tornar difícil trabalhar, exercitar, cuidar de uma família e acompanhar as demandas do dia-a-dia.

2-Febre 

Ter febre baixa recorrente é um dos primeiros sinais e pode ser um sintoma de inflamação ou infecção. 

3-Dor muscular ou articular

A rigidez e o inchaço podem ocorrer em torno de certas articulações ou músculos afetados. Certas articulações também podem aparecer vermelhas, inflamadas e quentes, e a dor pode piorar quando se desloca.

4-Má circulação nas extremidades

 Isto é conhecido como fenômeno de Raynaud, e faz com que os dedos das mãos e dos pés fiquem roxos por um curto período de tempo.

5-Erupções cutâneas

Isso inclui uma erupção no rosto que cobre as bochechas e o nariz.

As estimativas mostram que cerca de 50% das pessoas com lúpus experimentam uma erupção facial em forma de borboleta, urticária e fotossensibilidade.

Vermelhidão, descamação e coceira podem às vezes se desenvolver.

6-Sensibilidade à luz solar

Os pacientes podem se queimar facilmente com a exposição ao sol e desenvolvem lesões de pele.

7-Falta de ar e dores no peito

Problemas respiratórios podem ser recorrentes; pulmões e vias respiratórias podem inflamar devido ao inchaço.

Dores no peito são um sintoma causado pela inflamação do diafragma e inchaço dos vasos sanguíneos em torno dos pulmões.

8-Anemia e coagulação sanguínea anormal

Isto contribui para a fadiga e outros problemas.

9-Retenção de líquidos e inchaço (edema)

 O inchaço é especialmente comum nos pés, pernas, mãos e / ou em torno dos olhos ou rosto.

10-Problemas digestivos

 Isso pode incluir perda de apetite, azia, indigestão ácida ou outros problemas gastrointestinais.

11-Problemas para dormir

A insônia pode afetar muitas pessoas com essa doença.

12-Perda de cabelo ou mudanças na textura do cabelo

Devido à inflamação e irritação do couro cabeludo, o cabelo pode cair. Pelos faciais ou corporais também podem cair, incluindo as sobrancelhas ou os cílios.

13-Perda de libido

 Isso pode ser devido ao estresse, fadiga e alterações hormonais. Sintomas de lúpus para as mulheres também podem incluir secura vaginal e menstruações irregulares.

14-Dores de cabeça

Deficiências cognitivas, como confusão mental e perda de memória.

15-Danos pulmonares

Complicações podem se desenvolver quando os músculos diafragmáticos se tornam muito fracos, isso provoca falta de ar e maior suscetibilidade a infecções.

16-Danos renais

 Nefrite é um tipo de inflamação nos rins que se desenvolve quando os rins não podem filtrar corretamente toxinas e resíduos do sangue. Isso pode causar inchaço, pressão alta e sangue na urina. e sangue na urina.

17-Doenças metabólicas e da tireoide

 O lúpus aumenta o risco de doenças autoimunes da tireoide, que podem afetar negativamente o metabolismo de alguém, o ciclo menstrual ou os níveis hormonais, peso, coração, pele, rins e fígado.

18-Dano ao tecido conjuntivo e nervoso

Podem surgir danos à medula espinhal e ao cérebro, que afeta a sinalização nervosa e também a produção de neurotransmissores.

Ela pode causar o comprometimento cognitivo, mudanças de humor, e até mesmo convulsões ou acidentes vasculares cerebrais (8).

20-Doenças do coração

A inflamação a longo prazo pode danificar o coração, os vasos sanguíneos e o tecido que cercam o coração.

Dieta

Dê preferência aos alimentos orgânicos, para evitar a exposição a aditivos sintéticos, toxinas ou pesticidas.

Estes produtos químicos são geralmente encontrados em produtos embalados e alimentos industrializados.

Reduzir a exposição a hormônios sintéticos, produtos químicos, medicamentos e metais pesados é crucial para a recuperação de quem tem lúpus.

1-Legumes Crus e Cozidos

Legumes crus promovem um ambiente alcalino no corpo, que pode ajudar a manter os níveis de inflamação mais baixos.

Eles também fornecem antioxidantes, pré-bióticos, fibra dietética e muitas vitaminas e minerais essenciais.

Se comido cru ou cozido, algumas das melhores escolhas incluem folhas verdes, alho, cebola, aspargos, alcachofra, pimentão, beterraba, cogumelos e abacate.

2-Frutas Frescas

Frutas são ricas em vitaminas e outros nutrientes importantes como vitamina C e vitamina E, poderosos antioxidantes.

3-Peixes

Lúpus: Peixes como o Salmão São Benéficos. Imagem: (Divulgação)

Muitos tipos de peixes e frutos do mar fornecem gorduras omega-3 que ajudam a reduzir os níveis de inflamação.

As melhores opções são salmão, sardinha, cavala, truta e anchovas. O objetivo é consumir esses alimentos omega-3.

4-Alimentos Probióticos

Os probióticos são as “boas bactérias” que povoam os nossos tratos gastrointestinais e ajudam a manter-nos saudáveis, incluindo a saúde cerebral.

Entre os alimentos que contêm probióticos naturais estão o kefir e os seus derivados.

5-Caldo de Osso

Caldo de osso foi consumido por séculos e contém inúmeros nutrientes benéficos como colágeno, glutationa e minerais.

Ele pode ajudar a reduzir os sintomas autoimunes e inflamatórios que estão associados com lúpus, incluindo indigestão e dor nas articulações.

6-Ervas, Especiarias e Chás

Açafrão, gengibre, manjericão, orégano, tomilho, além de chá verde são benéficos.

Ela é uma doença autoimune com sintomas graves para a saúde.

Para os pacientes com lúpus, é essencial manter uma alimentação de verdade, livre de ingredientes industrializados que pioram os sintomas, e receber acompanhamento médico.

Você pode e merecer viver com qualidade de vida, apesar dessa doença. Então decida hoje mudar de vida e ser feliz!!

A doença Lúpus pode ter os sintomas amenizados através da alimentação.

 

 

[/bloqueador]