Pular para o conteúdo

Pais pediram demissão de professora porque ‘seu corpo distrai os alunos’

Pais pediram demissão de professora porque ‘seu corpo distrai os alunos’. As discussões sobre preconceito e discriminação são questões que existem no cotidiano das pessoas hoje. Mesmo assim, sempre ouvimos histórias de pessoas que sofrem algum tipo de preconceito, seja racial, social, religioso, estético ou de gênero.

Nos EUA, um caso viralizou depois que o perfil da professora no Instagram foi inundado com comentários dos pais destacando suas curvas.

A intolerância e o preconceito estético estão associados à discriminação contra quem inicialmente não atende aos padrões de beleza pressupostos pela própria sociedade.

Na pequena cidade de Pensokin, Nova Jersey, uma professora foi atacada por alguns pais de alunos que exigiram que ela se demitisse.

professora

De acordo com relatos dos próprios professores, os pais escreviam para a escola pedindo que fosse retirada, alegando que as curvas acentuadas de seus corpos “distraiam as crianças”.

Embora não haja reclamações sobre sua forma de ministrar a aula que lhe foi designada, os pais dos alunos querem afastá-la do trabalho.

A importância de se sentir confortável com a própria aparência

Em sua conta no Instagram, a professora de arte, que se autodenomina “Toyboxdollz” online, posta com frequência sobre a educação infantil e a importância de ter uma imagem corporal positiva e receptiva.

Em um vídeo que ela postou no YouTube, ela é mãe de uma garota que diz que as meninas precisam se sentir confortáveis ​​com sua aparência.

Seus seguidores nas redes sociais dizem que as acusações contra ela por causa de seu corpo são discriminatórias e pretendem tirá-la do emprego simplesmente por causa de suas aparentes curvas.

Diferenças históricas de opinião. Este não é o primeiro caso a chamar a atenção dos usuários na rede social. Enquanto alguns dizem que ela deveria se vestir com mais recato para esconder o corpo, outros descrevem as queixas como inveja.

Até agora, a professora continuou a ensinar suas lições apesar da pressão dos pais. A lei trabalhista em Nova Jersey, onde ela trabalha, torna ilegal demiti-la por causa de sua aparência. Como resultado, as escolas nem sequer consideram atender aos pedidos dos pais.

Com a repercussão do caso, a popularidade dela nas redes vem crescendo recentemente, somando 200 mil novos seguidores apenas nos últimos dois meses.

 

 

Porque pessoas vacinadas contraí Covid? Entenda