×

Overdose de melatonina: efeitos e recomendações

Overdose de melatonina: efeitos e recomendações

A melatonina é uma hormonio produzida pelo corpo que ajuda a regular o sono. Ela é comumente utilizada como um suplemento para ajudar a promover o sono e tratar distúrbios do sono, como a insônia.

Uma overdose de melatonina pode ocorrer quando se toma uma quantidade muito alta de suplementos de melatonina ou quando se toma o suplemento por um período prolongado. Os sintomas de overdose de melatonina podem incluir:

  • Sonolência excessiva
  • Dificuldade para acordar
  • Náuseas e vômitos
  • Tontura
  • Confusão
  • Depressão
  • Ansiedade
  • Alterações de humor

Para evitar uma overdose de melatonina, é importante seguir as recomendações do médico ou do farmacêutico quanto à dosagem e ao uso do suplemento. Nunca tome uma dose maior do que a recomendada e não use o suplemento por um período prolongado sem orientação médica. É importante lembrar também que a melatonina não deve ser utilizada como um substituto para o tratamento de distúrbios do sono, mas sim como uma forma de auxiliar no tratamento. É sempre recomendado conversar com um médico antes de iniciar o uso de qualquer suplemento.

Como a melatonina é produzida?

A melatonina é uma hormona produzida pelo corpo que ajuda a regular o sono. Ela é produzida principalmente pela glândula pineal, que fica no cérebro. A glândula pineal é estimulada pela exposição à luz, especialmente à luz azul, e libera a melatonina durante a noite.

A produção de melatonina é influenciada pelo ciclo circadiano, que é o ritmo de sono e vigília do corpo. Durante o dia, quando a luz é mais intensa, a produção de melatonina é menor. À noite, quando a luz é mais fraca, a produção de melatonina aumenta, o que ajuda a promover o sono.

A produção de melatonina também pode ser afetada por fatores externos, como a idade, o uso de certos medicamentos, o estilo de vida e a exposição à luz artificial durante a noite. Algumas pessoas podem ter uma produção insuficiente de melatonina, o que pode levar a distúrbios do sono, como a insônia. Nesses casos, o uso de suplementos de melatonina pode ser recomendado pelo médico para ajudar a promover o sono.

Outras reações adversas que podem aparecer com a melatonina

Em casos raros, a melatonina também pode interagir com outros medicamentos ou suplementos e causar reações adversas. Por exemplo, a melatonina pode interferir com a ação de medicamentos utilizados para tratar doenças cardíacas, diabetes, hipertensão e outras condições. Também pode interagir com medicamentos utilizados para tratar transtornos mentais, como os antidepressivos. Por essa razão, é importante informar ao médico.

Se você suspeitar que pode ter ingerido uma overdose de melatonina, é importante procurar atendimento médico imediatamente. O tratamento pode incluir medidas de suporte, como líquidos intravenosos e medicamentos para controlar os sintomas.

Confira: Melatonina conheça os benefícios do hormônio do sono